teatro

Inspirada na filosofia de Soren Kierkegaard, peça “Cromosssomos” aborda os prazeres da vida

A Serafim Cia Teatral apresenta o espetáculo “Cromossomos”. Inspirada na obra do filósofo Soren Kierkegaard, a peça faz parte de uma trilogia de autoria de Fernando Cardoso. Junto com “Solidão”, apresentada em 2015 e “Pedaços de Nozes”, apresentada em 2016, “Comossomos” fecha um ciclo de reflexões sobre relações humanas diante dos desdobramentos da vida em suas possíveis concepções. 



Espetáculo "Enquanto todos dormem” tem romance entre soldados volta a Curitiba

Nos dias 11 e 12 de novembro o Teatro Paulo Autran recebe o espetáculo “Enquanto Todos Dormem”, da Maca Entretenimento, do Rio de Janeiro. A peça conta a história de dois jovens que servem ao exército e são convocados para a Segunda Guerra Mundial. Em meio ao caos e tensão, os dois se aproximam e desenvolvem uma bela amizade que logo se transforma em uma paixão. Cercados por um contexto de guerra e masculinidade intolerante, os dois têm de ocultar seu amor e se relacionar às escondidas.




Kiko Mascarenhas e Lázaro Ramos dirigem peça sobre homofobia na Uganda

Os atores Lázaro Ramos e Kiko Mascarenhas irão dirigir um espetáculo sobre a homofobia em Uganda, país africano. “O Jornal The Rolling Stone”, como é originalmente nomeada a peça, está prevista para estrear nos primeiros dias de novembro, no Rio de Janeiro.  Lázaro e Kiko vão se dividir na direção da peça que terá como elenco grandes nomes como André Luiz Miranda, Heloisa Jorge, Alan Ribeiro, Masrcos Guian, Indira Nascimento e Marcella Gobatti.



Peça polêmica Bug Chaser - Coração Purpurinado volta a ser exibida em São Paulo

Após um mês de exibição entre os meses de julho e agosto, a peça Bug Chaser – Coração Purpurinado terá nova temporada a partir de amanhã, 4 de outubro, no Teatro do Núcleo Experimental, em São Paulo.
 
A peça conta a história de Mark (interpretado por Ricardo Corrêa – que também assina a dramaturgia), um homem que está em quarentena sendo analisado por um programa de inteligência artificial.



Peça "Nossa Senhora das Transexuais" traz atriz trans curitibana

A atriz curitibana Maitê Schneider está confimada no elenco de "Nossa Senhora das Transexuais", peça teatral com lançamento previsto em São Paulo, para o segundo semestre de 2017. Além de Maitê, que recentemente se mudou para a capital paulista, o espetáculo com direção de Fabricio Castro terá um grande elenco composto por Bruna de Moraes, Deborah Graça, Juan Manuel Tellategui, Luiz Luccas, Mariana França, Zenaide Denardi e Maura Ferreira.



Peça sobre conto de fadas brasileiro em que a princesa se apaixona por uma costureira gera polêmica

A prefeitura da cidade de Jundiaí, em São Paulo, causou polêmica ao apresentar a programação da Semana da Diversidade Sexual de Jundiaí. Isso porque no meio da lista de apresentações está a peça teatral “A princesa e a costureira”, a qual narra a história de amor entre duas mulheres. A polêmica surgiu quando o site “Gospel Prime – o cristão bem informado” publicou a notícia de que a cidade estava promovendo um conto de fadas gay para crianças. Após essa matéria, republicada por diversos veículos de comunicação, o grupo Jundiaí Pela Vida fez uma petição para barrar a peça.



Espetáculo com drags faz homenagem a divas e debate com convidados

O Maravilhoso Cabaré das Divinas Divas chega a sua terceira e quarta edições, nos dias 8 e 9 deste mês, quinta e sexta-feira, na Cia dos Palhaços. Desta vez, as apresentadoras e drag queens Juana Profunda e Dalvinha Brandão trazem uma paródia do clássico do terror psicológico “O que terá acontecido a Baby Jane?”, encarnando as irmãs desequilibradas que no cinema foram vividas pelas atrizes Bette Davis e Joan Crowford. A montagem é uma iniciativa do coletivo “Casa Selvática “, de Curitiba.



Espetáculo LGBT segue em nova temporada na Augusta

Depois da estréia em novembro, a peça Bruta Flor narra a relação de Lucas e Miguel. O espetáculo fez tanto sucesso que ganhou uma nova temporada, agora no Teatro da Augusta, que começou na semana passada. Os lindos, Pedro Lemos e Fabio Rhoden dividem cena com Erika Farias e Walkiria Ribeiro. A direção fica por conta do ator global Márcio Rosário.



