curioso

Homem quer criar país exclusivo para gays onde héteros precisam de visto especial

Você já parou para pensar como seria um país apenas de pessoas LGBTs? Seria um paraíso com praias, baladas, bares, shows, arte e pegação ou seria um território que precisaria de policiamento pesado nas fronteiras, como Israel? É impossível afirmar, mas o ativista Viktor Zimmerman, da organização separatista Gay Homeland Foundation de Nova York, defende a criação de um Estado independente organizado e dirigido por LGBTs, onde a maioria da população seria formada por membros da comunidade. 
 
A sua ideia foi apresentada em uma entrevista ao portal Vice.



Menino de 12 anos tenta parar marcha contra o casamento gay no México

A imagem do fotojornalista Manuel Rodríguez apresenta um menino de 12 anos bloqueando a passagem da marcha realizada pela “Frente Nacional pela Família” na cidade de Celaya, na região central do México, no sábado, 10. Apenas um menino lutando contra a homofobia de centenas de religiosos que protestavam contra a proposta de legalização do casamento gay do Presidente Enrique Peña Neto.
 
No país latino, menos da metade dos 31 estados contam com legislações que legalizam a união entre pessoas do mesmo sexo.



O culto ao pênis e a auto estima masculina

O tamanho do pênis sempre foi uma preocupação do homem. A questão é imposta a uma pessoa do sexo masculino desde criança, onde ter um órgão genital pequeno é sinônimo de vergonha e baixa estima, enquanto os dotados são venerados e cultuados. Isso acontece porque o tamanho do pênis também influencia na masculinidade do cara e, nas sociedades falocêntricas, fazem parte das relações de poder. Exemplos são os filmes pornográficos heterossexuais e homossexuais, os aplicativos de pegação e relacionamento e até mesmo as publicações de caráter erótico.



13 aplicativos para encontrar o homem dos seus sonhos... (SQN)

Os aplicativos de relacionamento são febre entre jovens e adultos. Muitos namoros, noivados e casamento nasceram em um desses aplicativos. No caso da comunidade LGBT, eles proporcionam um espaço de relacionamento sem o medo do preconceito - um pouco ilusório, porque até dentro da própria sigla, encontramos intolerância. De sexo à amizade e namoro, conheça 13 aplicativos gays que você precisa, ao menos, experimentar uma vez na vida, vai que o boy da sua vida está lá...
 
Moovz
O Moovz é uma das primeiras redes sociais LGBTs global.



Os surtados do Hornet: Tem maluco dando vexame nos aplicativos de pegação

Que pegação de rua já caiu em desuso, todo mundo já sabe: a moda agora é pagar de doido num desses aplicativos de “relacionamento”. Está duvidando? Baixe o Hornet, por exemplo, crie um perfil bacanésimo que não tenha nada a ver com você (que é o que todo mundo faz), invente um personagem surreal com uma história impossível de sustentar e...
 
 ...catapoft!



Páginas