curioso

A inveja que rola no meio

Rola muita coisa no meio, mas a falta de r*la pode, também, ser uma das explicações para a infelicidade de muitos. A escassez de amor, de sentir alegria pelo próximo, tem feito a bandeira colorida passar vergonha. Nas redes e nas rodas sociais é aquela disputa cansativa o tempo todo: o mais lindo, o mais sarado, o mais rico, o maior pegador, o casamento mais perfeito/o solteirão mais cobiçado, o mais viajado; o partido político que rouba menos...



Madrid tem semáforos com casais do mesmo sexo durante a World Pride

Madrid recebe entre os dias 23 de junho e 2 de julho a World Pride, festival cultural em comemoração ao Dia do Orgulho LGBT que este ano desembarca na capital espanhola. Para receber os milhares de visitantes a cidade encomendou 72 sinais de trânsito para pedestres onde casais gays e lésbicos aparecem separados ao sinalizar vermelho e de mãos dadas quando o sinal fica verde, com direito a um coração.



Doritos no Brasil lança salgadinho colorido em versão comemorativa ao Orgulho LGBT

O snack Doritos, da Pepsi Co., lançará no Brasil, a partir da próxima semana, uma versão limitada, comemorativa ao mês do orgulho LGBT, o Doritos Rainbow. A idéia veio dos EUA, onde em 2015 a marca lançou com sucesso o salgadinho. Assim como lá, a venda por aqui será revertida para a comunidade. No Brasil o projeto Casa1, lar para LGBTs sem teto, será o beneficiário integral das vendas.
 
Mas você não verá os salgadinhos nos supermercados.



Amor & outras drogas - Às vezes a pessoa que a gente tem uma queda acaba nos derrubando...

Tem um filme de chorar super fofo com esse título "Amor & outras drogas" e, apesar da trama abordar sobre amor e medicamentos, o assunto que vou tratar está bem longe de ser algo estrelado pela queridinha Anne Hathaway. A parada aqui também faz chorar sim ..., mas é trash, já vou logo avisando.
 
O roteiro é patético: uma pessoa surge na sua vida como um furacão, bagunçando tudo; lhe fazendo provar cheiros e sensações nunca antes sentidas, proporcionando noites incríveis, lhe deixando meio atordoado, perdendo o foco, a fome, o sono.



A história dos irmãos que se tornaram inimigos depois de um deles se assumir gay vira documentário

Os irmãos nigerianos John e Justin Fashanu são o assunto principal do documentário “Forbidden Games”, Jogos Proibidos, que estreia hoje no Festival de Documentários de Toronto, no Canadá. A história apresenta dois irmãos adotados por uma família inglesa que vive em Londres e que sofrem com o racismo por toda a sua vida, até alcançarem papéis de destaque no futebol nacional. 
 
John, o mais novo, conta que para um cara negro ganhar dinheiro, ele precisava cantar, dançar ou ser jogador de futebol. Então, aproveitaram suas afinidades com o esporte e despontaram no futebol nacional.



Argentina inaugura primeira estação de metrô LGBT do mundo

Os hermanos saíram na frente e inauguraram a primeira estação de metrô dedicada a um ativista da causa LGBT. Ela foi criada e nomeada em homenagem a Carlos Jauregui, um dos maiores ativistas argentinos, primeiro presidente da Comunidade Homossexual Argentina. Além do nome, a estação traz frases de Jauregui, pinturas, informações sobre como denunciar casos de homofobia, cuidados com DSTs e uma escadaria colorida. 
 
A estação fica em Buenos Aires, na Santa Fé, linha H.



O casamento gay também é uma ideia heteronormativa?

O premiado curta-metragem brasileiro Eu Aceito (2014), disponível no Youtube, conta a história de um jovem que pede o namorado em casamento. A história se desenrola quando a resposta é negativa, porque o menino cuja mão foi pedida acredita que o casamento, da forma que existe e é imaginada, é mais uma tradição construída pelo patriarcado e pela heteronormatividade. Até que ponto essa afirmação tem seus méritos?
 
Para começar, é preciso entender o que é heteronormatividade.



13 razões para desistir das bees “sem noção”

O Ministério do humor adverte: esse é um texto com altas doses de sarcasmo. Tirem as crianças da sala e qualquer semelhança não é mera coincidência - é intencional “meixmo” (deboche com sotaque carioca). Acontece comigo, acontece com você.
 
Abaixo, segue um pequeno repertório de características e atitudes das bees que são capazes de tudo só para saírem bem na fita e, no final das contas, acabam cag*ndo na própria cabeça. Não há nada de suspense nessa trama: elas se arruínam e a gente só assiste. 



Quem tem mais orgasmos? Homens ou mulheres? Gays ou héteros?

O orgasmo ainda é um assunto tabu, mesmo quando se está falando sobre sexo. Há quem nunca tenha atingido um orgasmo e não saiba disso, afinal de contas, quem sabe descrever exatamente a sensação de um orgasmo? Uma pesquisa científica publicada na revista acadêmica Archives of Sexual Behavior, chamada “Differences in Orgasm Frequency Among Gay, Lesbian, Bisexual, and Heterosexual Men and Women in a U.S.



Arqueólogos descobrem que corpos abraçados de Pompéia são de homens

O ano de 79 depois de Cristo foi a ruína da cidade de Pompéia, que ficava perto da atual cidade de Nápoles, na Itália, e do Monte Vesúvio. Foi uma erupção vulcânica do Vesúvio que expeliu cinzas letais e gases venenosos, fazendo milhares de vítimas na cidade. As cinzas e a lama que vieram em seguida cobriram e preservaram a forma dos corpos e da cidade, sem estragos. Lá, foi encontrado dois corpos abraçados. Muita especulação se fez sobre os dois. Seriam parentes? Amantes? Homens? Mulheres? Acreditava-se que eram duas mulheres, amigas.



Unicorns Futebol Clube, time gay de São Paulo, completa dois anos

Em 2015, um grupo de amigos gays que gostava de futebol, mas se sentia de certa forma intimidado ao jogar com heterossexuais, decidiu criar um time destinado exclusivamente para homens gays que gostam de se divertir jogando futebol, independente do nível de talento. Assim foi fundado o Unicorns Futebol Clube na Zona Sul de São Paulo, em Ipiranga. O time já está completando dois anos e sempre recebe pessoas novas. 
 
Ao total, são cerca de 50 integrantes que participam dos treinos e jogos.



Páginas