Arquivo importado

Relatos de uma bicha no Canadá – Parte 3

Redação Lado A07 de Abril, 200917h36m

COMPARTILHAR


Quase dois anos na terra da maple tree e de Alexander Keiths e nenhum casamento milionário so far… Mas a vida continua com suas idas e vindas, e idas, e vindas… Muito babado, amigas, muito babado.

Desde que me mudei pro Canadá eu sabia que não deveria me envolver com brasileiros (afinal, não saí da República das Bananas pra ficar na mesma, né?) mas quando me mudei pra Vancouver, após muitas peripécias desimportantes, aconteceu de eu dividir um apê de dois quartos com mais três brasileiros. Se existe inferno, aquele era o meu.

Primeiro, brasileiro não está acostumado a ter roommate e acha que todo mundo é amigo, ou acha que ainda está morando na casa dos pais. Resultado? Nenhum respeito pelo ser alheio. Eles vão usar suas coisas, comer sua comida, atrasar no aluguel, não limpam o que sujam, chegar de madrugada fazendo barulho, etc.

Fora que, por querer sempre economizar, vão tentar coloca o máximo de pessoas no mínimo de espaço (quando me mudei pra esse ap, havia seis pessoas lá). No Brasil, não há essa educação, esse conceito de sair da casa dos pais desde cedo. Aqui se você tiver 18 anos de idade e ainda morar com os pais, tem que pagar aluguel pra eles, fora que todos os seus amigos vão zuar com a tua cara. Mas eu entendo que no Brasil é mil vezes mais difícil de alugar qualquer lugar.

Bom, segundo que brasileiro tem essa idéia de “camaradagem”, daí acha que tudo bem se ele pagar o aluguel no dia 2, quando deveria pagar no dia 30. Mas aqui se você pagar atrasado tem multa, e se você não pagar até o dia 5 pode ser evicted (despejado).

Bom, tava morando eu com uma guria mó porca e vagava e dois piás meio que de boa. Tipo, meu, a guria mó sem noção! No último mês eu tive que ameaçar chamar a polícia pra tirar ela de casa pois havia 21 dias que ela estava sem pagar o aluguel e ainda queria o depósito de volta, mó loka! Saiu me xingando e dizendo que eu cobrava $60 pra chupar os caras… tipo, ahn?! Eu chupo de graça! Inveja só porque o governo me dá dinheiro se eu não estiver trabalhando… invejosa!

Daí foi a vez do hétero surtar. Primeiro ele pagou $340 em vez de $350, segundo comeu meu pacote de cookies, cheguei em casa cansado do trabalho, tá ele lá, bêbado e drogado, daí, na larica, decidiu comer meus cookies (tenho ÓDIO de quem come meus cookies, ÓDIO!). Quando ele viu minha cara de puto disse “não esquenta que eu vou comprar outra amanhã”, ahn?! Não esquenta o caralho! Eu quero meus cookies agora! Fora que ele não comprou, e na semana dele limpar o apê ele não limpou, e dizia com a maior cara de pau que tinha limpado… daí eu escrevi uma carta xingando e ele se achou no direito de ficar de cara. Tomar no cu! Nunca more com piá de prédio!

Bom, mas agora estou morando com um comissário de bordo num apê de um quarto, mas tudo bem porque meu novo roommate nunca está em casa (comissário de bordo) e é limpíssimo. E as brasileiras que tão aí de recalque nem pensem em falar algo se ainda não tiveram a experiência de sair do país e morar com brasileiros. Pior que isso só mesmo morar em Abbotsford.

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMPARTILHAR


COMENTÁRIOS