futebol

Bandeira LGBT gigante marca campanha estadual contra a LGBTfobia no futebol paraense

A final do campeonato estadual do Pará deste ano, que teve o clássico Paysandu contra Remo, RexPa, no tradicional estádio do Mangueirão, deu um grande exemplo no último domingo, dia 07 de maio com os jogadores com camisas com a escrita “Diversidade. Eu respeito e você?” e uma brande bandeira do arco-íris que deu volta olímpica no estádio nas mãos das  líderes de torcida dos dois times. O jogo foi vencido pelo Paysandu, por 2x1, que levou a taça Açaí.  



Goleiro da Ponte Preta faz comentário homofóbico em entrevista ao vivo

O Goleiro de Futebol Aranha fez uma declaração homofóbica em uma entrevista ao canal SporTv após a derrota do seu time, Ponte Preta, para o Palmeiras pelo Campeonato Paulista na semana passada. O jogador, que teria sido questionado sobre o seu condicionamento físico pelo repórter, respondeu dizendo que tem repórter que gosta de homem e, por isso, fica atrás de jogador sarado. 
 
Mesmo com a derrota, o time se classificou para disputar a final do campeonato estadual. Entretanto, o goleiro, que não fez uma boa partida, saiu de campo com o semblante fechado.



Fã homofóbico diz que vai torcer para outro time e recebe resposta do rival: "melhor não"

É tão bom ver o futebol europeu se abrindo para a comunidade LGBT! O clube do Manchester United foi o primeiro time do Reino Unido a fazer uma parceria de peso com uma caridade voltada para a comunidade lésbica, gay, trans e bissexual. O time é oficialmente parte do Team Pride, um grupo organizado pela ONG Stonewall de formadores de opinião, que vai ajudar a trazer conhecimento para o universo do esporte.



Campeonato inglês tem rodada com as cores do arco-íris contra a homofobia

No último final de semana, os 20 times da liga principal inglesa, a Premier League, foram convocados para colocar mensagens de apoio e as cores do arco-íris em seus jogos e redes sociais, em apoio à campanha Rainbow Laces do grupo Stonewall. Cadarços coloridos, flâmulas e declarações contra a homofobia fizeram parte desta rodada em todos os 10 jogos do final de semana. Mas muitos times e jogadores não aderiram.



Futebol: CBF é multada e advertida por homofobia de torcedores pela FIFA

Os gritos homofóbicos de torcedores brasileiros no dia 6 de setembro, na Arena da Amazônia, em Manaus, no jogo Brasil x Colômbia, pelas Eliminatórias da Copa 2018, da Rússia, não passaram despercebidos. A entidade responsável pelo futebol brasileiro terá que pagar uma multa de 20 mil francos suíços (R$ 71,7) e foi ainda advertida pela Fifa. O anúncio foi feito na semana passada e outros 11 países foram advertidos por manifestações discriminatórias ou antidesportivas dos fãs, enquadrados no Artigo 67 do Código Disciplinar da FIFA (FDC).



Beijo lésbico na final da Copa do Mundo de Futebol Feminino foi histórico

No final da Copa do Mundo de Futebol Feminino neste final de semana, com vitória de 5 a 2 pela equipe dos EUA sobre o Japão, a atacante Abby Wambach correu até a arquibancada e deu um beijão em sua esposa, Sara Huffman, com quem é casada desde 2013. A cena emblemática mostra que o esporte está saindo do armário, e que o amor é igual a todos. A cena correu o mundo, mostrando que os EUA, onde o casamento gay foi aprovado uma semana antes, está muito a frente do conservadorismo que por muito tempo foi característica do país.




Time de futebol espanhol coloca bandeira do arco-íris no uniforme oficial

O time da primeira divisão do futebol espanhol  Rayo Vallecano anunciou esta semana seus novos uniformes em Madrid e causou na escola colorida e solidária. O segundo jogo do uniforme da tradicional equipe madrilena traz um arco-íris no lugar da tradicional faixa vermelha do clube. A homenagem é aos heróis anônimos, que vencem doenças e desafios impostos pela vida, entre eles o preconceito, afirmou o clube em seu perfil no Twitter, lembrando que a cada camiseta vendida doará 7 euros para uma instituição de apoio as diferentes causas defendidas pela campanha.




Vida de jogador de futebol gay Robbie Rogers vira série de comédia da ABC

A rede de TV ABC, dos EUA, anunciou esta semana sua mais nova aposta, a comédia “Men in Shorts” (Homens de Shorts). A história é baseada na saído do armário do jogador britânico Robbie Rogers do time Leeds United, que chegou a anunciar a sua aposentadoria precoce, aos 25 anos, depois de se assumir gay mas que deu a volta por cima ao fechar um contrato para jogar pelo LA Galaxy.




