PsiLGBT

Ciúme pode virar doença e até tragédia. Fique atento aos sinais.

Não é raro encontrar nas colunas policiais crimes passionais entre gays ou mesmo casais heterossexuais. A relação conturbada pelo ciúme termina e uma das partes quer acabar com a vida do outro, como se este devesse sua vida, como se não fosse permitido a ele finalizar o relacionamento. Nestas ocasiões, chega-se a falar que a pessoa matou por amor. Não, matou por ciúme mesmo. E o ciúme é uma doença, e pode levar a situações como esta.




Crack

Nos últimos dias, observa-se um frenesi da mídia a respeito do crack: “Jovem viciado em crack mata namorada no Rio”, “Prefeito de Raposos (MG) é preso com crack” ou “Ministro reconhece falhas e anuncia novos leitos para tratar usuários de crack”.

Afinal, o que é o crack?
O crack é, basicamente, um derivado da cocaína. A cocaína em pó é transformada em cocaína de base livre, formando “pedras”.




It´s not right but it´s ok

De acordo com uma conceituada revista americana de psiquiatria, jovens LGBT apresentam um risco maior de apresentarem transtornos mentais e comportamento sexual de risco do que o grupo HT correspondente. O que eu me questiono, como psiquiatra e como cidadão, é o motivo disso, para pensar na possibilidade de se reverter as estatísticas.