militancia

Conheça o novo Mapa do Orgulho LGBT do Google

Você já teve um momento especial de orgulho LGBT que gostaria de compartilhar com as outras pessoas para que elas também frequentassem aquele local ou soubessem que certa pessoa respeita a diversidade? Pois é, o que faltava era uma plataforma que agregasse essas histórias. Por isso, o Google um mapa, na sua interface do Google Maps, chamado “Lugares de Orgulho”.



Bicha: ser ou não ser, não é a questão (Bicha sim, pero no mucho)

O recente documentário pernambucano Bichas abre a discussão de forma impactante com jovens dizendo que são bichas. O termo, carregado de preconceito, é absorvido por parte da comunidade LGBT como forma libertária de apropriação do significado pejorativo. Há diversas hipóteses para o uso no Brasil da palavra. A mais coerente é que, segundo o livro "Além do Carnaval", do pesquisador James Green, veio do francês, da palavra “biche”, fêmea do veado, também usado por lá no passado para designar as donzelas. Aqui virou sinônimo de rapariga ou puta.



Grupo Dignidade comemora 24 anos de ativismo no Paraná

Quando um homem, principalmente se for homossexual, conta que tem 24 anos, pode esperar que em seguida vai vir alguma piadinha sobre esse ser o número do “viado” e uma série de risadinhas homofóbicas. Sabendo do estigma, o Grupo Dignidade, que completa essa idade em 2016, pretende se empoderar do número e fazer uma ação que prova o valor que a comunidade LGBTQ têm para a luta social. 



Drag queens invadem ALEP para homenagem para As Deendjers

Com direito a coquetel e sessão solene, as Deendjers, famosas drag queens curitibanas, receberam um certificado de Menção Honrosa no Plenário da Assembleia Legislativa do Paraná nesta segunda-feira. Com proposição da deputada Maria Victoria (PP), acolhida por unanimidade na casa, os cabeleireiros e maquiadores Thiago Vilas Boas Mendonça e Vinícius Lavezzo receberam destaque por seu trabalho artístico e cultural como drag queens. Nos diplomas, o nome "As Deendjers" recebia destaque. Um importante reconhecimento para todas as drag queens do Paraná.



ABGLT denunciará deputado Eduardo Cunha na Corte Europeia dos Direitos Humanos

O Presidente da Câmara dos Deputados, em Brasília, Eduardo Cunha, é bastante conhecido por suas decisões polêmicas e declarações homofóbicas, seguindo a maré de Marco Feliciano, Jair Bolsonaro, Levy Fidélix e outros políticos homofóbicos. O autor dos projetos de lei que penaliza a discriminação contra heterossexuais e institucionaliza o “Dia do Orgulho Hétero” vai ser denunciado na Corte Europeia dos Direitos Humanos pela Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais - ABGLT.




Relatório GGB 2015: 318 LGBTs foram mortos no Brasil no ano passado

Segundo dados do Grupo Gay da Bahia, GGB, divulgados nesta quinta-feira, 28/01, em 2015 foram registrados 318 assassinatos de gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros no Brasil. O número da homofobia letal no país é levemente menor do que 2014, quando foram registradas 326 mortes. Destas mortes, 52% são gays, 37% travestis, 16% lésbicas, 10% bissexuais. As mortes por arma branca e arma de fogo são a grande maioria. Os dados foram retirados de registros de jornais e como informa o grupo são menores do que a realidade.




Conheça a ABRAFH: Porque toda família merece proteção

A ABRAFH, Associação Brasileira de Famílias Homoafetivas, nasceu em 2013, depois de uma audiência pública na Comissão dos Direitos Humanos do Senado. Com o objetivo de resguardar os direitos e proteger as famílias de casais e pessoas LGBTQs, a ideia surgiu através de um grupo do Facebook de pessoas que tinham o interesse de compartilhar experiências sobre suas famílias homoafetivas.



Sede do Grupo Dignidade é ponto de testagem rápida para o hiv do projeto A Hora é Agora

O projeto A Hora é Agora ficou conhecido nacionalmente por sua proposta em oferecer a testagem grátis para HIV em pontos estratégicos da cidade com um trailer, assim como através do aplicativo e pelo site, pelos quais as pessoas pedem e recebem em casa, ou retiram na Farmácia Popular no Centro de Curitiba, um kit para auto teste para o hiv. O Grupo Dignidade fechou uma parceria com o programa e também oferece o teste em sua sede.




