militancia

Transgêneros militares de diversos países se reúnem e trocam experiências

A entidade American Civil Liberties Union realizou esta semana em Washigton, EUA, um inédito encontro entre transexuais integrantes de Forças Armadas. A I Conferência Internacional de Transexuais Membros de Forças Armadas teve participação de transexuais vindas de 18 países aliados dos EUA que já modificaram sua legislação, entre  eles Canada, Inglaterra, Israel, Suécia, Nova Zelândia e Austrália.



Assista: Filme gay alemão resgatado “Diferente dos outros”, de 1919, é o primeiro da história

Um drama com um drama maior ainda em sua história. Há quase um século, na Alemanha pré nazista, o filme “Anders als die Andern” (Different from the others), de Richard Oswald e Magnus Hirschfeld, 1919, ousou ao abordar o romance de dois homens. O filme que era parte de um trabalho militante do artista e do médico judeu, que incluía filmes de saúde para homossexuais, e foi o primeiro no cinema a abordar a homossexualidade em um tempo que ser homossexual era considerado um desvio de caráter e doença, além de crime.



Poderosos: Os 100 executivos LGBTs mais influentes e os 20 executivos héteros aliados de 2014

O grupo militante OUTstanding, do Reino Unido, enumerou os 100 gays, lésbicas, bissexuais e Transgêneros mais bem sucedidos e influentes no mundo dos negócios. A lista tem como primeiro lugar Christopher Bailey, CEO e chefe criativo da marca Burberry. Como maior aliado hétero da causa gay no mundo dos negócios está o presidente e fundador do grupo inglês Virgin, o bilionário inglês Sir Richard Branson. A lista foi publicada na revista Financial Times na semana passada.



Dilma afirma que fala de Fidelix foi um absurdo e que a discriminação é um câncer

Reunida com lideranças LGBT nesta segunda-feira, a presidente Dilma Rousseff se manifestou sobre o episódio ocorrido no debate eleitoral de domingo, em que o candidato Levy Fidelix foi altamente homofóbico e deselegante. A presidente considerou as palavras de Fidelix um "absurdo". Dilma afirmou que o tema é "uma questão de civilidade", e que "a homofobia é um câncer que corrói a sociedade". Para a presidente, a atitude do candidato não condiz com o tamanho do Brasil e que todos devemos aprender e ser contra a homofobia.

Confira a fala:




A união faz a força: Conheça os candidatos LGBT e vote!

Os candidatos LGBT buscam seu voto para combater os conservadores que impedem o avanço dos nossos direitos igualitários. Aqui em nosso site, nos próximos dias, teremos espaço abertos para os candidatos LGBT de todo o Sul se manifestarem em busca do voto de nossos leitores. Nestas eleições, encontramos 18 candidatos LGBTS (lésbicas, gays,bissexuais e transgêneros - travestis e transexuais) para os pleitos a candidato estadual e federal. As mulheres, incluindo as mulheres trans, são a maioria.



Campanha criada por drag queen quer modificar política de nome real do Facebook

A drag queen Olivia LaGarce, Rainha gay 2014 de Seattle, nos EUA, criou no site Change.Org uma campanha que está prestes a atingir o objetivo de conseguir 35 mil assinaturas para que o Facebook reveja sua política adotada neste ano que proíbe termos e exige comprovação do nome real nos perfis que julgar que podem ser falsos. A medida do site que visa o aumento da segurança no uso da rede social trouxe a alteração de muitos nomes de artistas e principalmente de pessoas transexuais e travestis.



E Se Fosse Eu: Campanha em redes sociais choca para sensibilizar sobre homofobia

Uma curiosa campanha nasceu nas redes sociais mobiliza gays, lésbicas, bissexuais, transexuais e simpatizantes para a luta contra a violência que vitimiza a cada 26h um LGBT no Brasil, segundo dados do GGB. Intitulada #eSeFosseEu, o perfil no Facebook incita as pessoas a utilizarem suas fotos e postarem uma notícia falsa de que ela foi assassinada, com requintes de crueldade, por ser LGBT, para mostrar aos amigos nas redes sociais que todos nós estamos sujeitos à homofobia.




