teatro

Peça "Nossa Senhora das Transexuais" traz atriz trans curitibana

A atriz curitibana Maitê Schneider está confimada no elenco de "Nossa Senhora das Transexuais", peça teatral com lançamento previsto em São Paulo, para o segundo semestre de 2017. Além de Maitê, que recentemente se mudou para a capital paulista, o espetáculo com direção de Fabricio Castro terá um grande elenco composto por Bruna de Moraes, Deborah Graça, Juan Manuel Tellategui, Luiz Luccas, Mariana França, Zenaide Denardi e Maura Ferreira.



Peça sobre conto de fadas brasileiro em que a princesa se apaixona por uma costureira gera polêmica

A prefeitura da cidade de Jundiaí, em São Paulo, causou polêmica ao apresentar a programação da Semana da Diversidade Sexual de Jundiaí. Isso porque no meio da lista de apresentações está a peça teatral “A princesa e a costureira”, a qual narra a história de amor entre duas mulheres. A polêmica surgiu quando o site “Gospel Prime – o cristão bem informado” publicou a notícia de que a cidade estava promovendo um conto de fadas gay para crianças. Após essa matéria, republicada por diversos veículos de comunicação, o grupo Jundiaí Pela Vida fez uma petição para barrar a peça.



Espetáculo com drags faz homenagem a divas e debate com convidados

O Maravilhoso Cabaré das Divinas Divas chega a sua terceira e quarta edições, nos dias 8 e 9 deste mês, quinta e sexta-feira, na Cia dos Palhaços. Desta vez, as apresentadoras e drag queens Juana Profunda e Dalvinha Brandão trazem uma paródia do clássico do terror psicológico “O que terá acontecido a Baby Jane?”, encarnando as irmãs desequilibradas que no cinema foram vividas pelas atrizes Bette Davis e Joan Crowford. A montagem é uma iniciativa do coletivo “Casa Selvática “, de Curitiba.



Espetáculo LGBT segue em nova temporada na Augusta

Depois da estréia em novembro, a peça Bruta Flor narra a relação de Lucas e Miguel. O espetáculo fez tanto sucesso que ganhou uma nova temporada, agora no Teatro da Augusta, que começou na semana passada. Os lindos, Pedro Lemos e Fabio Rhoden dividem cena com Erika Farias e Walkiria Ribeiro. A direção fica por conta do ator global Márcio Rosário.



“Momo: Para Gilda com Ardor” e a subversão do teatro paranaense

A 2ª Curitiba Mostra é uma seleção do Festival de Curitiba de peças regionais, trabalhadas em cima de textos de autores paranaenses, que são apresentadas ao público gratuitamente. Um dos destaques de 2017 foi a peça “Momo: Para Gilda com Ardor”, que fala sobre a subversão da identidade de gênero e orientação sexual de forma realista, sem deixar de ser vista sob o ponto de vista da arte.
 
Uma criação de Ricardo Nolasco, que performa na peça como a travesti Gilda.



Fringe: De Salto Vermelho conta a história de três homossexuais, no Festival de Curitiba

O Festival de Curitiba está chegando a sua reta final, mas muitos dos grandes espetáculos ainda estão por vir. É o caso de “De Salto Vermelho”, que será representado nos dias 08 e 09 de Abril na Casa Hoffmann, no bairro São Francisco. A peça passeia pela história de três protagonistas homossexuais, da infância à vida adulta, caminhando pelo drama e a comédia da vida real. 
 
Dirigido por Léo Nunes, a peça conta com cinco atores no elenco, que interpretam, ao todo, sete personagens homossexuais.



Guia LGBTQ do Festival de Teatro de Curitiba 2017

Entre os dias 28 de Março a 9 de Abril, Curitiba recebe um dos mais prestigiosos eventos culturais do Brasil, o Festival de Teatro que, na sua 26ª edição, amplia seus horizontes para novas formas de arte. Serão 329 espetáculos divididos em seis mostras diferentes: sendo a Mostra Principal e o Fringe, as principais delas.



Atores performam “O que Terá Acontecido a Baby Jane?” em Porto Alegre

O clássico “O que Terá Acontecido a Baby Jane?”,do livro homônimo de Henry Farrell, recotnado no filme homônimo de 1962, de Robert Aldrich, conta a saga das irmãs Hudson pela fama e fortuna. A história poderá ser assistida em Porto Alegre a partir do próximo dia 10, com remontagem feita baseada na versão para o cinema e que será interpretada por três grandes artistas da cena teatral de Porto Alegre e dirigidos por Zé Adão Barbosa.
 
“Jane Hudson (João Carlos Castanha) é uma artista que, quando criança, ficou famosa e conhecida como "Baby Jane".



