Últimas Notícias

Inacreditável: Clientes de bar em Santos acusado de homofobia promovem Beijaço Heterossexual

O bar Toca do Garga, em Santos, será palco de um protesto contra a homofobia, um beijaço, neste sábado, organizado por pessoas em apoio aos jovens gays que foram "expulsos" do local depois que trocaram um carinho, pelo dono do estabelecimento que ainda postou uma mensagem nas redes sociais afirmando que o local não tolera "modernidades". Porém, esta semana pessoas a favor da política do local criaram o evento "Beijação heterossexual" e prometem marcar defesa ao local no mesmo horário e dia.




Para tudo: Olha como o menino do seriado iCarly cresceu e ficou lindo

A internet nos traz o prazer de rever astros do passado e como eles estão hoje. Mas nenhum ficou tão lindo como o ator Nathan Karl Kress, 21, conhecido como o personagem pentelho Freddie Benson, na série iCarly, exibido na Tv Globinho. O rapaz postou esta semana seu desafio do Ice Bucket sem camisa e mostrou que o tempo e a academia os deixou super interessante. Uauuuuuuuuuuu
 
Confira:




 



Floripa: Bispo vereador tenta acabar com nudismo na Galheta e consegue fiscalização contra pegação gay em todos os parques

É possivel ver a onda de conservadorismo que assola o meio político de Florianópolis. O vereador bispo Jerônimo Alves Ferreira (PRB), leia-se presidente da Record RS, tentou proibir a prática do naturismo / nudismo na região da Praia da Galheta (por meio do Projeto de Lei Complementar n. 1.327/2014) e convocou até uma audiência pública esta semana mas voltou atrás depois de ver que não teria apoio suficiente dentro da Câmara para derrubar a lei de 1999 que estabeleceu o parque naturista. Argumentou que o local era "reduto gay" e que agia por reclamações de pescadores e moradores da região.



Bar de Santos expulsa clientes gays e promove homofobia nas redes sociais

Dois jovens de Santos, litoral de São Paulo, foram hostilizados e convidados a se retirarem do bar "Toca do Garga" onde aguardavam uma mesa, no último final de semana. Os estudantes de 21 e 18 anos acionaram seus advogados para processar o local e registraram boletim de ocorrência. O mais curioso porém foi uma mensagem deixada na página do Facebook do bar, “alertando” que o local não permite troca de afeto entre pessoas do mesmo sexo. De modo grosseiro, o bar defende que o local tem sua própria lei.



Moscou: Transexual se casa com namorada e burla legislação russa

 Todo mundo sabe que na Rússia gays não podem se manifestar em público e muito menos casar. Mas um casamento não convencional colocou em cheque a legislação russa que restringe os direitos da comunidade homossexual local. A transexual e militante Alina Davis, que é civilmente reconhecida como Dmítri Kojukhov, seu nome masculino, se casou com outra mulher e de vestido de noiva, apesar das ameaças dos burocratas de não permitir as vestes femininas de ambas. A cerimônia ocorreu esta semana e as fotos são incríveis.




Mercenários 3: Personagens de Arnold Schwarzenegger e Jet Li formam um casal gay, diz diretor

Os personagens de Arnold Schwarzenegger e Jet Li (Trench Mauser e Yin Yang) estão se abraçando em uma das cenas finais de “Mercenários 3”, do diretor Patrick Hughes, em um bar, quando o personagem de Silvester  Stallone pergunta se eles querem um quarto. A brincadeira, comum entre héteros e homos, nos EUA, de perguntar se querem um lugar mais reservado (por aqui substituído por “vai para o motel”), reforçaria o tom macho do filme que tem ainda Chuck Norris, Terry Crews, Bruce Willis no elenco do roteiro cheio de explosões e coisas de homem.




Justin Fashanu: História do primeiro futebolista gay assumido que se matou em 1998 vira livro

A vida e drama do atacante inglês Justin Fashanu são mostrados em sua primeira biografia, editada pelo jornalista Nick Baker. “Forbidden Forward: The Justin Fashanu Story” (Proibido seguir adiante: A História de Justin Fashanu Story) narra a verdadeira história do talentoso atleta que ousou sair do armário. O livro narra a homofobia que o atleta sofreu depois que decidiu contar publicamente que era homossexual.




Líder de grupo neonazista homofóbico russo é condenado por incitar e fomentar extremismo

Uma boa notícia da terra de Putin. Maxim Martsinkevich, 30, líder do grupo “Occupy Pedophilia”, que desde o ano passado, quando foi aprovada a lei que proíbe qualquer menção à homossexualidade em público na presença de menores de 18 anos na Rússia, lei apelidada de Lei contra a propaganda gay, foi julgado e condenado a passar 5 anos de prisão em uma colônia penal.




Páginas