curitiba

Curitiba recebe palestra sobre Inovação e Diversidade

Nesta sexta-feira, no Moinho da Inovação, no Rebouças, a Agência Curitiba de Desenvolvimento traz a discussão sobre Diversidade para o Vale do Pinhão. O engenheiro de suporte da empresa alemã SAP, Filipe Roloff, virá falar sobre “Diversidade e Inclusão como catalisador da Inovação”. O evento tem entrada solidária e os interessados devem levar na hora um agasalho ou um quilo de alimento.




II Marcha pela Diversidade agita Centro de Curitiba

No último domingo, dia 25 de junho, a Marcha pela Diversidade, organizada pelas ONGs Grupo Dignidade , Transgrupo Marcela Prado e UNA LGBT, coloriu Curitiba com as cores do arco-íris. O evento reuniu centenas de pessoas para protestar contra a lesbotranshomofobia. A marcha partiu da Praça Santos Andrade, em frente ao prédio histórico e partiu pela rua João Negrão e Avenida Marechal Floriano, rumo à Boca Maldita, e foi puxada por um grande trio elétrico onde DJs e artistas da noite se revezavam.



Caso de professor morto em Curitiba expõe crime comum contra não assumidos

Gabriel Mateus Belinski, 21 anos, atraiu o professor de Biologia da rede pública Flávio Ávilla, de 53 anos, até a sua casa no bairro do Boqueirão onde ele e um menor mataram o docente no último dia 06, terça-feira. O corpo foi encontrado às margens da BR 277, em São José dos Pinhais, na sexta-feira, três dias após o crime. Assassino e vítima viviam vidas duplas, expostas após o crime.  



Após homofobia em bar, ativistas fazem protesto com beijaço

O professor de inglês Diego Nunes, 27 anos, escolheu o Bar do Ceará, no Centro de Curitiba para tomar uma cerveja  quando ele e o companheiro foram hostilizado após trocarem um beijo. “Aqui não heim”, teria dito o atendente com um soco sobre a mesa em que estavam. Atônitos, os rapazes terminaram a bebida e foram embora. O fato ocorreu na noite desta segunda-feira, dia 05 de junho. O Bar fica próximo a Catedral de Curitiba com a igreja matriz em um extremo da rua e a boate gay mais tradicional da cidade na outra, a Cats Club.



Polícia divulga retrato de homem que jogou ácido em gay de Curitiba

A Polícia Civil divulgou nesta segunda-feira uma imagem feita por computador do homem que atacou o homossexual Cleverson, 40, na noite do dia 13 de maio, Domingo, em uma rua do Alto da XV, em Curitiba. O homem moreno usava boné e capuz na hora do atentado e, segundo a vítima, deferiu a frase “Então toma isso seu ‘viado’”, antes de jogar o ácido que queimou Cleverson por toda a parte superior de seu corpo. A vítima está internada no hospital Evangélico e não corre risco de morte mas pode perder o olho esquerdo que está com a visão comprometida.



Alunos fazem Mini Parada na Universidade Positivo para lacrar semana especial

Alunos do curso de Comunicação Social da Universidade Positivo (UP), em Curitiba, realizaram no campus principal da instituição, no Ecoville, uma semana inteira de conversas com militantes sobre homofobia. A "Semana Contra a Homofobia" reuniu convidados que falaram a alunos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda sobre experiências e conceitos e o evento foi encerrado com duas manifestações pedindo o fim da homofobia.



Todo iluminado, prédio histórico da UFPR recebe simpósio LGBT e vigília

O prédio histórico da Universidade Federal do Paraná foi iluminado com as cores do arco-íris esta semana para o I Simpósio da Diversidade Sexual, evento organizado pelo coletivo de alunos ATP e apoiado pelos núcleos de pós graduação e pesquisa em Direito. Anualmente o evento UFPR fora do Armário marcava a data de 17 de Maio, Dia Internacional de luta contra a homofobia, mas este ano a iluminação ficou mais bonita e destacada, fazendo sucesso.




Rapaz gay é atacado com ácido e pode perder a visão em Curitiba

Um ataque homofóbico brutal está sendo investigado pelo setor de Vulneráveis da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil de Curitiba. No último domingo, Cleverson, um homossexual de 40 anos, vendedor autônomo, foi alvo de um suposto assalto em que acabou banhado com uma substância que o levou a ser internado em seguida com queimaduras por todo o tórax. O rapaz está internado no Hospital Evangélico, com queimaduras de segundo e terceiro graus, e corre risco de perder a visão de um dos olhos.



Curitiba tem vigília contra a LGBTfobia na Santos Andrade

Em 17 de maio de 1990, a homossexualidade foi retirada do rol de doenças mentais da Organização Mundial da Saúde.  Infelizmente, ainda hoje, mais de 70 países condenam a homossexualidade como crime e em cinco deles com a pena de morte. No Brasil, mais de 300 assassinatos LGBTfóbicos apontam que é preciso ainda lutar muito contra o preconceito e o ódio à gays, lésbicas, bissexuais, transexuais e travestis. Por isso o dia 17 de maio também virou um dia de resistência.



Curitiba conta com vários eventos culturais LGBTs em Maio

A programação cultural da Cidade de Curitiba conta com três eventos importantes voltados para a temática LGBT no mês de maio. Os eventos são em homenagem ao Dia Internacional de Combate a Homofobia, que é celebrado no mundo todo no dia 17 de maio. Fazem parte do calendário a Exposição Temática - Personagens LGBTs, o Cinedebate - Websérie Her Story e a Roda de Leitura - Dia Internacional Contra a Homofobia.



Adolescente curitibano de 16 anos lança segundo livro sobre adoção por casal homoafetivo

A Casa Hoffmann, localizada no centro histórico de Curitiba, foi o local do lançamento do segundo livro escrito pelo jovem de 16 anos, Alyson Miguel. “Kayke, o menino transformado” traz a história de um garoto de São Paulo que é adotado por um casal de lésbicas e precisa lidar com a sua rebeldia para entender de onde vem o amor das mães. Publicado pela editora Appris, a obra tem inspirações auto bibliográficas.
 
Assim como Kayke, Alyson teve que se ver sendo separado da família biológica por conta de uma decisão judicial.



Páginas