O que os BBBs falaram sobre sexualidade

Redação Lado A 24 de Janeiro, 2007 12h42m

COMPARTILHAR


O queridinho dos gays no BBB
Fernando Luiz, o queridinho dos gays, livrou-se do paredão contra Liane, de Florianópolis. Ela teve 74% dos votos para sair. Será mais uma indicação de que os gays participam ativamente do programa? Se for assim, Alemão, Airton e especialmente Felipe Cobra podem ser os próximos a sair. Fernando Luiz recebeu 16.520, de um total de quase 50 mil, em enquete montada pelo site Mix Brasil, para escolher o mais gato da casa.


Bruno – O Metrossexual da casa
O participante Bruno, 25, teve sua sexualidade colocada em questão depois de protagonizar cenas de auto-cuidados atípicos para a maioria dos homens. O mineirinho de Timóteo esfoliou a pele com sabonete especial durante o banho e ainda depilou as sobrancelhas. Sua namorada teve que confirmar que o rapaz não era gay e que tais cuidados são incentivados por ela.


Analy – qual a dela?
A Rede Globo exibiu a DJ Analy, de Curitiba, declarando no confessionário que gosta de ver as pessoas dançando e que freqüentava boates para o público gay. Para os companheiros da casa, a DJ afirmou que toca em uma casa GLS de Curitiba, na noite “das sapatas” (sexta-feira do Meet Bar). A passagem foi suficiente para que começassem a discutir a sexualidade da moça aqui do lado de fora. As amigas da DJ partiram para cima da emissora, afirmando que a Globo exagerou na polêmica.


Íris tem irmão gay
A mineira Íris revelou durante a primeira semana na casa que tem um irmão gay. “Meu irmão é gay. Ele é muito alegre, a casa é outra com ele lá. De vez em quando ele entra em depressão, então, quando ele está feliz, a gente deixa ele fazer o que quiser.”


BBs falam sobre diversidade sexual
A promotora de eventos paulistana Flávia, 22, afirmou para a também BBB Bruna, 22, que gostaria de ter nascido travesti para passa horas se maquiando e que adora estar produzida. Bruna reagiu dispersando a idéia:  “Você não tem cara de travesti. Você teria que ter uns dois metros para parecer um. Você tem cara é de ratinha!” Já os depoimentos preconceituosos do BB Felipe Cobra foram parar na Justiça.

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMPARTILHAR


COMENTÁRIOS