Notícias

Sem noção: Anitta diz ser a "cura gay" e é acusada de homofobia

 
Durante o Baile da Vogue no dia 16 de fevereiro, uma festa realizada pela famosa revista em São Paulo na última quinta-feira celebridades, a cantora Anitta se apresentou com alguns dos seus hits. A cantora caiu no gosto do público, inclusive da comunidade LGBT, que dança suas músicas nas casas noturnas LGBTs do país todo. Mas ela mostrou sua ignorância mais uma vez ao afirmar ser “a cura gay” para um grupo de homens que dançavam em frente ao palco. 
 
A cura gay é uma expressão usada por políticos e pessoas que não entendem a condição da homossexualidade.



Carnaval de Curitiba terá escola de samba contando a história do movimento gay

A Escola de Samba Império Real de Colombo, que retoma o carnaval na zona norte da Grande Curitiba, vai participar do Desfile das Escolas de Samba de Curitiba no dia 25 de fevereiro. A temática surpreende: a história do movimento LGBT no mundo. “De Stonewall ao Clube Operário, tem Diversidade no Cenário” é o samba enredo do grêmio, que é presidido por Rosemari Peretti e o carnavalesco Marcio Maris de Jagun.




Gays e a saúde mental: o preço do preconceito

Há diversos estudos no mundo todo sobre a relação entre a orientação sexual de uma pessoa e os índices de problemas mentais, como depressão, bipolaridade e suicídio. Entretanto, um novo estudo apresentado na Universidade Nacional da Austrália pontua um aspecto que parece tão óbvio para todos, mas que é ignorado nas conclusões dos maiores estudos mundiais: não há ligação direta entre a orientação sexual de uma pessoa e os problemas mentais que ela sofre. O risco está no ambiente depreciativo a que essas pessoas são submetidas.
 
O estudo do Dr.



Trump: LGBTs em elerta nos EUA e, apesar de discurso, a guerra já começou

 
Durante a sua campanha à presidência do Estados Unidos, Donald Trump evitou atacar publicamente a comunidade LGBT. Inclusive, levantou a bandeira do arco-íris num comício no Colorado, onde se lia “LGBTs for Trump”. Foi quando falou que buscaria proteger os direitos já conquistados pelos gays, lésbicas, bissexuais e transexuais. Mesmo depois de eleito, a Casa Branca reafirmou esse compromisso.



Pesquisa indica que PrEP promove diminuição de infecções por bactérias além de evitar o HIV

Um estudo recente apresentado na Conferência anual de Retrovírus e Infecções Oportunistas, realizado numa parceria entre o Centro de Controle e Prevenção de Doenças e a Escola de Saúde Pública de Rollins, da Universidade de Emory, na região metropolitana de Atlanta, nos EUA, sugere que o uso do PrEP e a testagem semestral podem contribuir não só para a redução na transmissão do HIV entre homossexuais e bissexuais, como pode ajudar a combater doenças sexualmente transmissíveis, como a Clamídia e a Gonorréia. 
 
A ideia do estudo era obter respostas sobre duas questões:



Dinamarca retira a transexualidade da lista de distúrbios mentais

A Dinamarca é mais uma vez o centro das atenções da comunidade trans. Depois do filme “A Garota Dinamarquesa” contar a história de Lili Elbe, agora a Dinamarca é novamente pioneira ao retirar a transexualidade da lista de doenças mentais no país. A decisão foi aprovada em Maio de 2016, mas só entrou em vigor no dia 1º de Janeiro de 2017. Agora, o país usará um código exclusivo para tratar as questões de identidade de gênero.




Bailarina do Faustão de 19 anos pede namorada em casamento no Rio

Karina Barros, 19, é bailarina do programa “Domingão do Faustão” e está bombando na internet com o pedido de casamento feito a sua então namorada, Camila Benfica, também de 19 anos. As duas, que se auto-intitulam de naturebas, escalaram até a Pedra Bonita, no Parque Nacional da Tijuca, no Rio de Janeiro, e ficaram noivas em frente à Pedra da Gávea, uma das paisagens favoritas de Camila.




Drag queen é madrinha de escola de samba no Rio de Janeiro

Quanto você estaria disposta a pagar na sua fantasia para ser madrinha de bateria de uma escola de samba do Rio de Janeiro? Gaby Rodin, drag queen que ficou famosa ao participar do programa “Tudo pela Audiência”, gastou cerca de R$ 50 mil na sua fantasia. Rodin é a primeira rainha de bateria drag do carnaval carioca e vai representar a Acadêmicos de Madureira, do grupo de acesso. 
 
A inspiração de fantasia vem de Luiza Brunet, que desfilou pela Imperatriz Leopoldinense, em 2016. "Minha referência no carnaval é a Luíza Brunet.



Casal de jovens gays fica noivo na Disney e emociona todo mundo

Se existe um lugar no mundo onde tudo é possível, este lugar é a Disney World, na Flórida, nos EUA. Gregory e Craig sabem bem disso. O casal gay escolheu o parque temático da Disney para noivar e espalhar o seu amor pelo mundo no fim de janeiro deste ano. Ambos fãs do universo infantil, estavam passando as férias no parque quando pararam em frente ao Castelo da Cinderela e Gregory fez o pedido, ajoelhado.
 
Tudo foi gravado por meio de transmissão online através do Facebook, o FaceLive.



Blocos evitam músicas e marchinhas de Carnaval homofóbicas e machistas em nome do respeito

O Carnaval brasileiro é famoso por ser um tempo onde tudo é permitido, tudo é liberado. Como apresenta o antropólogo James Green em sua obra “Além do Carnaval”, esta é a única época do ano onde se é permitido ser, independente do que for. Entretanto, há uma recente e importante preocupação com o combate ao machismo e a homofobia nas marchinhas de Carnaval.



Aos 70 anos, Susan Sarandon diz que sua sexualidade é fluída

Susan Sarandon é uma premiada atriz norte-americana que chegou aos 70 anos com a carreira em alta e que, ao lado de Meryl Streep, ocupa o patamar de uma das melhores atrizes do mundo em atividade. Já atuou em filmes como Anjo de Vidro, Elizabethtown e The Middle. Agora, Susan surpreende todos ao falar abertamente sobre a sua sexualidade que, segundo a artista, tem um caráter fluído. 
 
Em entrevista ao PrideSource, ela contou: “A minha orientação sexual não é definida, acho que pode-se afirmar isso”.



Dois filmes que vão dar o que falar: "Discreet" e "Call me by your name"

O Festival Internacional de Cinema de Berlim, também conhecido por Berlinale, de 2017 já é considerado o mais queer da história, ao trazer títulos que mexem com a diversidade de uma maneira sensível e bem real. “Call me by your name” surgiu de forma arrebatadora e está conquistando os críticos da cidade. Com distribuição garantida no Brasil pela Sony, ele promete muito ao lado de “Discreet”, que aborda as relações de homens brancos e negros dentro do armário em um Texas conservador.



Vogue francesa tem sua primeira capa com uma modelo trans

A Vogue Francesa quer derrubar todas as estruturas com a edição de Março. A segunda maior edição do ano vai trazer a modelo trans brasileira Valentina Sampaio, que se tornará a primeira modelo trans a ser capa de uma edição da importante revista. A edição inteira será focada nos desafios de encarar as mudanças nos padrões de beleza e de como eles devem ser celebrados e incluídos. A manchete é: “Beleza transgênera: como eles estão mudando o mundo”.




Páginas