policial

Historiador e ativista LGBT é agredido em Minas Gerais por estudante da mesma universidade

Fabrício Marçal Vilela, de 26 anos, historiador e ativista LGBT, foi agredido verbal e fisicamente por outro estudante da universidade onde estuda. O agressor seria um estudante do curso de física na Universidade Federal de Uberlândia, no  câmpus de Ituiutaba, em Minas Gerais. Marçal saía de uma sorveteria acompanhado da irmã, que também é homossexual, quando encontroou o agressor Gustavo Henrique Palazzo, no último sábado, dia 20 de janeiro.




Mistério: Morte de professor e promoter de Caxias do Sul pode ter pacto suicida como motivação

Os corpos de André Luiz Portanova Laborde, de 36 anos, e de João Storani, 30, foram encontrados em avançado estado de decomposição dentro de um apartamento em Caxias do Sul, Rio Grande do Sul, no dia 4 de janeiro, quinta-feira.
 
Os vizinhos do apartamento localizado no bairro De Lazzer, na rua Ângelo Lourenço Tesser, sentiram um cheiro ruim que vinha da decomposição dos corpos e acionaram a polícia. Os soldados contrataram um chaveiro para abrir a porta e encontraram os corpos no quarto, sendo que um estava na cama e o outro ao lado, no chão. 



Casal de lésbicas e seus dois filhos são assassinados brutalmente em casa em Nova York, suspeitos estão presos

Uma família composta por um casal de lésbicas e duas crianças foi assassinada em Nova York, nos Estados Unidos. Os corpos de Shanta Myers, de 36 anos, sua parceira de 22 anos, Brandi Mells, Jeremiah, filho de 11 anos de Myers e a filha de cinco anos, Shanise, foram encontrados amarrados no porão com cortes na garganta no dia 26 de dezembro de 2017 no condado de Troy, próximo à cidade de Nova York. 



Homem é mantido em cativeiro com coleira pelo próprio companheiro

Um homem de 48 anos procurou a polícia de Portugal nesta terça-feira (19) após ser mantido em cativeiro por seu companheiro. O crime aconteceu na casa onde a vítima morava com seu marido há pelo menos 20 anos, localizada em Vila Nova de Gaia, região metropolitana da cidade de Porto. A vítima prestou queixa à Guarda Nacional Republicana (GNR).
 
Além de ser privado de sua própria liberdade, o homem sofreu agressões psicológicas e físicas. Durante três meses a vítima foi mantida presa por correntes e uma coleira, e sofreu até mesmo estupros.



Homofobia: corpo de pizzaiolo é encontrado com ferimentos na cabeça em Pontal do Paraná

O pizzaiolo Marcole Lima, de 48 anos, foi encontrado na quinta-feira, dia 14 de dezembro, soterrado na areia do balneário Leblon e apresentava ferimentos na cabeça. O corpo estava sem documento de identificação, mas apesar de a polícia ainda não ter divulgado laudo oficial, a população informou que a vítima se tratava do pizzaiolo Marcone Lima, muito conhecido na região.



Ator sofre agressão homofóbico em terminal de ônibus de Londrina e perde trabalho em curta-metragem em que seria uma drag queen

O ator e drag queen Otávio Pelisson,19, sofreu agressões homofóbicas em um terminal de ônibus na cidade de Londrina, no Paraná, por volta das 16 horas de Domingo, 26 de novembro. O artista saiu de sua casa em Ibiporã, região metropolitana de Londrina, a caminho da  gravação de um curta-metragem, a ser realizado no bar Valentino, localizado a poucos quilômetros do local da agressão. Ao descer do coletivo, Otávio se posicionava para aguardar um Uber com destino ao seu trabalho, quando foi atacado por dois homens. 



Miss Simpatia Trans é agredida pela madrasta no interior do estado

Eleita Miss Simpatia Trans de Quatingá através de um concurso realizado em Curitiba este mês, a cabeleireira Paola Pimentel sofreu diversas agressões por sua madrasta. O crime aconteceu na sexta-feira, dia 10 de novembro, quando por sete vezes a madrasta bateu e humilhou Paola, que continua recebendo ameaças. Moradora de Quatiguá, a 334 km de Curitiba, no Norte do Paraná, uma cidade de pouco mais de 10 mil habitantes.
 