A Copa é dele: James Rodríguez, o garoto colombiano que roubou a cena

Nem Cristiano Ronaldo, nem Neymar, nem Messi e Müller (por enquanto), o nome da Copa 2014 é o meia colombiano James Rodríguez, ou Bam Bam, El Bandido, Niño Maravilha, ou James Bond Chicharo, como é conhecido em seu país. Na véspera da Final da Copa do Mundo do Brasil, em 12 de julho, na próxima semana, ele fará 23 anos. O mundo volta aos olhos ao garoto que joga do Sportive de Mônaco e corre o risco de ser o artilheiro da Copa com seis gols. Ao ser eliminado pelo Brasil junto a seu time na última sexta-feira, James chorou como criança e foi aplaudido.



A Fifa e o preconceito: Uma imagem vale mais do que mil palavras

Na última sexta-feira, a abertura do jogo Brasil X Colômbia, na Arena Castelão, em Fortaleza, que garantiu a vaga do Brasil nas semifinais da Copa do Mundo, começou de modo diferente. Os capitães das duas equipes leram um texto contra o preconceito e a discriminação. Thiago Silva, do Brasil, chegou a nomear a homofobia (discriminação por orientação sexual) e dizer que a seleção é contra o preconceito em todas as suas formas: “Em nome da seleção brasileira, declaro que rejeitamos qualquer tipo de discriminação seja racial, de gênero, de orientação sexual, ou étnica e religião.



GATOS DA COPA 2014 - Os jogadores mais bonitos da Copa do Mundo 2014

Selecionamos 92 jogadores (por enquanto) dessa Copa no Brasil que merecem a sua atenção. Além de de três fotos do gato, colocamos a idade e o país que ele representa. Vai que você passa por ele e pede um autógrafo.

Confira os nomes e abaixo as fotos. Em nosso facebook está rolando uma votação de quem é o mais gato, participe! Acesse aqui.

Aceitamos sugestões se acha que algum gato ficou de fora.



Confira os atletas super gatos que ficaram fora da Copa do Mundo

A Copa já vai começar mas nem adianta procurar no campo os gatos a seguir. Eles ficaram fora do mundial no Brasil, seja por conta da escalação do técnico, por contusão ou ainda por não terem se classificado para o mundial. Então, #naovaitercopa para eles...
 
Selecionamos 14 beldades que não estarão na Copa mas merecem toda a nossa homenagem e respeito (e o seu compartilhamento nas redes sociais):
 
 
Atletas super gatos que ficaram fora da Copa do Mundo 2014



Polêmica no futebol: Sheik acusa Lúcio de ser homofóbico depois de discussão em campo

O jogador Emerson Sheik, do Botafogo, que no ano passado postou um beijo gay com um amigo, em uma brincadeira com sua esposa contra a homofobia, quando era atacante pelo Corinthians, acusa o zagueiro Lúcio, do Palmeiras, da seleção do penta, de ser mau caráter e homofóbico. Durante o intervalo de um jogo entre os times nesta quarta-feira, que terminou com a vitória por 2 a 0 para o time carioca, depois de uma discussão dentro de campo, Emerson afirmou em entrevista ao SporTV que foi chamado de gay em tom pejorativo e soltou os cachorros em cima do oponente.




Especial Gatos da Copa: Todos os motivos para a seleção da Espanha ser a mais bonita do mundo

Na primeira fase da Copa do Mundo, a capital paranaense receberá as seleções da Espanha, Irã, Nigéria, Honduras, Equador, Argélia, Rússia e Austrália para quatro jogos. Apesar de Irã, Nigéria, Argélia e Rússia representarem territórios hostis aos homossexuais, a Espanha é o verdadeiro oásis de tolerância e seus jogadores ficarão concentrados na cidade. Se não bastasse o calor do povo espanhol, a seleção da Espanha, atual campeã mundial, é a mais bonita do mundo.



Futebol: Ex jogador da seleção alemã sai do armário após se aposentar

Aposentado precocemente no ano passado aos 31 anos, o ex meia da seleção alemã de futebol entre os anos de 2004 e 2011, Thomas Hitzlsperger, afirmou que é gay em entrevista publicada  hoje pelo jornal alemão Die Zeit."Estou expressando minha sexualidade porque quero promover a discussão da homossexualidade entre atletas profissionais" afirmou o atleta que espera que sua declaração minimize o preconceito no mundo do futebol.



Páginas