nordeste

Após divulgação de recusa à rematrícula de aluna transgênero em Fortaleza, escola volta atrás

A Escola Educar SESC de Fortaleza, no Ceará, vinculada ao Sistema Fecomércio, rejeitou a matrícula de uma adolescente de 13 anos para o ano de 2018 porque a jovem é transgênero. Lara, que já estuda no colégio desde os dois anos de idade, foi convidada a se retirar da escola sob a alegação de que a instituição não poderia mais “atender às necessidades da aluna”. 
 
Mara Beatriz, mãe de Lara, denunciou a transfobia da escola pelo Facebook.



Assassino da travesti Makelly Castro é absolvido no Piauí

Responsável pela morte da travesti Makelly Castro, Luís Augusto Nunes foi absolvido no dia 5 de outubro, no estado do Piauí. O autor do crime, que também é professor, foi acusado de homicídio qualificado por emprego de meio cruel, o seja, houve intenção de matar e a execução da vítima foi um processo sofrível para a mesma. O corpo de Makelly Castro foi encontrado no dia 18 de julho de 2014, no bairro Distrito Industrial, localizado ao sul de Teresina. O corpo estava vestido apenas com roupas íntimas e apresentava vários hematomas. 



Curta com temática trans no Sertão é selecionado pela TV Cultura e Rede Globo

Fruto de um projeto universitário, o curta-metragem “Tica, a Rainha do Reisado”, teve sua proposta de produção audiovisual aceita pelo projeto Curtas Universitários, do canal educativo Futura em parceria com a Rede Globo e a Associação Brasileira de Televisão Universitária (ABTU), importante elo entre o conhecimento científico e a população. 
 
A iniciativa de produção do curta partiu do programa Sertão Transviado, da Universidade federal do Cariri (UFCA), associado à Pró-reitoria de Cultura (PROCULT), em Juazeiro do Norte/BA.



Travesti é agredida até a morte e tem cenas de violência divulgadas na internet

A travesti Dandara dos Santos, 42 anos, foi morta no dia 15 de fevereiro depois de ser agredida por pelo menos 5 homens no bairro Bom Jardim, em Fortaleza. O crime só repercutiu agora, com a divulgação das imagens de agressão e violência verbal na internet. A travesti foi brutalmente agredida e apedrejada, sem ninguém intervir em sua ajuda. Após aguardar 20 minutos por socorro, morreu desamparada. 
 
O vídeo mostra três homens dando chutes e batendo em Dandara com pedras e chinelos.



Índio gay morto pela Igreja e primeira vítima da homofobia no Brasil recebe homenagem

Um monumento em forma de lápide em alto relevo do índio tupinambá Tibira, morto em 1614 a mando de um frei católico com intenção de purificar a comunidade na colônia, se tornou  uma homenagem em São Luiz, Maranhão. A peça foi inaugurada esta semana, com presença do antropólogo e decano do movimento gay brasileiro professor Luiz Mott, que resgatou o caso dos arquivos da Inquisição portuguesa.



Rapazes são flagrados em banheiro público e filmados por seguranças

Dois homens que faziam sexo em um banheiro da Fundação Espaço Cultural – Funesc, de João Pessoa, na Paraíba, foram expostos por um vídeo feito por seguranças do local, depois de flagrados. Segundo os seguranças, um pai alertou a eles do uso indevido do espaço e no vídeo os seguranças afirmam várias vezes que não são homofóbicos e que estão apenas fazendo o trabalho deles.
 
A pergunta é se gravariam e colocariam na internet um vídeo se fosse um casal heterossexual. Provavelmente não.



Projeto MonaMigs reúne e ajuda pessoas que foram expulsas de casa

“E se você fosse expulso de casa hoje devido a sua orientação sexual ou identidade de gênero?”, assim questiona o projeto MonaMigs, lançado este ano na internet e que arrecadou R$22 mil no Catarse, por meio de 422 doações, para dar o pontapé inicial para o projeto. Criada por estudantes da UFPE que passaram por preconceito dentro de casa, a iniciativa apela para o senso de comunidade e solidariedade, oferecendo abrigo a pessoas que passaram por esta situação. 



Casal lança incrível projeto sobre amor gay para o dia dos namorados

Seguindo o sucesso dos blogs de fotos com a história de pessoas não famosas, o fotógrafo Ricardo Puppe e o jornalista Theo Borges, de João Pessoa, Paraíba, um dos estados mais violentos para os homossexuais viverem, com altos índices de homofobia e machismo, criaram a campanha #NossoAmorExiste. Com relatos de casais LGBTs ilustrados por fotos, os dois que estão noivos abordam temas como aceitação, superação, dificuldades, e claro, belas histórias de amor.



Shopping coloca casal gay em campanha do Dia dos Namorados

O Iguatemi Fortaleza, parte de uma das principais redes de shopping centers do país, ousou em sua campanha deste ano do Dia dos Namorados, trazendo um casal gay tirando uma selfie na propaganda intitulada "Que o amor é coisa linda de se acreditar...". "Cada casal tem suas diferenças, e cada uma dessas diferenças os fazem únicos. O que importa é se entregar ao {amor} e acreditar que essas particularidades se transformam em sentimentos únicos.
Desejamos que os melhores momentos a dois sejam compartilhados aqui no IGUATEMI! #‎TodaVidaAmor", diz o canal oficial da empresa.




