polêmica

Edir Macedo diz que Jesus e Deus não são contra os homossexuais, mas calma

Como exemplo de como saber se um discurso é de Deus ou do Homem, o Bispo Edir Macedo, em um programa de rádio na última semana, afirmou que a Igreja não pode impor nada."Nós da Igreja Universal do Reino de Deus, não impomos nada contra ninguém. Há muitos crentes, pastores e igrejas levantando uma bandeira contra o movimento gay, contra o casamento homossexual, contra lésbicas, etc, etc, etc. Eu me pergunto: Jesus faria isso se estivesse vivendo no nosso tempo? Eu não creio que ele faria, porque no tempo dele já havia homossexuais, lésbicas e etc. Jesus não falou nada.



Fórum da Diversidade da Grande Florianópolis abre Mês da Diversidade e critica gestão da Parada 2015

Com 21 eventos culturais, o Fórum da Diversidade da Grande Florianópolis abriu na noite desta quinta-feira, o Mês da Diversidade, programação especial organizada pelo grupo de quinze entidades e coletivos pró-LGBTs da região. Com críticas à organização da Parada da Diversidade 2015, o grupo afirmou que foi excluído do processo de construção do evento e que discorda da abordagem do evento que será realizado no dia 06 de setembro, desta vez pela Prefeitura Municipal.



Carta secreta expõe homossexualidade de Mario de Andrade

Uma carta enviada pelo poeta e escritor modernista Mario de Andrade, datada de 7 de abril de 1928, enviada ao amigo Manoel Bandeira, pode elucidar de uma vez por todas a sexualidade do autor de Macunaíma.  A Fundação Casa de Rui Barbosa, que guarda o documento, por decisão da Controladoria-Geral da União, divulgou o documento original, datilografado, para consulta. Os rumores sobre a vida secreta de Mario de Andrade não é nova. A frente de seu tempo, ele descrevia os comportamentos da época e não deixava de fora as polêmicas sexuais em suas obras.




Time de futebol espanhol coloca bandeira do arco-íris no uniforme oficial

O time da primeira divisão do futebol espanhol  Rayo Vallecano anunciou esta semana seus novos uniformes em Madrid e causou na escola colorida e solidária. O segundo jogo do uniforme da tradicional equipe madrilena traz um arco-íris no lugar da tradicional faixa vermelha do clube. A homenagem é aos heróis anônimos, que vencem doenças e desafios impostos pela vida, entre eles o preconceito, afirmou o clube em seu perfil no Twitter, lembrando que a cada camiseta vendida doará 7 euros para uma instituição de apoio as diferentes causas defendidas pela campanha.




O anticristo gay e outras manipulações da Bíblia para condenar os homossexuais

Lê-se na Bíblia Almeida, a mais utilizada por evangélicos brasileiros: “E não terá respeito ao Deus de seus pais, nem ao desejo das mulheres, nem a qualquer deus, porque sobre tudo se engrandecerá” (Daniel 11:37), sobre um rei que tomará o mundo de assalto no final dos tempos. Apesar de uma clara referência a um conflito local, o texto é usado como descrição do anticristo. Aqui nos serve para mostrar como as traduções bíblicas e erros de interpretação promovem facilmente a homofobia religiosa, em discursos mal interpretados e mal intencionados.



Beijo gay de Amor à Vida é exibido no Peru com advertência para retirar menores da sala

"Advertência: as cenas que serão apresentadas a seguir podem ferir a sensibilidade de alguns telespectadores. Recomendamos aos pais de família a não terem presentes menores de idade em frente à televisão a partir deste momento", afirmou uma advertência que antecedeu o beijo dos personagens Félix (Mateus Solano) e Niko (Thiago Fragoso) da novela global "Amor à Vida", rebatizada no Peru como "Rastros de Mentiras".



Políticos evangélicos rezam na Câmara, protestam, processam Parada Gay e pedem sua proibição

Depois da polêmica com a travesti Viviany Beleboni que levou uma cruz para a Parada do Orgulho LBGT em São Paulo neste domingo, políticos evangélicos tiveram uma reação orquestrada em várias as casas legislativas do país esta semana. Depois do auê na internet, foi a vez dos posicionamentos oficiais dos políticos evangélicos que chegaram a propor a proibição da Parada LGBT em Guarulhos, na Grande São Paulo. Na Câmara Federal deputados e senadores questionara o uso de dinheiro público para financiar eventos dos quais eles discordam, entre eles as Paradas Gays.




A pesada cruz que carregam todas as mulheres travestis e transexuais

Jogadas para o final da sigla reducionista LGBT, as travestis e transexuais, também conhecidas como transgêneros, representam o que há de mais marginal em uma sociedade conservadora e classificadora como a nossa. Muito além do “travestis não desejam operar” e “transexuais são pessoas que nasceram com o corpo de um gênero e alma de outro”, as especificidades e desafios de ser transgênero começam cedo e é uma luta que parece não ter fim. Entenda primeiro que ser transgênero não significa ser necessariamente homossexual.



Projeto Igualdade na Veia faz petição contra a proibição da doação de sangue por homossexuais

Pouca gente sabe mas quem fez sexo com pessoas do mesmo sexo nos últimos 12 meses não pode doar sangue no Brasil. Resquício de medidas que consideravam os homossexuais como grupo de risco por conta da contaminação do HIV, a medida tecnicamente é preconceituosa e discriminatória. Para chamar atenção ao tema, o Grupo Dignidade, de Curitiba, lançou o projeto Igualdade na Veia, que quer que a Anvisa reveja a normativa que causa a exclusão.



