Últimas Notícias

Amorexia: Peça absurda explora o amor e o bizarro em Curitiba

“Desejo”, “Da natureza dos peixes”, “Ferida”, “As Cegas” e trechos de “Vazio” -  são os títulos das cenas inspiradas nas obras do dramaturgo curitibano  Douglas Daronco que conduzem o espetáculo Amorexia – Tragicomédias do amor num cabaré, que reestreia em curta temporada no próximo dia 25 de fevereiro no auditório Salvador de Ferrante, no Teatro Guaíra.



GHB e as drogas que estão matando os gays nas baladas

GHB (Ácido Gama Hidroxibutírico), mais conhecido como Gi, GBL (Ácido Gama Butil-lactona) e 1,4-BD (1,4-butanediol) são drogas que surgiram em festas nos anos 90 e ganharam força na comunidade gay por causar desinibição e aumentar o desejo sexual. Chamado de “ectasy líquido”, o GHB é uma droga sintética que era usada como anestésico e sedativo e teve seu uso abolido por conta dos efeitos colaterais, hoje presente apenas em suplementos de atletas e outros produtos em baixo teor.



Casal militante gay de Curitiba comemora Bodas de Prata

Em 29 de março de 1990, Toni Reis e David Harrad se conheceram em uma estação de trem Londres. Toni, então com 26 anos, vindo de uma família humilde do interior do Paraná, estudante de Línguas na UFPR conheceu David, um inglês de Manchester, 32 anos, sua alma gêmea, e desde então se uniram em uma relação que gerou diversos frutos. Eles fundaram em Curitiba, três anos depois, junto a amigos, o Grupo Dignidade - uma das principais organizações de luta pelos direitos gays no país.




Conheça a história de Milla, o menino trans de 9 anos que está emocionando o mundo

No final de janeiro, os pais de Milla Brown, de apenas 9 anos, de Brisbane, na Austrália, contaram ao mundo a história de seu filho nascido em 2005.  A mãe, Renee Fabish Brown revela que foi motivada a dividir a sua história para ajudar a quebrar as dificuldades de famílias que tem filhos transexuais. O doce Milla hoje é exemplo de como pais comprensivos podem fazer a diferença na vida de um filho ou filha com disforia de gênero. Mas o início foi complicado, a família se uniu, procurou ajuda e viu o que era melhor para o filho.




Vanessão não morreu e mora em Porto Velho

Depois de 5 anos sumida, a travesti Vanessão, musa de Ji Paraná, Rondônia, estaria morando em Porto Velho. A travesti foi filmada no final de 2012 depois de se envolver em um assalto a um caminhoneiro. Entre os seus pertences estavam documentos, cartões de banco, uma faca e uma nota de vintchy reais!!!




Novo presidente da Câmara Federal será pedra no sapato da comunidade gay

Seguindo a tendência do aumento do conservadorismo no Congresso Federal, o primeiro ano da legislatura 2015-2018 deve ser pior do que se imaginava. Na semana passada, o novo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), eleito há menos de 10 dias, não esperou nem o recesso do Carnaval para mandar um recado claro: Autorizou a criação de uma comissão especial sobre o Estatuto da Família, proposta apoiada pela Bancada Evangélica que quer assegurar o casamento exclusivo a homem e mulher e barrar a adoção por homossexuais.




Filme gay gaúcho "Beira-Mar" estréia aplaudido em Berlim

A Mostra Fórum do Festival de Berlim, para novos talentos, trouxe este ano o inédito longa brasileiro Beira-Mar, dos gaúchos Filipe Matzembacher, 26, e Marcio Reolon, 30, que se inspiraram em suas próprias histórias para contar sobre amizade, amor e sair do armário. Produtores do Close – Festival Nacional de Cinema da Diversidade Sexual, no Rio Grande do Sul, os dois se conheceram durante o curso de cinema da PUC de Porto Alegre e juntos construíram os personagens do longa por meio de suas memórias e mesclaram suas histórias.




Judocas da UMinho tiram a roupa em prol de colegas carentes

Estudantes e ex-alunos da Universidade do Minho (UMinho), em Braga, Portugal, atletas de judô na instituição, atenderam ao projeto do professor da modalidade e fotógrafo Nuno Gonçalves para ajudar outros estudantes em situação econômica difícil. Com as fotos dos 12 judocas, dez gatos e duas atletas igualmente belas, foram criados 400 calendário a serem vendidos por 5 euros cada para a comunidade local.




Páginas