“Momo: Para Gilda com Ardor” e a subversão do teatro paranaense

A 2ª Curitiba Mostra é uma seleção do Festival de Curitiba de peças regionais, trabalhadas em cima de textos de autores paranaenses, que são apresentadas ao público gratuitamente. Um dos destaques de 2017 foi a peça “Momo: Para Gilda com Ardor”, que fala sobre a subversão da identidade de gênero e orientação sexual de forma realista, sem deixar de ser vista sob o ponto de vista da arte.
 
Uma criação de Ricardo Nolasco, que performa na peça como a travesti Gilda.



Fringe: De Salto Vermelho conta a história de três homossexuais, no Festival de Curitiba

O Festival de Curitiba está chegando a sua reta final, mas muitos dos grandes espetáculos ainda estão por vir. É o caso de “De Salto Vermelho”, que será representado nos dias 08 e 09 de Abril na Casa Hoffmann, no bairro São Francisco. A peça passeia pela história de três protagonistas homossexuais, da infância à vida adulta, caminhando pelo drama e a comédia da vida real. 
 
Dirigido por Léo Nunes, a peça conta com cinco atores no elenco, que interpretam, ao todo, sete personagens homossexuais.



Guia LGBTQ do Festival de Teatro de Curitiba 2017

Entre os dias 28 de Março a 9 de Abril, Curitiba recebe um dos mais prestigiosos eventos culturais do Brasil, o Festival de Teatro que, na sua 26ª edição, amplia seus horizontes para novas formas de arte. Serão 329 espetáculos divididos em seis mostras diferentes: sendo a Mostra Principal e o Fringe, as principais delas.



Atores performam “O que Terá Acontecido a Baby Jane?” em Porto Alegre

O clássico “O que Terá Acontecido a Baby Jane?”,do livro homônimo de Henry Farrell, recotnado no filme homônimo de 1962, de Robert Aldrich, conta a saga das irmãs Hudson pela fama e fortuna. A história poderá ser assistida em Porto Alegre a partir do próximo dia 10, com remontagem feita baseada na versão para o cinema e que será interpretada por três grandes artistas da cena teatral de Porto Alegre e dirigidos por Zé Adão Barbosa.
 
“Jane Hudson (João Carlos Castanha) é uma artista que, quando criança, ficou famosa e conhecida como "Baby Jane".



Miguel Falabella desconstrói mitos sobre a homossexualidade com peça “God”

E se Deus estivesse cansado de todo esse preconceito e julgamento errado que acontece no mundo todo, o que ele faria? Na peça “God”, de Miguel Falabella, Deus desceria para a Terra, ou melhor, para os palcos, e ao lado dos seus arcanjos Gabriel e Miguel, questionaria as noções religiosas sobre os seus mandamentos, por meio de muita comédia. A peça está em cartaz no teatro Procópio Ferreira, em São Paulo, até o dia 19 de fevereiro. Mas já passou por Curitiba e pretende voltar para o sul do país.
 
Falabella interpreta o Todo-Poderoso, além de ser o diretor da peça.



Última semana para conferir o Frete de Vedete da Casa Selvática no Teatro Novelas Curitibanas

A Casa Selvática é um coletivo artístico super moderno de Curitiba que reúne entre seus objetivos a desconstrução da homofobia, machismo, ideais estéticos e construções gênero normativas, além de toda forma de preconceite. A sede fica em uma casa rosa no Rebouças mas as intervenções do grupo ocorrem por toda a cidade. O Frete de Vedete é um dos projetos do coletivo que este ano invade o Teatro Novelas Curitibanas, no São Francisco.



“Enquanto Todos Dormem” reestreia em Curitiba neste final de semana

Pedro e Luíz são dois jovens recrutas do Exército, convocados para um treinamento especial. Distantes de seu país e de suas famílias, eles dividem a angústia de um combate iminente. Em contrapeso com os dias tensos, eles desenvolvem uma paixão e vivem aventuras escondidas dos demais recrutas.
 
Curitiba recebe neste final de semana o espetáculo “Enquanto Todos Dormem”, ambientado no período pré Segunda Guerra Mundial em que os jovens soldados Pedro e Luíz descobrem o amor na caserna. 
 



Peça Escravagina em cartaz em última temporada em Curitiba

Em sua última temporada, o monólogo Escravagina, interpretado por Maite Schneider, atriz e artista trans de Curitiba, volta para a capital paranaense para fazer sua despedida. Com texto e direção de Cesar Almeida, a peça está em cartaz de quinta à domingo, entre 18 de agosto a 4 de setembro, no Teatro Mini Guaíra. 
 
Super comentado nas rodas de amigos do Café do Teatro e nos fumódromos da Side, Cats e Verdant, a peça pode ser descrita como uma viagem à intimidade da pessoa Maite, forte, sentimental e, principalmente, extremamente sensorial.



Páginas