O Advogado e a Sociedade

Redação Lado A 05 de Julho, 2007 04h56m

COMPARTILHAR



Vivemos em sociedade, esta forma de aglomeração de pessoas exige uma certa ordem. É nosso sistema social que vem a ser regulamentado pelo sistema jurídico, composto de leis, aplicadores e fiscais.


As leis são escritas segundo o sistema democrático portanto, do povo para o povo, na forma representativa do legislativo, ou seja, nossos deputados, senadores e vereadores escrevem as leis para regular nossas vidas e nossas vontades.


Como as leis são as formas escritas de regular a convivência humana, ao romper com o ordenamento jurídico ou violar uma lei há a necessidade de estabilizar com a ordem geral daí a existência das punições, quando entram em funcionamento os aplicadores do Direito, fiscais da lei.
 
Todos temos direito a uma defesa de qualidade e justa, isto é o que diz nossa lei. É direito de todos nós a correta aplicação da lei.


Diversas são as pessoas que no meu dia a dia me interpelam da razão pela qual eu sou capaz de promover a defesa de pessoas que, a princípio, cometeram condutas ao repudio do Direito, ou seja, crimes. A resposta é sempre  a mesma. Como advogada, não busco absolver um culpado, mas sim zelar para que o processo ao qual ele responde seja isento de quaisquer nulidades pois que entendo que se um de nós chegar a ser condenado num processo que não atende a todos os ditames legais, nenhum de nós terá a segurança de viver em sociedade.


Ora, se um cidadão pode ser condenado ou preso, indevidamente, todos nós estamos sujeitos a este malefício e é contra isso que luto diariamente.


Ainda, é muito fácil condenar por completo alguém a distância, sem ver o mundo como um todo e o autor de um delito como parte da sociedade. Ao ladrão que nos rouba a bolsa queremos a mais pesada das penas, mas a mãe de um assassino quer a liberdade do filho. A lei deve ser cega, o aplicador não.
É sempre muito mais fácil apontar os crimes que eles comentem e esquecer daqueles que nós comentemos, porque sim, os cometemos.
Garantir a ordem social, os direitos e garantias individuais é uma questão de humanismo, é o pilar que sustenta nossa situação como Estado Democrático de Direito. Nesta leitura é a escolha diária de um advogado como membro social.


Então eu defendo a sociedade, cada um de nós de abusos que possam e são cometidos contra os indivíduos no dia a dia deste país. Este é o meu papel como advogada, como aplicadora do direito.

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMPARTILHAR


COMENTÁRIOS