militancia

Coletivo Cássia promove eventos em Curitiba para mulheres lésbicas, bissexuais e transexuais

No dia 13 de novembro, o evento “Ideias e Ideais de Mulheres Transformadoras LBT (Lésbicas, bissexuais e transexuais)”, organizado pelo Coletivo Cássia, reuniu mulheres curitibanas para debater sobre empreendedorismo e empoderamento feminino. O encontro garantiu a participação de grandes profissionais como a coordenadora do Procon do Paraná, Cláudia Silvano; e o grupo musical Mulamba. 




XVIII Parada da Diversidade LGBTI de Curitiba trouxe o brilho e o calor com 60 mil pessoas

No último domingo, 5 de novembro, aconteceu a 18ª Parada LGBTI de Curitiba. Em meio ao tempo fechado e com garoa fina, milhares de pessoas se reuniram na Praça 19 de dezembro em direção à Praça Nossa Senhora da Salete, no Centro Cívico. O tema do evento deste ano é “O que eu tenho a ver com isso?”, elaborado com o intuito de aproximar a sociedade do movimento para que contribua com o fim do preconceito.




Assembléia Legislativa do Paraná promove audiência pública sobre a “cura gay”

O Grupo Dignidade em parceria com o Conselho Regional de Psicologia do Paraná promovem uma audiência pública sobre a chamada “cura gay” na Assembléia Legislativa do Paraná no próximo dia 31. O evento foi pedido pelo deputado estadual Professor Lemos e faz parte da campanha do CRP “Diferença não é Doença. Respeito é um direito”. Com fala aberta, será debatido o tema exposto os motivos que justificam que a proposta não é coerente nem com a Psicologia e nem com os direitos LGBT.



Guairinha receberá pela primeira vez a VII edição do Miss Curitiba Trans

O mês de novembro começa colorido este ano. Logo no dia 3, sexta-feira, a noite curitibana conta com o Miss Curitiba Trans VII edição, que acontecerá no Teatro Guairinha pela primeira vez. O evento terá início às 19h e contará com a participação de diversas candidatas. Além disso, estarão presentes os cantores Michele Mara e Léo Fressato. O júri que escolherá a vencedora será composto por importantes técnicos de moda e beleza de Curitiba. 



A quem contempla o movimento LGBT e sua trajetória?

Ao analizarmos a história das conquistas LGBT’s, muito se destacam as turbulências pertinentes a todo um processo de transformação. Iniciado por volta dos anos 70, o movimento atendia primeiramente apenas às expectativas gays. Com o passar dos anos e com o avanço das conquistas da mulheres, as lésbicas também passaram a reivindicar seus espaços em movimentos de igualdade. O mesmo sucedeu- se com as travestis e transexuais, e as pessoas bissexuais. Assim formou-se a sigla LGBT, fazendo referência à Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneros.    



29 de agosto: Dia Nacional da Visibilidade Lésbica

No dia 29 de agosto é comemorado o Dia da Visibilidade Lésbica no Brasil. A data é fruto de um evento realizado em 2006, o 1º Seminário Nacional de Lésbicas, no qual discutiu-se a importância da visibilidade para a promoçâo do respeito e inibir violências.

Em todo o país, movimentos sociais de direitos humanos promovem debates e reflexões acerca da mulher lésbica.  A invisibilidade contribui para a banalização, esteriotipação e perpetuação de discriminações, uma vez que pouco ou nada se propõe exclusivamente para as lésbicas no sentido de políticas públicas ou projetos.



Marsha P. Johnson e Sylvia Rivera: ativistas LGBT que por pouco não caíram no esquecimento

Distraídos com a repercussão de novas personalidades LGBT, principalmente no meio artístico, é muito comum que pouco ou nada se recorde de ativistas que marcaram época e foram peças fundamentais para os avanços dos direitos e conquistas de espaços LGBT. Pertinente à invisibilidade, frequente é o debate da desconsideração conferida às pessoas trans no meio LGBT, sob o argumento de que o movimento eleva-se como gay, ignorando as demandas e pautas transgênero.




