Paraná

Arquiteto gay é vítima de espancamento em festa em Ponta Grossa e corre risco de perder a visão

O arquiteto André Panatto foi socorrido por uma equipe de resgate depois de ter sido espancado em uma festa realizada no Centro de Eventos da cidade de Ponta Grossa, no último domingo, 23. Internado no Hospital da Unimed, Panatto sofreu várias lesões no osso da face e corre o risco de perder a visão do olho esquerdo. Advogado da vítima afirma que a agressão teria sido feita pelos seguranças da festa por motivos homofóbicos.



Conselho de Educação do Paraná aprova uso de nome social para estudantes trans menores de 18 anos

Em agosto de 2013, o Grupo Dignidade entrou com um pedido formal no Conselho Estadual de Educação do Paraná (CEE-PR) para que pessoas trans pudessem fazer uso do nome social, mesmo se menores de idade. Apesar de uma normativa estadual de 2009 garantir o uso do nome social apenas para maiores de 18 anos, o grupo entendeu que a medida não protegia quem mais precisava do nome social: transexuais estudantes do ensino médio.



Depois de comentário homofóbico, deputado do PSC se elege prefeito de Cascavel

Lonaldo Paranhos, PSC, tem um longo histórico de militância em Cascavel, PR, de 300 mil habitantes, a 500 km de Curitiba, onde se elegeu neste final de semana, no primeiro turno, como prefeito da cidade, com 51% dos votos válidos. Ex bóia fria, fez parte do movimento estudantil e depois da política da cidade até chegar à assembleia estadual, onde teve dois mandatos consecutivos. 



Candidato a prefeito gato de Curitiba tem foto antiga sem camisa usada por opositores

O advogado Maurício Requião tem 36 anos e é filho do senador e ex governador do Paraná Roberto Requião. Pré candidato à prefeitura de Curitiba, pelo PMDB, ele está sendo mais uma vez vítima de um bullying político e homofóbico nas redes sociais por conta de sua carreira de modelo na juventude. Fotos do rapaz sem camisa, algumas editadas em Photoshop para dar maquiagem em seus olhos estão circulando principalmente por Whatsapp.



Alep recebe audiência pública sobre a violência contra LGBT na Educação

Uma audiência pública será realizada na Assembleia Legislativa paranaense para tratar sobre a violência contra a população LGBT na educação. O evento está marcado para o próximo dia 10 de agosto, das 8h30 da manhã ao meio dia. Participarão do encontro ONGs LGBTs, componentes da Comissão Permanente de Educação da Assembleia Legislativa do Paraná, além de representantes de instituições públicas, órgãos do governo, sindicatos da educação e entidades estudantis.



Número de crimes de ódio contra LGBTs em 2016 no Paraná já é igual a 2015

Acabamos de passar da metade do ano e o número de mortes, assassinatos e crimes de ódio contra lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais já se iguala ao registrado em 2015. As estatísticas sobre crimes motivador por lgbtfobia não são computadas no Brasil. O trabalho tem sido realizado pelo Grupo Gay da Bahia (GGB), ONG pioneira no país, com base em notícias veiculadas na imprensa. Portanto, sabemos que os números refletem uma realidade não totalizante. Em 2015, 318 assassinatos foram registrados, desses, 21 aconteceram na região Sul do país.



Morte de jovem universitário gay em Toledo aponta para crime de ódio

Neste sábado, por volta das 9h da manhã, policiais militares de Toledo, a 541 km de Curitiba, no Oeste do Paraná, encontraram o corpo do jovem Eduardo Serenini de Moura, de 23 anos, estudante de Pedagogia da Fasul e estagiário Centro Municipal de Educação Infantil. O rapaz, homossexual assumido, estava desaparecido desde a tarde do dia anterior, quando foi visto sacando dinheiro para realizar uma viagem de visita técnica que faria com os colegas de curso para Guaíra no final de semana.



OAB-PR quer ir ao STF por proibição de educação para a diversidade em Cascavel e Paranaguá

As cidades de Cascavel e Paranaguá incluíram em seus planos educacionais um veto claro à abordagem dos termos “gênero” e “orientação sexual”, por meio das conferências de educação dos municípios, proibindo a abordagens destes assuntos nas escolas do município. Isso ocorreu depois que frentes conservadores e religiosas promoveram a contrariedade aos temas tão importante ao combate à intolerância dos Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transgêneros.



Drag queens invadem ALEP para homenagem para As Deendjers

Com direito a coquetel e sessão solene, as Deendjers, famosas drag queens curitibanas, receberam um certificado de Menção Honrosa no Plenário da Assembleia Legislativa do Paraná nesta segunda-feira. Com proposição da deputada Maria Victoria (PP), acolhida por unanimidade na casa, os cabeleireiros e maquiadores Thiago Vilas Boas Mendonça e Vinícius Lavezzo receberam destaque por seu trabalho artístico e cultural como drag queens. Nos diplomas, o nome "As Deendjers" recebia destaque. Um importante reconhecimento para todas as drag queens do Paraná.



Histórias de Verdade: Militar ontem, hoje uma drag queen

Wallyson Fernandes, 20, de Toledo, Paraná, tem uma história com marcas que, combinadas, ajudaram a dar cores a sua drag queen, Katarina Van Helsing. Ex militar, Wallyson descobriu sua paixão pelo mundo underground da noite gay quando ainda estava no Exército, onde conheceu o seu melhor amigo. Juntos, assistiram performances de transformistas e acompanharam o reality RuPauls Drag Race.



UEPG comemora a formatura da primeira trans em seus 46 anos de história

Este está sendo um ano maravilhoso para a inclusão de pessoas transexuais e travestis em universidades federais e estaduais de modo geral. No início do ano, acompanhamos o caso da travesti que conquistou o 1º lugar no curso de Serviço Social no vestibular da Universidade Federal do Pernambuco. E hoje, comemoramos a formatura de Alícia Kruger, mulher trans que completou o Bacharelado em Farmácia na Universidade Estadual de Ponta Grossa, aqui no Paraná. 
 
Com 46 anos de história no estado, a UEPG nunca havia celebrado a formatura de uma pessoa trans.



Páginas