Proposta sulamericana para barrar a homofobia no mundo é aprovada na ONU

Uma proposta apresentada pelo Brasil, Argentina, Chile e Colômbia para que a Organizações das Nações Unidas monitore a homofobia no mundo e apresente ações foi aprovada nesta sexta-feira no Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU), em Genebra, Suiça. Com forte oposição dos países africanos e do Oriente Médio, a proposição importante recebeu o apoio de 25 nações e teve 14 votos contra. Oito países não votaram, o que não garantiria a vitória contrária.




Novo projeto de prevenção em Curitiba terá encontros de jovens e fanzine

Com objetivo de informar e incentivar a testagem para o HIV e falar sobre Aids e Hepatites Virais, os jovens curitibanos ganharam o Projeto Prevenção Combinada, financiado pelo Ministério da Saúde e a Secretaria Estadual de Saúde, que desenvolverá um fanzine e realizará encontros mensais com apelo cultural, chamado de “Sarau dos #Piá”. O projeto é do Centro Paranaense da Cidadania – Cepac, e começou este mês e terá ainda abordagens em locais com frequência da população alvo, para distribuição de gel, preservativos e informativos.




IX Gay Games terminam como maior evento desportivo da história da comunidade gay

O maior evento esportivo da comunidade gay, realizado a cada 4 anos, o Gay Games, comemorou sua nona edição e foi realizado em Cleveland e Akron, Ohio, nos EUA. Com apoio da Cleveland Foundation, o evento recebeu todo o apoio para ser grandioso e foi. Com mais de 7 mil atletas, de 51 países, disputando 36 modalidades olímpicas e não olímpicas, o evento este ano contou com uma mensagem gravada pelo presidente Barack Obama aos competidores, exibida na abertura dos jogos.



Eleições: Aécio Neves diz que é a favor do casamento gay, coordenador de campanha de Dilma cita acordo com Igrejas

Neste sábado, em entrevista para o portal G1, o candidato à presidência Aécio Neves deu importantes declarações e respondeu sobre o casamento gay: “Já é parte de nossa realidade; sou a favor. É uma pauta passada”. Nada de novo mas ele se posicionou quando nem precisava, o que foi algo incrível. Já sobre o aborto, o candidato não manifestou opinião, disse que manteria a legislação e sobre liberação das drogas se manifestou contrário.




Eles estão de volta: Remadores ficam pelados em calendário contra a homofobia

O clube de remo The Warwick University Rowing club, da Inglaterra, já lançou o video preview da versão 2015 de seu provocante calendário. Em sua sexta edição, o material doa parte do dinheiro para organizações que lutam pelos direitos gays, além de ter fotos sensuais super aguardadas. Atualmente eles estão em fase de coleta de ações e depois, em setembro, o calendário ficará disponível para venda. Será possível então comprar as fotos avulsas ou o calendário inteiro.




Confira o primeiro trailer do filme sobre Alan Turing, o gay que pode ter salvado o mundo

Um homem gay foi um dos responsáveis por quebrar o código nazista Enigma, o que marcou a reviravolta durante a Segunda Guerra mundial, possibilitando os aliados a terem acesso aos planos de ataque do Terceiro Reich. Alan Turing, o gênio inglês criador da computação moderna, da inteligência artificial, do algoritmo na computação, que produziu um equipamento capaz de decodificar a criptografia alemã tida como inquebrável, tem sua vida exposta no longa hollywoodiano “The Imitation Game”, que estréia no Festival de Cinema de Londres no segundo semestre.



Prefeitura de São Paulo registra funcionária travesti com nome social

A assessora técnica Dediane Souza, 25, da Coordenação de Políticas LGBT da Secretaria de Direitos Humanos de São Paulo, se tornou a primeira travesti a ter seu nome social reconhecido e publicado no Diário Oficial da Cidade de São Paulo na semana passada. A militante com 15 anos de experiência, nascida no Ceará, foi contratada para o órgão paulistano e se mudou para São Paulo há pouco mais de um mês.




Arcebispo Luterano da Finlândia pede desculpas aos gays pela crueldade da Igreja

“Quando eu penso sobre a pressão e tratamento que nós somos culpados de direcionar às minorias sexuais como igreja e como sociedade por décadas e com isso continua, eu vejo que é hora de pedir desculpas. Sem qualquer explicação ou prevaricações. Crueldade é crueldade.”, afirmou o chefe da Igreja Luterana da Finlândia, Kari Mäkinen, esta semana. Ele espera que outras pessoas de igrejas e da sociedade também peçam desculpas.




Páginas