homofobia

EUA: Movimento quer liberdade de lésbica de 18 anos presa por namorar menor de 15 anos na Flórida

Kaitlyn Hunt, da Flórida, EUA, está presa desde Fevereiro e sua família luta por sua liberdade. Ela foi enquadrada em uma lei estadual que não permite envolvimento sexual com menores entre 12 e 16 anos de idade . A lei que condena a "agressão lasciva e indecente de criança de 12 a 16 anos" vale para todos mas o estado não possui nenhum registro de rapazes presos por namorar meninas menores. Sua família diz que a lei está sendo aplicada por homofobia da família da outra moça, que denunciou o relacionamento que havia começado quando Kaitlyn também era menor de idade.



Juiz de Paz no Pará diz que pediu afastamento para não celebrar casamento gay

Segundo informações do site "G1", o juiz de paz José Gregório, de 75 anos, há sete anos está no cargo como voluntário do Cartório Único Oficio de Redenção, cidade no sudeste do Pará, pediu afastamento do cargo. Gregório é pastor da Assembleia de Deus da cidade há mais de 40 anos e é contra a realização do casamento civil entre pessoas do mesmo sexo. Ele alega que fere os seus princípios realizar tal cerimônia “Deus não admite isso. Ele acabou com Sodoma por causa desse tipo de comportamento”, declarou José Gregório. “Acho essa decisão horrível.



Curitiba: Vereadores evangélicos deixam sessão de debate sobre homofobia

Nesta segunda-feira, a Câmara Municipal de Curitiba recebeu militantes do movimento LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneros) para uma sessão de plenário aberto, no qual os convidados poderiam falar aos vereadores sobre o tema. Porém, antes do início da sessão, nove dos 11 vereadores da chamada bancada evangélica da Câmara (que tem ao total 38 representantes), abandonaram o plenário por conta da interrupção da sessão ordinária que concederia Título de Cidadão Honorário ao Pastor Marcelo Bigardi.



Confusão e pancadaria em ato contra a homofobia na Georgia

No Dia Internacional de Combate à Homofobia, nem tudo são flores. Um grupo de ativistas e simpatizantes a causa LGBT se preparava para fazer uma marcha contra a homofobia, o que seria a primeira parada do orgulho gay na Geórgia, ao leste da Europa, quando milhares de manifestantes contrários à causa começaram a confusão, investindo contra centenas de policiais da força especial e alguns poucos manifestantes que ousaram participar da manifestação. 



Homem chamado de “veado” no trabalho receberá indenização de R$5 mil em Belo Horizonte

Um supermercado da cidade de Sabará (MG), na Região Metropolitana de Belo Horizonte, terá de indenizar seu funcionário em R$5 mil reais por conta de acusações de homofobia e discriminação dentro de seu estabelecimento. O funcionário que não teve seu nome revelado por conta de se tratar de um "crime de honra" era diariamente discriminado por seu gerente e subgerente que além de proferirem palavras de baixo calão para o funcionário ainda o tratavam de forma diferente dos demais funcionários do supermercado. 



Rapaz bissexual de Cascavel é vítima de duas agressões por conta de sua orientação sexual

Mais uma vítima de violência por conta de sua orientação sexual. A agressão desta vez ocorreu em Cascavel, no Paraná. Maisson Dyeimes Portes, de 19 anos, foi vítima de dois ataques, segundo ele. O primeiro ocorreu no dia 13 de Abril, dentro do Terminal Urbano Leste, quando um jovem desconhecido se aproximou dele e começou a xingá-lo gratuitamente. Em entrevista ao site “G1” Maisson disse não ter dado motivos. “Ele atirou um copo na lotação (ônibus) e quebrou o vidro”, contou. 



Novos crimes homofóbicos no Rio e São Paulo exemplificam urgência do PLC 122


Diego Santos, 30 anos, monitor educacional, prestou queixa à polícia no último domingo e alega ter sido agredido a pauladas por três homens e uma mulher que ainda tentaram roubar o rapaz na madrugada anterior no Parque Ibirapuera, em São Paulo. Ele estava conversando com mais dois amigos quando um grupo de pessoas apareceu no parque gritando para que os mesmos saíssem do local, os indivíduos estavam armados de paus e pedras. Em seguida, eles foram agredidos, a primeiro momento sem motivo algum. 



