Coluna aLEatória

Leandro Allegretti

Homem casado pra mim é mulher, até na Indonésia

Um dia desses, eu estava com minha página do Facebook aberta, quando uma janela de bate-papo saltou na tela e notei que alguém falava comigo em inglês. Comecei a conversar com o ser, de nome esquisito, que ali se encontrava. Achei super curioso uma pessoa desconhecida me abordar dizendo coisas como: "Você é lindo" ou "Suas fotos são perfeitas como você". Mas o que me causou mais espanto, pra não dizer MEDO, foi ler: "Sempre vejo todas as fotos que você posta".




(Sobre a depressão) E eu aqui, descascando...

Sentimento de tristeza persistente, ansiedade e “vazio”. Perda de interesse ou prazer em atividades comuns, nervosismo, inquietação, irritabilidade, vontade de chorar. Sentimento de culpa, inutilidade, falta de esperança e pessimismo. Excesso de sono ou ausência de sono.

Perda de energia, fadiga, baixa auto-estima. Perda da libido (falta vontade de transar). Pensamentos recorrentes em morte ou suicídio ou tentativas de suicídio. Dificuldade de concentração, de memorização ou para tomar decisões.




Nas redes sociais: Um mais um é igual a zero

As redes sociais são uma ferramenta de inegável ajuda na comunicação hoje em dia. Através delas temos acesso a notícias de portais, sites e blogs. Além das informações que nos são passadas pelas pessoas com as quais mantemos vínculo.

Por isso, seja no Twitter, no Facebook ou Orkut (que ainda é a que faz mais sucesso no Brasil), se você quer estar conectado às novidades do ultimo minuto, precisa ter um perfil em uma dessas redes.




Casamento quase real

Muitas pessoas sonham com um casamento de conto de fadas. E apesar de ser quase impossível realizar esse tipo de cerimônia, a gente meio que se sente feliz por “osmose” quando vê algo assim acontecer com os outros. E quando esses outros são autoridades famosas e desejadas então... A coisa toda vira um “Reality Show”. Sim, me refiro ao casamento do Príncipe William e da Lady Kate, que já ocorreu. E foi lindo.




Pelos poderes do... ´Eu sou rica`

Por acaso já teve a sensação de que trabalha demais e ganha de menos? De que nunca vai ter um duplex, um carro do ano, um mordomo e um jardineiro? Enfim, já teve a sensação de que não vai poder gritar pelas ruas: “Eu sou rico” sem se referir a sua riqueza espiritual ou de saúde?

Eu já. Por causa disso estou escrevendo este texto. Tá bom! Foram diversos motivos que contribuíram pra isso e vou compartilhar com você cada um deles.




Cutuca que eu gosto

Um dia desses reparei que no Facebook existe uma ferramenta muito usada para paquerar. É a cutucada. Como sempre, quando me liguei no assunto, muita gente já tinha passado na minha frente no quesito “arrumar marido” com isso. Tenho até um antigo paquera que me deixou de lado por causa de uma cutucada por lá. (Inferno!).

O fato é que eu tinha uma lista de umas trinta cutucadas só esperando para serem respondidas. E bom, eu constatei que alguém realmente escreveu meu nome num papel em caneta vermelho-sangue, jogou dentro da boca de um sapo e costurou com fio de aço.




A idade do sucesso

Recentemente fiz 30 anos. O que me proporcionou diversos comentários de amigos e também de desconhecidos. O mais promissor de todos está no título deste texto.

É duro envelhecer. Isso é fato! E no “Mundo Gay” envelhecer é mais preocupante ainda! Em nosso meio, quem não tem corpão sarado, uma pele linda e atributos de deuses não faz muito sucesso. (A não ser que seja uma Drag Queen hilária!)




Luz, Câmera... Ação!

O cinema já faz parte das nossas vidas. Pode ser mais importante para alguns, menos para outros. Mas o fato é que ele é uma das ferramentas responsáveis por mostrar ao mundo referências sobre certa época e costumes de civilizações. Além de funcionar como meio de sublimação. Sim! Se estudarmos a Teoria da Comunicação descobrimos que, entre outros, esse meio, além de expressar sentimentos e pensamentos do autor, é uma maneira de fazer com que o expectador sinta ou pense.




E o futuro?