Primeira escola LGBT do Sul dos EUA será fundada em Atlanta

Nove em cada 10 estudantes LGBTs afirmam que já se sentiram ofendidos ou sofreram bullying em escolas públicas dos Estados Unidos. Com a maior visibilidade conquistada pelo movimento, jovens homossexuais e transexuais passaram a ter noção e a viver a própria sexualidade mais cedo. Desta forma, escolas com políticas educacionais voltadas para esse público começaram a surgir nos Estados Unidos, principalmente na região Norte. 
 
Atlanta é a primeira cidade do Sul dos Estados Unidos, região mais conservadora do país, a receber uma escola com esse foco.



Veja quem são as divas nacionais dos gays e porque elas são tão amadas

Cher, Cindy Lauper, Beyoncé, Britney Spears, Lady Gaga, Madonna, Nick Minaj, entre outras, todas elas já se consolidaram no mundo Pop internacional como divas da comunidade gay. O melhor de tudo é que elas sentem orgulho em ostentar esse status e levantar a bandeira LGBT. Mas, e no Brasil? Quem são as cantoras nacionais amadas pelo público gay e que já deram declarações de apoio? A Lado A fez uma seleção das maiores divas nacionais. Se a sua diva preferida não consta na nossa lista, nos informe nos comentários. Ficaremos felizes em partilhar esta informação. Confira:





Conheça os personagens LGBTQs das séries que concorreram ao Globo de Ouro de 2016

A noite do último domingo, 10, foi marcada por uma das maiores premiações do cinema e televisão do mundo, o Globo de Ouro. Dividido em 10 categorias para televisão, o prêmio é uma tradição da Associação da Imprensa Estrangeira de Hollywood e seleciona os melhores seriados de comédia, drama e minissérie. E para checar a quantos anda a representatividade da comunidade gay nos episódios dessas séries, a Lado A preparou uma lista com os principais personagens homossexuais das produções, confira:



Veja a evolução dos medicamentos e fatos que marcaram os 30 anos de luta contra a Aids

Este ano registramos 30 anos de luta contra a epidemia da AIDS, que assola o mundo todo e registrou mais de 200.000 óbitos em decorrência da doença, e continua sem uma cura. No mundo, a história do vírus e da efemeridade começa na década de 1970. O HIV se disseminou rapidamente pelos continentes africano, asiático, americano e europeu e, já em 1977, os primeiros casos eram registrados nos Estados Unidos e Haiti.



Morre Robert Spitzer, o psiquiatra que ousou dizer que a homossexualidade não era uma doença

Morreu no dia 25 de dezembro, em Seattle, EUA, por parada cardíaca, Robert Spitzer, o psiquiatra que ousou dizer que a homossexualidade não era uma doença. O homem que na década de 70 defendeu que a homossexualidade não deveria ser considerada uma doença e colocou sua carreira de sucesso em defesa de uma minoria. Seu estudo motivou a despatologização da orientação sexual homo e bi em todo mundo e com isso a esperança de direitos iguais aos gays, lésbicas e bissexuais.



Curitiba recebe encontro de militantes gays de toda a América Latina

Entre os dias 18 e 20 de dezembro, Curitiba será sede do “I Encuentro Regional Gay Latino”, reunião de militantes latino-americanos que lutam pelos direitos gays na região. O encontro tem como objetivo identificar os problemas de homens gays e lésbicos com relação à saúde, políticas públicas, homofobia e violência institucional e definir estratégias para a promoção da igualdade plena de direitos e respostas ao HIV nestas comunidades.



Campanha digital contra o Estatuto da Família #familiaéamor incentiva envio de fotos e promove petição

Nesta terça-feira foi comemorado o Dia da Família. A data foi utilizada para lançamento da bela campanha #famíliaéamor do Grupo Dignidade em parceria com outras organizações, organizada por uma das maiores agências de publicidade do país. Com fotos da campanha com imagens de famílias de diversos formatos enviada pelos apoiadores sob a hashtag #famíliaéamor, além de uma petição, a idéia é questionar o Estatuto da Família aprovado em outubro na Câmara dos Deputados, que restringe as famílias brasileiras à apenas um modelo: homem, mulher e seus filhos.



Páginas