Após encontrar a atual esposa de seu pai, Paola começou a ser agredida verbal e fisicamente em virtude de transfobia.



Casal gay sofre grave violência homofóbica na Lagoa da Conceição, em Florianópolis

O estudante de Artes Cênicas da Univeridade do Estado de Santa Catarina (Udesc), Athur Rigoski Gomes, de 21 anos, foi espancado junto com seu namorado namorado Thomas Dadaam, de 27 anos, estudante de Filosofia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). As agressões aconteceram no domingo, dia 12 de novembro, na Lagoa da Conceição, em Santa Catarina, motivadas por homofobia.



Poderoso agente de Hollywood é demitido após acusações de abuso sexual contra adolescentes

O funcionário da Agência de Artes Performáticas (APA) de Hollywood, Tayler Grasham, foi demitido recentemente após ser acusado de abuso sexual contra adolescentes. Antes da demissão, Tayler já estava afastado de suas atividades até que procedessem as investigações. O incidente eclodiu um mês depois que atrizes denunciaram que sofreram assédio sexual por um figurão de Hollywood, o produtor Harvey Weinstein.




PMs agridem travestis e ridicularizam clientes em região nobre de São Paulo

As travestis que fazem ponto próximo ao Jockey Club da Avenida Lineu de Paula Machado, em São Paulo, denunciam que policiais militares estão as coagindo e vestindo seus clientes de mulher. Os oficiais que são contratados para fazer a segurança particular do local, cheia de mansões e frequentados pela alta sociedade, ainda fotografaram os clientes das travestis e fazem chantagens. Os policiais são contratados de forma irregular, e recebem até R$ 5 mil reais para eliminar as profissionais do local mesmo com o uso de violência. 



Assassino da travesti Makelly Castro é absolvido no Piauí

Responsável pela morte da travesti Makelly Castro, Luís Augusto Nunes foi absolvido no dia 5 de outubro, no estado do Piauí. O autor do crime, que também é professor, foi acusado de homicídio qualificado por emprego de meio cruel, o seja, houve intenção de matar e a execução da vítima foi um processo sofrível para a mesma. O corpo de Makelly Castro foi encontrado no dia 18 de julho de 2014, no bairro Distrito Industrial, localizado ao sul de Teresina. O corpo estava vestido apenas com roupas íntimas e apresentava vários hematomas. 



Polícia de Londrina admite que cinco homossexuais foram vítimas de emboscada mortal

O delegado chefe da 10ª Subdivisão Policial de Londrina, Osmir Ferreira Neves Júnior, afirmou que nos últimos dois anos cinco homossexuais morreram em casos muito semelhantes: encontros amorosos que acabaram em roubo e homicídio. Osmir disse que os casos que resultam em morte são os que chegam a polícia, porém acredita que a quantidade de vítimas de roubo, chantagem e/ou violência seja muito maior.



10 assassinatos homotransfóbicos emblemáticos ocorridos no Brasil

Você sabia que já morreram 300 pessoas LGBT no Brasil somente em 2017? Isso equivale a mais de uma morte por dia! Esse dado é do blog Homofobia Mata, alimentado diariamente pela Organização Não Governamental (ONG) Grupo Gay Bahia através de notícias sobre mortes de LGBT. Os estados com os maiores índices são São Paulo (39 mortes), Minas Gerais (33 mortes) e Bahia (29 mortes). A região Sul tem 32 mortes até hoje, sendo 18 delas no estado do Paraná, e 9 e 5 mortes no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, respectivamente.



Casal gay é agredido por homofóbicos em frente de balada alternativa no Batel

Mais uma agressão homofóbica ocorreu na noite curitbana. Dessa vez, o fato aconteceu próximo a uma casa noturna no bairro Batel, um dos bairros mais nobres e movimentados por jovens frequentadores da noite na cidade, em frente ao novo Bar James. No feriado de 7 de setembro de 2017, Guilherme Costa, 24, estava sentado com seu namorado Rafael em uma calçada logo em frente à casa noturna da qual haviam saído minutos antes, na rua Doutor Carlos de Carvalho, quando foram agredidos gratuitamente. Os agressores estavam dentro da casa noturna e teriam ameaçado as vitimas, segundo um dos rapazes.



Páginas