Centro Oeste

Casal gay é expulso de festa em Campo Grande após tirar a camisa e trocar selinhos

Deu na coluna Lado B (Sim, isso mesmo) do site Campo Grande News: “‘Por estar aparecendo demais’, casal gay é retirado de festa por seguranças”. O gerente comercial David Andrade, de 29 anos, e namorado Júlio Valcanaia, advogado, 43 anos, foram expulsos por seguranças da festa de Réveillon do Eco Hotel do Lago, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, depois de tirarem a camisa e se beijarem na festa.



Médico rejeitado por lésbicas diz que gays devem ser mortos em vídeo postado na internet

Em Goiânia, um casal de lésbicas foi surpreendido pela homofobia de um conhecido médico da cidade. “Gay, veado, se pegar, tem que matar essa desgraça. O mundo não é pra isso, as aberrações” disse o pneumologista Ricardo Dourado. O médico estava no bar de um posto de gasolina (?) quando encontrou as mulheres e reagiu declarando seu preconceito, gravado em vídeo, depois que uma delas mandou o médico parar de incomodar a companheira.



Homofobia: Gays são expulsos a tiros de lanchonete

Um casal de gays, 24 e 31 anos, e um amigo de 46 anos estavam em uma lanchonete na noite do último sábado (30) do Centro de Dourados, a 230 km de Campo Grande, por volta das 22h, quando foram convidados a se retirar por outros frequentadores do local, que afirmaram que “não gostavam desse tipo de gente”. Como os rapazes não saíram do local onde lanchavam, passaram a ser hostilizados e agredidos fisicamente pelo outro grupo de quatro homens.



Padre dá benção em cerimônia gay e é afastado por Igreja em Goiânia

O arcebispo de Goiânia, dom Washington Cruz anunciou esta semana o afastamento do padre César Garcia em razão de uma benção dada pelo religioso no casamento dos arquitetos Leo Romano e Marcelo Trento. Um inquérito foi aberto para avaliar a atitude do pároco que não poderá realizar atividades como ordenado até sair a conclusão do Tribunal Eclesiástico de Goiânia. Segundo o arcebispo local, a presença do padre na cerimônia vai contra a sua posição, bem como o ato de se manifestar, mesmo como amigo, na celebração.




Protesto criativo marca visita de Marco Feliciano a Cuiabá

Com uma bandeira do arco-íris, cartazes e muita tinta vermelha, um grupo protestou contra a presença do pastor e deputado Marco Feliciano (PSC) em Cuiabá, durante evento gospel na última sexta-feira. Durante o 3º Abala Cuiabá, no Parque de Exposições da Acrimat, os manifestantes se concentraram na arquibancada do parque e fizeram seu protesto com cartazes que traziam frases como: “Deus perdoai o Feliciano, ele não sabe o que faz”, “Homofobia tem cura”, “Mais Amor por favor”, entre outras.