gente

DJ Aron lança campanha contra o preconceito com vídeo super lindo de remix de Whats´s Up

O DJ Aron, que faz parte do cast da We Party Tour, Xcelsior, da Parada Gay Mundial de Madri, lançou no último dia 20 de fevereiro um remix da música What’s Up, eternizada por 4 Non Blondes, com participação da cantora Beth Sacks. O "Hope Remix" ganhou um vídeo clipe de 4m30s, uma iniciativa do cantor em espalhar o amor em sua forma mais elementar e sem preconceitos, antes do lançamento oficial da música. Com as hashtags #onelove #loveislove, o DJ quer chamar atenção ao preconceito aos casais que fogem do padrão.




Fortuna e corpo de George Michael ainda esperam resultado das investigações de sua morte

O cantor George Michael, ex-vocalista da banda Wham!, faleceu no Natal passado e, desde então, seu corpo ainda não foi liberado para o funeral. O motivo da demora para a realização do procedimento é um mistério, mas uma ação dos advogados do falecido, que bloqueou a fortuna do cantor, deixou os parentes e amigos preocupados. O corpo ainda passa por testes toxicológicos para descobrir o motivo da morte do artista.
 
A fortuna de George é estimada em 105 milhões de Euros, só a casa do cantor em Londres está avaliada em 10 milhões de reais.



Sem noção: Anitta diz ser a "cura gay" e é acusada de homofobia

 
Durante o Baile da Vogue no dia 16 de fevereiro, uma festa realizada pela famosa revista em São Paulo na última quinta-feira celebridades, a cantora Anitta se apresentou com alguns dos seus hits. A cantora caiu no gosto do público, inclusive da comunidade LGBT, que dança suas músicas nas casas noturnas LGBTs do país todo. Mas ela mostrou sua ignorância mais uma vez ao afirmar ser “a cura gay” para um grupo de homens que dançavam em frente ao palco. 
 
A cura gay é uma expressão usada por políticos e pessoas que não entendem a condição da homossexualidade.



Drag queen é madrinha de escola de samba no Rio de Janeiro

Quanto você estaria disposta a pagar na sua fantasia para ser madrinha de bateria de uma escola de samba do Rio de Janeiro? Gaby Rodin, drag queen que ficou famosa ao participar do programa “Tudo pela Audiência”, gastou cerca de R$ 50 mil na sua fantasia. Rodin é a primeira rainha de bateria drag do carnaval carioca e vai representar a Acadêmicos de Madureira, do grupo de acesso. 
 
A inspiração de fantasia vem de Luiza Brunet, que desfilou pela Imperatriz Leopoldinense, em 2016. "Minha referência no carnaval é a Luíza Brunet.



Aos 70 anos, Susan Sarandon diz que sua sexualidade é fluída

Susan Sarandon é uma premiada atriz norte-americana que chegou aos 70 anos com a carreira em alta e que, ao lado de Meryl Streep, ocupa o patamar de uma das melhores atrizes do mundo em atividade. Já atuou em filmes como Anjo de Vidro, Elizabethtown e The Middle. Agora, Susan surpreende todos ao falar abertamente sobre a sua sexualidade que, segundo a artista, tem um caráter fluído. 
 
Em entrevista ao PrideSource, ela contou: “A minha orientação sexual não é definida, acho que pode-se afirmar isso”.



Vogue francesa tem sua primeira capa com uma modelo trans

A Vogue Francesa quer derrubar todas as estruturas com a edição de Março. A segunda maior edição do ano vai trazer a modelo trans brasileira Valentina Sampaio, que se tornará a primeira modelo trans a ser capa de uma edição da importante revista. A edição inteira será focada nos desafios de encarar as mudanças nos padrões de beleza e de como eles devem ser celebrados e incluídos. A manchete é: “Beleza transgênera: como eles estão mudando o mundo”.