Simmy Larrat é a primeira presidenta em 22 anos da ABGLT

No dia 11 de agosto, a paraense Simmy Larrat foi eleita presidenta da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Travestis e Transexuais (ABGLT). Ela é a primeira mulher trans à ocupar o cargo, antes liderado somente por homens gays.
Na página da ABGLT no Facebook, Simmy comemorou o resultado da eleição ao lado da vice-presidenta, Heliana Hemeterio dos Santos, lésbica e negra: “Nós da ABGLT não compactuaremos com nenhum tipo de opressão, como o machismo e lutaremos contra a transfobia e toda forma de violência contra orientação sexual e identidade de gênero", declarou.



Todo iluminado, prédio histórico da UFPR recebe simpósio LGBT e vigília

O prédio histórico da Universidade Federal do Paraná foi iluminado com as cores do arco-íris esta semana para o I Simpósio da Diversidade Sexual, evento organizado pelo coletivo de alunos ATP e apoiado pelos núcleos de pós graduação e pesquisa em Direito. Anualmente o evento UFPR fora do Armário marcava a data de 17 de Maio, Dia Internacional de luta contra a homofobia, mas este ano a iluminação ficou mais bonita e destacada, fazendo sucesso.




Curitiba tem vigília contra a LGBTfobia na Santos Andrade

Em 17 de maio de 1990, a homossexualidade foi retirada do rol de doenças mentais da Organização Mundial da Saúde.  Infelizmente, ainda hoje, mais de 70 países condenam a homossexualidade como crime e em cinco deles com a pena de morte. No Brasil, mais de 300 assassinatos LGBTfóbicos apontam que é preciso ainda lutar muito contra o preconceito e o ódio à gays, lésbicas, bissexuais, transexuais e travestis. Por isso o dia 17 de maio também virou um dia de resistência.



Cinco perguntas frequentes sobre os Direitos LGBTs

Até mesmo quem faz parte da comunidade LGBT tem dificuldade em acompanhar alguns conceitos e novidades sobre Direitos. Por isso, hoje vamos responder algumas das principais perguntas de quem entra em contato com esses discursos. Confira:
 
- O que a sigla LGBT representa?
A sigla é uma forma de dar representatividade para todas as identidades que fazem parte da comunidade de minorias sexuais e de gênero.



Argentina inaugura primeira estação de metrô LGBT do mundo

Os hermanos saíram na frente e inauguraram a primeira estação de metrô dedicada a um ativista da causa LGBT. Ela foi criada e nomeada em homenagem a Carlos Jauregui, um dos maiores ativistas argentinos, primeiro presidente da Comunidade Homossexual Argentina. Além do nome, a estação traz frases de Jauregui, pinturas, informações sobre como denunciar casos de homofobia, cuidados com DSTs e uma escadaria colorida. 
 
A estação fica em Buenos Aires, na Santa Fé, linha H.



Segunda Marcha pela Diversidade de Curitiba acontece em Maio

Em celebração ao Dia Internacional contra a Homofobia e Transfobia, que acontece no dia 17 de Maio, o Grupo Dignidade de Curitiba promove a Segunda Marcha pela Diversidade no dia 21 de Maio, saindo da Praça Santos Andrade, com concentração às 13h30. O objetivo do evento é adicionar mais uma data importante para a luta de direitos de lésbicas, gays, travestis, transexuais e bissexuais. 
 
Durante a concentração, vai acontecer uma oficina de cartazes, para que os participantes possam escrever seus protestos de forma orientada e consciente.



Cursinho Tô Passada de Curitiba comemora aprovações e abre inscrições para este ano

O “Tô Passada” é um cursinho preparatório destinados a pessoas trans, gays, lésbicas, bissexuais e travestis. O objetivo é ajudar a encaminhar alunos para serem aprovados no Exame Nacional do Ensino Médio, o ENEM, e conquistar aprovações em universidades do país. Outra vertente do projeto é dar suporte para o crescimento profissional do grupo, com oficinas sobre construção de curriculum, desenvolvimento pessoal e profissionalismo.



Páginas