Coluna da Lady Jolie

Manual - Como superar sua ex-namorada

(ou como ficar bem quando seu coração está em frangalhos)

Um dos meus ditados preferidos diz que não existe término de namoro lésbico: existe uma guerra termo-nuclear, e depois melhores amigas. Este manual não dissolve totalmente essa idéia. Porém, entre o término oficial e a fase de melhores amigas, existem muitos dias, e esses dias são marcados por canções melodramáticas ou da Wanessa Camargo, e por dor, muita dor. Este manual se propõe a ajudar a enfrentar a dor absurda que te consome a alma nos dias entre o fim e o início do fim.




Quer namorar comigo?

 

Então aconteceu. Pronto. Já era. Vida nova... Mil festas, urrul. Se joga! Muda de página, pelo amor de Deus.

É, eu... por exemplo, levei um chute muito grande.. daqueles que você voa metros e metros... Mas e daí? Quem disse que tudo é tão mal assim? Já me lembrei de um amigo com aquela frase bonitinha:

- Sorria, nada acontece por acaso!

Não é? Que acaso é esse, maldito, frio e calculista?




Desperdícios

“Deus dá asas para quem não sabe voar” - uma grande verdade. Além do mais quando se tratam de homens heterossexuais. Eles são um triste exemplo dessa realidade. Digamos que mulheres bonitas existem de bando por aí, uns 70% hétero, uns 20% bissexuais e uns 10% lésbicas.

Essa grande maioria de beldades cai na mão dos homens, que por as terem garantido não se dão conta, ou o valor necessário. Encontram aquelas mulheres lindas, inteligentes, fiéis... E as desvalorizam como se fosse uma obrigação as terem ao lado.




Parada Gay de Curitiba
























Cerca de 100 mil pessoas foram à Parada da Diversidade - Respeito Sim, Discriminação Não. Isso segundo dados do Dignidade. Já a saudosa Polícia Militar, divulgou que foram 10 mil pessoas. Eles esqueceram um zero? Eu não contei quantas pessoas tinham, infelizmente. Isso sempre acontece, fazer o quê?




Teste: Mulheres, quem consegue entendê-las?

Tarefa difícil essa de entender as mulheres e fazê-las sentirem-se realizadas... Por mais que você se desdobre em dez, elas sempre querem mais.

Mas não é que tem gente que entende?

Vejo o exemplo de um casal de amigas minhas. Elas namoram há 4 anos. Toda vez que saímos juntas, percebe-se como as duas cedem e tudo dá certo no final. Quase sempre, eu fico estática diante delas e de seus diálogos.




Lésbicas não sabem terminar namoro

Todas as lésbicas que eu conheço adoram aqueles relacionamentos exclusivos e duradouros. Posso estar generalizando... mas pare e olhe no seu circulo de amizades: a maior parte das suas amigas lésbicas estão namorando.

Sim, sim. Existem algumas exceções... como aquelas que acabaram de descobrir que são lésbicas e não sabem pegar mulher. Ficam batendo papo na internet, marcam encontro no barzinho... e quando chega na hora H, não sabem o que fazer, falar e acabam sozinhas.




Guia para sair do armário

Este guia foi escrito para homossexuais e bissexuais de todas as idades que estão a pensar em se assumir. Sabemos que tomar a decisão de se assumir pode ser assustadora e desgastante. Por isso fizemos este guia. Acreditamos que informação útil e as experiências de outras pessoas em se assumirem podem lhe preparar para algumas das conseqüências que resultarão de se assumir perante a família e amigos.



É o fim do nosso amor?


Término de namoro dá mais do que novela: Dá saga épica em trinta e nove volumes e duas reedições...

Essa semana, recebi um e-mail de uma leitora que acabou de brigar com a namorada. Depois de sete anos vivendo na mesma casa - e do processo de adoção de quatro gatos - as duas se separaram.

Ela queria conversar, então marcamos de nos encontrar em um barzinho, onde poderíamos conversar. Ela, inconsolável, me revela o motivo da separação: "Foi a Sandra Bullock!".




Chá de panela? Nunca mais!

Ontem eu fui a um chá de panela.

Para quem não sabe como funciona, eu vou dar minhas impressões de marinheira de primeira e única viagem, porque esse foi o primeiro - e último - chá de panela que vai ver minha cara.

A noiva é uma amiga que eu tinha. Eu digo "tinha" porque, há aproximadamente três anos, ela foi recrutada por um grupo malicioso e aliciador, conhecido como Igreja Batista.