Morre adolescente gay que teve mangueira de alta pressão colocada em seu ânus no trabalho

O crime aconteceu na cidade de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Perto das 22h da sexta-feira, 03, o dono de um lavacar ligou para a família de um dos seus funcionários informando que o garoto de 17 anos precisava ser levado ao hospital por conta de "umas brincadeiras". O ocorrido foi que o dono, de 20 anos, e outro funcionário, de 30, seguraram o garoto e inseriram uma mangueira de compressão de ar no ânus do garoto.
 
Encaminhado pela família para a Santa Casa, o adolescente precisou passar por uma cirurgia e foi parar na UTI por ter rebaixamento de consciência.



Tom of Finland vai virar emojis e promete fazer muito sucesso

Tom of Finland foi um artista Finlandês que contribuiu para a transformação da imagem do universo homossexual no século XX. Responsável pelas ilustrações eróticas mais icônicas da década de 60, 70 e 80, o artista representou um universo de erotismo e fetichismo baseado em homens musculosos, machos e selvagens, que fizeram parte da sua adolescência e vida adulta nas ruas e fazendas finlandesas.




Domingueiras fazem sucesso em Curitiba: Slainte, Simão, Cats e Route 69

Quem disse que domingo é dia de descansar está muito enganado. O povo quer mais é festar, beber, cair e levantar. Em Curitiba, algumas casas noturnas estão dominando as tardes e noites de domingo com as suas festas domingueiras. Slainté, com o seu pop e público bem diversificado, o Simão, com matinê, a Cats Club e a Route 69 com suas festas temáticas. Conheça um pouco mais sobre as festas de cada casa, todas inclusivas:
 
Slainté
Domingo é dia de festas temáticas no Slainté Irish Pub, no Batel. A Coolt e a Puta Festas são alguns exemplos.



Favorito em pesquisas presidenciais da França tem sua sexualidade questionada e afirma ser hétero

Emmanuel Macron é um político francês de 39 anos, um dos favoritos à presidência da França nas eleições de 2017. Rumores duvidam sobre sua sexualidade. Há quem espalhe boatos de que ele é homossexual, mesmo sendo casado com Brigitte Trogneux - 24 anos mais velha do que ele. Macron nega, afirma ser heterossexual e sempre que é questionado, responde com bom humor, sem qualquer repúdio ou preconceito. 
 
O principal argumento da oposição, que reforça o boato acreditando ser negativo, é de que o casamento de Macron com uma mulher 24 anos mais velha é uma farsa.



Formation: Família de ativista gay morto processa Beyoncé em US$ 20 milhões

Pela primeira vez na carreira musical de Beyoncé, ela larga o Pop e se lança com músicas afiadas, que expõe o racismo institucionalizado na sociedade americana. Em seu novo álbum Lemonade, Beyoncé fala sobre a opressão da polícia contra a população negra, o racismo e a inferiorização da cultura negra. A música e o clipe de Formation são uma aula sobre cultura black e, por isso, estão indicados ao Grammy. Entretanto, nem todos enxergam o sucesso da música dessa forma.



Lady Gaga grava participação em nova temporada de RuPaul´s Drag Race

A Logo TV, produtora do reality RuPaul’s Drag Race, liberou uma semana depois do cast da 9ª temporada, um vídeo com a cantora Lady Gaga completando a frase da Mama Ru “Ladies, start your engines, and may the best women win”. Logo em seguida, as queens participantes da nova temporada entram em euforia. O que será que Gaga vai fazer no programa? Vai ser jurada convidada ou há mais surpresa por aí?
 
O vídeo traz Gaga produzida no melhor estilo estravaganza das queens, ao lado de RuPaul, que veste um conjunto amarelo gema.



Lady Gaga canta hino gay Born This Way no Super Bowl

A cantora Lady Gaga foi a principal atração do intervalo do SuperBowl, final da NFL (National Football League), um dos principais eventos esportivos e televisivos dos Estados Unidos. Os comentários sobre a apresentação quebraram as Redes Sociais até no Brasil, onde o evento não é tão acompanhado. Fato é que Lady Gaga cantou Born This Way, hino LGBT, no evento, em um estádio do Texas, um dos estados mais conservadores do país.
 