Pernambuco cria cartilha para PM melhor abordar pessoas LGBT

Seguindo recomendação do Ministério Público de Olinda, depois de seguidas reclamações de abuso em abordagens a gays, lésbicas, bissexuais e especialmente transgêneros (travestis e transexuais), a Polícia Militar de Pernambuco emitiu um Procedimento Operacional Padrão para a abordagem desta população. No Carnaval de Olinda do ano passado, um casal de turistas gay foi abordado inadequadamente e os policiais alegaram que eles estavam praticando atentado ao pudor, enquanto eles alegaram que apenas trocaram beijos, o que fez o MP sugerir uma padronização e treinamento dos policiais.



Gaymada no Piauí ganha apoio da OAB-PI depois de comentário homofóbico de advogada

A tarde do último sábado, 20, foi de muita luta e visibilidade no Parque Potycabana, em Teresina, capital do Piauí. A comunidade LGBTQ local se reuniu para a segunda edição local da Gaymada, que tem ganhado adeptos no país todo.  O esporte é a mesma queimada de sempre, onde os jogadores precisam acertar os do outro time com uma bola de borracha, só que dessa vez, toda forma de diversidade é celebrada e incentivada. Cerca de 500 pessoas, entre drag queens, travestis, gays, lésbicas e transexuais ajudaram a fazer o evento ficar maior e mais colorido.



Gretchen: a treinadora transexual de futebol de Recife que já foi profissional

Famosa no bairro do Pacheco, periferia de Jabotão dos Guararapes, na Grande Recife, Gretchen é uma das poucas celebridades locais. O motivo? Sua simpatia e seu esforço para treinar cerca de 45 meninos da escolinha de futebol Deus é Fiel. Sem receber nada pelo serviço, a transexual ajuda como pode, seja pedindo doações em dinheiro, em refrigerante para os jogos ou até mesmo em material. 
 
Sua conexão com o esporte vem de quando ainda era Nerivaldo Eretiano da Silva.



Festivais gays agitam o Nordeste brasileiro no segundo semestre

Em Agosto, de 27 a 30, o arquipélago de Fernando de Noronha recebe a terceira  edição do festival Love Noronha, voltado à comunidade gay. Entre 19 e22 de Novembro é a vez da Bahia, mais especificamente o resort Via Galé Mares, em Camaçari, receber o festival Hell and Heaven, já em sua sexta edição. As duas propostas tem como apelo o calor, música, gente bonita e um cenário paradisíaco. Um é mais light, para quem quer sossego e um pouco de badalação, já o outro é para os mais festeiros.




Gays enrustidos de Maceió são tema de romance escrito por jornalista

"Às Horas Abertas" é o título do romance do jornalista Fernando Nunes que pesquisou o universo LGBT da capital alagoana para contar a história de homens que vivem sua homossexualidade em segredo. A vida no armário cidade de Maceió e a busca por prazer e suas complicações são expostas no livro que procura dar um enfoque positivo. Atualmente, Nunes vive em Curitiba e escreve sobre cultura LGBT para o Brasil Post, portal Cada Minuto e para o blog Homos S/A.




Homofobia: Bar gay em Maceió é alvo de atentado com tiros por casal de vizinhos policiais

Na última sexta-feira, 19, o coronel da polícia militar Francisco de Assis cumpriu uma ameaça feita no bar “Vou Alí” no bairro de Manguinhos, em Maceió. Duas semanas antes, na noite de inauguração, o homem já havia estado no local e reclamado do barulho do som do local. Ao ser questionado quem ele era por qclientes, ele avisou: “se pegar o revólver e atirar, você vão saber quem eu sou”. Mas foi sua esposa, a também policial Léa Soares, sargento da Polícia Militar, quem foi até a frente do palco e ameaçou a cantora que fazia show no local com uma arma calibre 38 na sexta-feira passada.



PE: Casal de turistas gays diz que foi homofobia por causa de beijo, PM diz que cometeram atentado ao pudor

O baiano Magno da Costa Paim, de 21 anos, e o paraense Hector Zapata, 22, casal gay que foi passar este Carnaval em Pernambuco, denunciou no Twitter que haviam sido vítimas de preconceito depois que trocaram um beijo na rua e que os PMs os abordaram e disseram que Pernambuco não era a Bahia e dar um tapa na cara de Magno, segundo ele por trocar beijos com seu namorado. Já a PM de Pernambuco, segundo nota oficial, afirma que os rapazes e um terceiro homem estavam fazendo pegação em via pública e por isso foram abordados em frente ao Mercado da Ribeira, em Olinda, na última quarta-feira.



Bispo é suspenso depois de realizar casamento religioso gay em Maceió

Um bispo da Igreja Católica Brasileira, ICAB, dissidente da Igreja Católica Apostólica Romana, abençoou um casamento gay em janeiro em Maceió, Alagoas, e foi suspenso. Para o religioso, não haveria qualquer proibição, e faria de novo. A Igreja respondeu dizendo que não defende qualquer tipo de discriminação mas que o assunto deveria ter sido discutido internamente pois a ICAB defende o “sacramento natural”, ou seja, segundo eles, entre homem e mulher.




Autor de livro que afirma que Lampião era gay consegue derrubar censura imposta por família

Uma guerra ferrenha nos tribunais que durou dois anos liberou a venda do livro 'Lampião, O Mata Sete', do juiz aposentado Pedro de Morais. Depois de saber que a biografia não autorizada afirmava que o rei do cangaço era gay e Maria Bonita adúltera, a família de Lampião questionou a publicação. No dia 30 de setembro, a 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ-SE), derrubou a decisão de primeira instância que proibia a venda de livro por unanimidade. Vera Ferreira, neta de Virgulino Ferreira , o famoso Lampião, conseguiu na Justiça que o livro não chegasse aos leitores.



Páginas