homenagem

Conhecido artista drag e ativista gay é morto em plena rua em São Francisco

O conhecido DJ, artista e ativista  Anthony Torres, também conhecido pelo seu nome de drag “Bubbles”, foi assassinado a tiros na madrugada de sábado, por volta das 3h, nas ruas do bairro de Tenderloin, em San Francisco, Califonia. Segundo testemunhas, depois de tocar em uma casa noturna da região, ele foi abordado por um homem, e que começaram a discutir logo em seguida. Apesar do relato, a polícia não está tratando como um crime de ódio.



Modelo catarinense e youtuber comete suícidio e choca os amigos

Foi anunciado em um post no Facebook, no dia 20, que um modelo catarinense (o nome e foto foram suprimidos a pedido da família e amigos), de 25 anos, teria falecido em sua casa, vítima de suícidio. Ainda na mesma postagem, segundo o seu amigo, Ismael Victor Rohr, a causa da morte foi uma overdose de remédios. Ismael apagou a postagem após um pedido da família. A Lado A entrou em contato com a Polícia Civil de São Paulo e com o IML em São Paulo. Os laudos conclusivos sobre a morte do modelo sairão apenas apenas 90 dias.



Uma homenagem à eterna Elke Maravilha

Eike Maravilha é uma daquelas poucas pessoas que viram marcos históricos. Ela é um símbolo para a comunidade LGBT brasileira, assim como Madame Satã, Camem Miranda e Ney Matogrosso, entre outros. Sua carreira artística, suas entrevistas e seu visual romperam com os paradigmas sociais, criando novas formas de se expressar, fazer política e arte.



Foi você quem matou a travesti Natasha Correa?

A polícia ainda não prendeu quem colocou fogo na noite de 27 de dezembro em Natasha Correa, 37 anos, na Avenida Victor Ferreira do Amaral, em Curitiba. Sabe-se que um carro a abordou na esquina da rua Paulo Kissula e que jovens saíram do veículo, jogaram gasolina nela e atearam fogo na transexual na madrugada daquele domingo.



Padaria de Curitiba imprime em embalagens a mensagem "Homofobia é Crime"

Sensibilizado com o preconceito contra os homossexuais, o dono de uma padaria em Curitiba no bairro do Uberaba, a Magia do Pão, resolveu ajudar na campanha contra a homofobia. A iniciativa foi destaque hoje no jornal do meio dia da RPC TV, afiliada da Rede Globo no Paraná. Aderson Arendt conta que acredita que o amor sempre tem que vencer e que depois de testemunhar o preconceito dentro de seu próprio estabelecimento resolveu agir por conta própria.