O portal “USA Today” ressaltou que durante a letra de Born This Way, há a estrofe “não importa se você é gay ou bi, lésbica ou transgênero”. Esta seria a primeira vez que a palavra transgênero fora dita em um Super Bowl. Apesar do marco, a apresentação de Gaga deixou a desejar para muitos fãs, que esperavam mais ousadia e ativismo da sua parte. 
 
“O público esperava algo mais politicamente explícito”, comentou Daniela Mussi no Facebook. Seja por ordens da organização ou por escolha de um repertório com críticas embutidas, Lady Gaga não fez nenhum discurso abertamente contra Trump, mesmo tendo declarado publicamente a sua posição contrária ao presidente. Fato é que Gaga deu um espetáculo e não deixou a desejar ao homenagear a comunidade LGBT com Born This Way.
 
A apresentação foi o 2º Maior Show do Intervalo do Super Bowl em número de audiência, ficando atrás apenas do apresentado por Katy Perry, em 2015. Gaga foi confirmada logo em seguida para o Rock In Rio deste ano, na programação do primeiro dia.


Confira o show da Mama Monster:






 
A cantora Lady Gaga foi a principal atração do intervalo do SuperBowl, final da NFL (National Football League), um dos principais eventos esportivos e televisivos dos Estados Unidos. Os comentários sobre a apresentação quebraram as Redes Sociais até no Brasil, onde o evento não é tão acompanhado. Fato é que Lady Gaga cantou Born This Way, hino LGBT, no evento, em um estádio do Texas, um dos estados mais conservadores do país.
 
O portal “USA Today” ressaltou que durante a letra de Born This Way, há a estrofe “não importa se você é gay ou bi, lésbica ou transgênero”. Esta seria a primeira vez que a palavra transgênero fora dita em um Super Bowl. Apesar do marco, a apresentação de Gaga deixou a desejar para muitos fãs, que esperavam mais ousadia e ativismo da sua parte. 
 
“O público esperava algo mais politicamente explícito”, comentou Daniela Mussi no Facebook. Seja por ordens da organização ou por escolha de um repertório com críticas embutidas, Lady Gaga não fez nenhum discurso abertamente contra Trump, mesmo tendo declarado publicamente a sua posição contrária ao presidente. Fato é que Gaga deu um espetáculo e não deixou a desejar ao homenagear a comunidade LGBT com Born This Way.
 
A apresentação foi o 2º Maior Show do Intervalo do Super Bowl em número de audiência, ficando atrás apenas do apresentado por Katy Perry. 



It Gets Better Brasil será lançado em março em Curitiba

 
Curitiba será mais uma vez pioneira ao receber a parceria do projeto It Gets Better, que se consagrou como um movimento mundial de ajuda a jovens LGBTs em situação de opressão e abuso. O Espaço Paranaense da Diversidade anunciou, com alegria, a chegada do material promocional da campanha, camisas, bottons e adesivos, e informou sobre a gravação do primeiro vídeo em Curitiba, que acontecerá no dia 17 de março, durante as comemorações dos 25 anos do Dignidade.



Miguel Falabella desconstrói mitos sobre a homossexualidade com peça “God”

E se Deus estivesse cansado de todo esse preconceito e julgamento errado que acontece no mundo todo, o que ele faria? Na peça “God”, de Miguel Falabella, Deus desceria para a Terra, ou melhor, para os palcos, e ao lado dos seus arcanjos Gabriel e Miguel, questionaria as noções religiosas sobre os seus mandamentos, por meio de muita comédia. A peça está em cartaz no teatro Procópio Ferreira, em São Paulo, até o dia 19 de fevereiro. Mas já passou por Curitiba e pretende voltar para o sul do país.
 
Falabella interpreta o Todo-Poderoso, além de ser o diretor da peça.



Páginas