Miguel Falabella desconstrói mitos sobre a homossexualidade com peça “God”

E se Deus estivesse cansado de todo esse preconceito e julgamento errado que acontece no mundo todo, o que ele faria? Na peça “God”, de Miguel Falabella, Deus desceria para a Terra, ou melhor, para os palcos, e ao lado dos seus arcanjos Gabriel e Miguel, questionaria as noções religiosas sobre os seus mandamentos, por meio de muita comédia. A peça está em cartaz no teatro Procópio Ferreira, em São Paulo, até o dia 19 de fevereiro. Mas já passou por Curitiba e pretende voltar para o sul do país.
 
Falabella interpreta o Todo-Poderoso, além de ser o diretor da peça.



Última semana para conferir o Frete de Vedete da Casa Selvática no Teatro Novelas Curitibanas

A Casa Selvática é um coletivo artístico super moderno de Curitiba que reúne entre seus objetivos a desconstrução da homofobia, machismo, ideais estéticos e construções gênero normativas, além de toda forma de preconceite. A sede fica em uma casa rosa no Rebouças mas as intervenções do grupo ocorrem por toda a cidade. O Frete de Vedete é um dos projetos do coletivo que este ano invade o Teatro Novelas Curitibanas, no São Francisco.



“Enquanto Todos Dormem” reestreia em Curitiba neste final de semana

Pedro e Luíz são dois jovens recrutas do Exército, convocados para um treinamento especial. Distantes de seu país e de suas famílias, eles dividem a angústia de um combate iminente. Em contrapeso com os dias tensos, eles desenvolvem uma paixão e vivem aventuras escondidas dos demais recrutas.
 
Curitiba recebe neste final de semana o espetáculo “Enquanto Todos Dormem”, ambientado no período pré Segunda Guerra Mundial em que os jovens soldados Pedro e Luíz descobrem o amor na caserna. 
 



Peça Escravagina em cartaz em última temporada em Curitiba

Em sua última temporada, o monólogo Escravagina, interpretado por Maite Schneider, atriz e artista trans de Curitiba, volta para a capital paranaense para fazer sua despedida. Com texto e direção de Cesar Almeida, a peça está em cartaz de quinta à domingo, entre 18 de agosto a 4 de setembro, no Teatro Mini Guaíra. 
 
Super comentado nas rodas de amigos do Café do Teatro e nos fumódromos da Side, Cats e Verdant, a peça pode ser descrita como uma viagem à intimidade da pessoa Maite, forte, sentimental e, principalmente, extremamente sensorial.



Espetáculo “Meu Filho, Lady Gaga” sai em turnê nacional

A peça “Meu Filho, Lady Gaga”, do autor e diretor Genes Holder está em cartaz em São Paulo, no Teatro Augusta, até dia 4 de Agosto. Em seguida, a produção sai em turnê nacional e passa pelas principais cidades do país, com possibilidade de vir a Curitiba. A comédia traz referências da cultura popular e aborda as relações familiares, preconceito, homofobia e o cotidiano artístico na sociedade brasileira. 
 
Muitos esperam um musical quando vem o nome da obra, mas saiba que não é.



Dramaturga transexual curitibana lança seu primeiro livro com textos teatrais

Neste sábado, Curitiba tem evento imperdível sobre teatro. A atriz, diretora teatral e dramaturga Leonarda Glück lança no próximo dia 2 de julho na Casa Selvática, coletivo artístico do qual faz parte, seu primeiro livro com seis peças teatrais especialmente selecionadas para a publicação, em parceria com a Editora Dybbuk. No lançamento do livro será feita leitura dramática dos textos da curitibana.



Joinville recebe trans curitibana Maitê Schneider esta semana

Nesta quarta e quinta-feira, a atriz e ativista trans Maitê Schneider desembarca em Joinville para dois eventos. Na quarta ela estreia com sua peça Escravagina, com direção de Cesar Almeida, às 20h, no Galpão de Teatro Ajote ( Rua Quinze de Novembro, 1383. Anexo a Cidadela Cultural Antártica.).  O espetáculo, sucesso de público e crítica em Curitiba é uma autobiografia adaptada de seu processo de descoberta como mulher.



Polêmica: Peça Porno Gospel, assistimos e recomendamos

O espetáculo Porno Gospel, em cartaz até Domingo no mini auditório do Teatro Guaíra, em Curitiba, despertou a ira dos evangélicos de cidade. Teve gente que achou desrespeito, que mexe com a fé alheia. Vereadores, deputados e crentes manifestaram contra a peça teatral. Nesta quarta-feira, o Conselho de Ministros Evangélicos entrou com uma ação civil pública contra o espetáculo na 24a Vara Civil. A discussão só aumentou o número de curiosos para conhecer o trabalho e as sessões estão lotadas.




Páginas