Polêmica de protesto com travesti crucificada marca parada gay de SP

Não reproduza a homofobia alheia. Em 2012, a revista Placar ostentou uma capa com o jogador Neymar sendo “crucificado” por conta de sua má atuação pela seleção e apesar de nota de repúdio da Confederação Brasileira dos Bispos do Brasil, a polêmica criada não foi tanta quando a imagem do protesto da modelo travesti Viviany Deleboni, 26, neste Domingo na 19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo. Chamado de desrespeito por cristãos conservadores, entre eles até muitos gays, o protesto tinha como objetivo lembrar que a homofobia é cruel e movida em parte por preconceitos religiosos.



Nova campanha da Coca Cola Europa é um soco na boca dos preconceituosos

“#ChooseHappiness” ou #EscolhaAFelicidade é o lema da Coca Cola na nova campanha criada pela Ogilvy & Mather Amsterdam para o mercado europeu. "Por que esperar a felicidade se é algo que podemos realizar? E a felicidade se espalha..." Com vídeos lindos em que a marca manda as pessoas literalmente serem felizes a seu modo, a campanha traz ainda uma drag queen, além de toda uma diversidade de personagens.



O Boticário coloca casais do mesmo sexo em campanha do Dia dos Namorados

Ao som de versão instrumental do hit "Toda Forma de Amor", de Lulu Santos, a nova campanha do O Boticário inova colocando pela primeira vez na história da empresa menção aos casais do mesmo sexo, para chamar atenção a linha com sete fragrâncias do perfume Egeo, que é unissex. Primeiro o comercial mostra pessoas comprando presentes e depois encontrando os seus amados, com calorosos abraços. Sutil e fofo. Mas sem beijo, em pleno dia dos namorados.




Três homens se casam na Tailândia, com direito a cerimônia budista

O trio Joke, 29, Bell, 21 e Art, 26, se casaram na Tailândia em março deste ano, no Dia dos Namorados. Bell e Art já formavam um casal mas conheceram Joke, com quem se casaram em cerimônia budista completa na província de Uthai Thani. A religião não é a favor nem contra o casamento, colocando como opção de cada um e não há o dever religioso.  Apesar do país não reconhecer a união entre pessoas do mesmo sexo, os rapazes resolveram oficializar a união tripla em sua religião, por ter igualmente valor para eles.



5 dicas para ter um relacionamento aberto sem colocar o casamento em risco

Em alguns lugares, talvez eu fosse preso só pela audácia de tocar num assunto desses. Felizmente a liberdade de expressão ainda é uma das poucas vantagens que nos restaram na terra do futebol, que também nem é mais do futebol. Como as coisas mudam, não é mesmo? O que dirá o nosso ponto de vista. É melhor não dizer “Dessa água não beberei”, porque quando a gente se dá conta está tomando litros e se afogando nas palavras que disse.



Artistas gays fotografam suas bundas pelo mundo e questionam terror ao ânus com flores

Os artistas Thiago Camacho e Matheus Fernando, namorados e moradores São Paulo, que ficaram conhecidos em todo o país no mês passado por uma performance onde se comunicavam por meio de jatos de vinho expelidos pelo ânus, e cubos de gelos, estão prestes a lançar mais um trabalho autoral. Na série performática “Bundas pelo Mundo”, eles apresentam fotos feitas de suas performances em diversas cidades do Brasil e pelo planeta, com suas bundas de fora, em sinal de protesto à cultura de “terror anal”. 




Venda de ingressos para trio oficial na Parada de São Paulo gera polêmica

Quem desenbolsar R$340 poderá desfilar no trio oficial da Parada de São Paulo, com direito a open bar, no próximo dia 7 de junho. A criação da nova fonte de renda pela APOLGBT - Associação da Parada do Orgulho LGBT – gerou críticas (pelo evento ser pago pela prefeitura e por ser algo praticado em eventos de micareta) mas é uma saída para a escassez de recursos que abate o mais importante evento LGBT do país e o trabalho da organização. Com o tema "Eu nasci assim, eu cresci assim, seei sempre assim, respeite-me", o evento comemora sua 18ª edição.



Globo muda destino de personagens gays de Babilônia e joga professor de volta ao armário

Depois de forte reclamações dos evangélicos ao casamento e cenas de amor entre as idosas Teresa e Estela (Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg), a Rede Globo reavaliou a trama de Babilônia, que ainda não decolou na audiência, e decidiu que o treinador de saltos ornamentais e ex atleta olímpico Carlos Alberto (Marcos Pasquim) não vai sair do armário. O treinador iria viver um romance com o gato Ivan (Marcello Melo) mas agora o homem pai de um homofóbico irá revelar se sentir culpado de matar a ex mulher que nunca apareceu na trama em um acidente de trânsito.




Boato sobre homossexualidade de Ayrton Senna é comentado por Galvão Bueno

No livro “Fala, Galvão!” o comentarista desportivo Galvão Bueno narra como surgiu a história de que Ayrton Senna seria homossexual. Na década de 80 começou uma grande briga entre os corredores Airton Senna e Nelson Piquet. Apesar de três vezes campeão mundial, Piquet precisava dividir as atenções com o estreante Senna, embalado por grandes patrocinadores e apontado como promessa das pistas pela mídia brasileira.
 
Em 1988, o repórter Sérgio Rodrigues, do Jornal do Brasil, perguntou a Senna por qual motivo ele andava sumido.



Páginas