Só a Deus pertence. Esse é um dito popular muito usado quando alguém está ansioso demais para saber o que vem pela frente. Mas se o futuro só pertence a Deus, o que diabos estamos fazendo aqui na Terra? Somos marionetes do todo poderoso? Não. Acho que temos o direito e o dever de correr atrás dos nossos sonhos. De melhorar, crescer. Tudo que fica estagnado é ultrapassado, fica obsoleto!




Espancar um gay é mais do que caro

Homofobia. Por mais que os ataques na Avenida Paulista e redondezas não sejam tidos, pelos advogados dos acusados, como causados por esse mal, não há outro motivo para que alguém cometa esse tipo de covardia, injustiça e estupidez.

Claro que esses tais advogados tentarão colocar a culpa nos agredidos. Dirão que mexeram com os acusados. Que os paqueraram e que por isso, os “pobrezinhos” dos réus ficaram nervosinhos e partiram pra cima.




Tropa de Elite

Semana passada, assisti ao filme ‘Tropa de Elite 2’ e precisava escrever isso: É FENOMENAL. A coragem e a competência que o José Padilha teve ao dirigi-lo merecem destaque. E a interpretação do delicioso Wagner Moura também, mais uma vez, está primorosa.

Geralmente as seqüências cinematográficas são superestimadas. Fica meio na cara que as continuações são feitas somente para ganhar mais dinheiro em cima de um sucesso. Mas não é a toa que este já é o filme mais visto no Brasil desde a retomada do cinema nacional, em 1995. O roteiro está bem amarrado e é brilhante.




Cadê o amor próprio no planeta dos macacos?

Quase sempre recebo perguntas, lá no DQOGG (meu blog), de leitores que querem saber sobre amor próprio. Muitos têm medo de fazer papel de bobos numa relação com alguém que não os respeite e os considere. E outros pedem dicas para elevar a auto-estima. Não sei quanto a você, mas eu acho que auto estima e amor próprio são coisas importantíssimas, é bem assim: se você não se ama, quem poderá te defender (e amar)? Nem o Chapolin Colorado!




Elogiar é bom

Como você reage ao receber um elogio? Fica se achando a melhor pessoa do mundo e passa a “pisar” nos outros mortais que esbarra pelo caminho? Ou agradece, fica feliz e segue sua vida? Eu me encaixo melhor na segunda categoria. Mas não creio que alguém se torne arrogante somente por ouvir elogios, acho que a pessoa já é arrogante e isso fica claro quando esse ser é elogiado, por um ou por milhões de outros seres.




Saldo negativo (em transas)

Outro dia, no Twitter, estava comentando sobre assuntos diversos, leia-se, música, roupa e atualidades, quando vi um Tweet do editor de uma revista gay famosa perguntando para a galera se conhecíamos alguém que não transava. Ele explicou que a pessoa seria entrevistada para uma matéria da tal revista.

Como não estava fazendo nada mesmo, resolvi enviar uma pergunta: “Por qual motivo a pessoa não deve transar? Dependendo, me encaixo (sem duplo sentido).” Feito isso, recebi uma mensagem privada no Twitter com o e-mail do editor pedindo para eu entrar em contato.




A taça do mundo NÃO é nossa

A Copa do Mundo 2010 acabou! Finalmente! A Espanha saiu vencedora desse campeonato e eram os favoritos. Mas o mais legal mesmo foi ver a Argentina perder, o Maradona calar a bocona dele e manter as calças levantadas e afiveladas pelo cinto. Melhor ainda se ele usasse também um suspensório, assim seria mais difícil arriá-las. Até porque, se a foto antiga dele pelado no vestiário que circula na internet for real, meu Deus! Já decepcionava antes, imagina agora!




Cala a boca NÃO morreu

Outro dia, entre uma fuçada e outra no Youtube, acabei esbarrando em clipes que não conhecia da Natasha Bedingfield, um desses é o fofíssimo “I wanna have your babies”, cuja letra fala de uma garota muito a fim de ter filhos e cada vez que encontra um novo parceiro ela se segura para não deixar escapar esse detalhe e assustar o moço (a letra é bem engraçadinha, recomendo). O fato é que, ao ouvir essa música me deparei com um pensamento: “Sinceridade demais assusta.” Então, o que devemos omitir para não assustar um pretendente?




Páginas