Dirigente da ABGLT quer ação civil pública contra Feliciano por chamar pais gays de estupradores

Toni Reis, dirigente da ABGLT (Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais), pediu ao Ministério Público Federal que abra uma investigação contra o deputado Marco Feliciano (PSC-SP), por conta de uma mensagem homofóbica postada no Twitter do deputado no último dia 1º de abril.  Tudo começou quando o assessor do deputado Roberto Marinho postou uma mensagem em seu Twitter. Na mensagem, o assessor chama a atenção e Feliciano em relação a uma reportagem da TVB, afiliada da Record em Campinas, sobre um caso de uma criança que teria sofrido abusos por um casal gay.



Vídeo homofóbico de artista evangélico incita o preconceito e prega contra direitos gays

Um vídeo pra lá de preconceituoso começou a circular na internet esta semana.  Nele, um rapaz chamado de Juninho Lutero que inclusive tem uma página oficial na rede social Facebook, intitulada Ministério Junhinho Lutero que parece ser um rapper, ínsita em sua letra o preconceito e desrespeito total as diferenças. Ele cita palavras bíblicas e diz que defende o direito de criticar o estilo de vida homossexual e defende o casamento entre homem e mulher.



África do Sul: Mortes em campo de concentração para cura gay chocam o mundo

O dono de um acampamento para cura de gays na África do Sul, Alex De Koker, 49, e seu empregado Michael Erasmus, 20, estão respondendo pela morte de três jovens e crime de tortura, abuso infantil e negligência. Eles coordenavam um centro de treinamento para jovens criado em 2006 com a promessa de transformar meninos em homens. Os jovens gays e afeminados eram obrigados a passar fome e comer as próprias fezes.



EUA: Companheiro é expulso de hospital após chegada da família de paciente

Roger Gorley foi visitar esta semana seu companheiro Allen, com quem vive há 5 anos e foi surpreendido com a notícia de que a família de seu parceiro não desejava a sua presença. Ele foi preso e impedido de visitar o companheiro por uma ordem judicial. O hospital ignorou uma medida do presidente Obama, em 2010, que afirma que deve ser respeitado o direito do paciente em escolher o seu acompanhante.



Novas imagens mostram momento da agressão a jovem gay em clube de Balneário Camboriú

André Barbosa, 22, vítima de um espancamento por seguranças da boate 2ME do Grupo Green Valley, em Balneário Camboriú, na madrugada do último domingo, 7, recebeu duas imagens de uma testemunha da violência que sofreu naquele dia. Em uma das imagens, ele está sendo segurando por um dos seguranças e claramente seus pés não tocam no chão, por causa de um soco forte que recebeu. Na outra, está no chão, sendo chutado.



Jovem espancado em clube de Balneário Camboriú suspeita que agressão começou por reclamação de outro cliente

André Barbosa, 22 anos, vítima de uma agressão covarde de dois seguranças do clube 2ME, na Avenida Atlântica, Barra Sul, em Balneário Camboriú, ocorrida por volta das 3h, desde Domingo, na frente da casa noturna, conversou com a Lado A por telefone e narrou o horror que viveu. A noite de sábado na companhia de amigos terminou no hospital. Ele teve um nariz quebrado, luxações e escoriações pelo rosto e tórax. Seu braço ficou roxo. Seu anel de prata entortou enquanto ele se defendia dos golpes em sua face, dados com joelhadas por dois seguranças.



Balneário Camboriú: Clube 2me nega agressão a jovem gay e diz que grupo promovia algazarra

De forma a não se comprometer com o caso do jovem André Barbosa, 22 anos, agredido por dois seguranças do lado de fora do clube “2me music essence” do grupo Green Valley, na Barra Sul, em Balnário Camboriú, na madrugada deste Domingo, a empresa emitiu nota oficial se pronuciando sobre o acontecido, dizendo que não possui preconceitos. A nota diz que o assunto será averiguado mas mostra que a casa não pretende assumir responsabilidade nesse momento.




Páginas