Arquivo importado

Deputados, OAB e twitteiros querem cassação de Bolsonaro por declarações racistas

Redação Lado A 29 de Março, 2011 22h05m

COMPARTILHAR


Não estamos sozinhos nesta luta. Depois de quase um ano humilhando homossexuais publicamente, o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) cruzou uma linha perigosa. Nesta segunda feira, no programa Custe o Que Custar (CQC) exibido pela Band, Bolsonaro afirmou que seu filho não namoraria uma moça negra pois tem educação. “Preta, eu não vou discutir promiscuidade com quem quer que seja, eu não corro esse risco e meus filhos foram muito bem educados, não viveram em ambiente como lamentavelmente foi o seu”, disse o deputado ao respondeer a pergunta feita pela cantora Preta Gil sobre o que faria se seu filho namorasse uma mulher negra. Indignada, ela reagiu em seu Twitter, prometendo processar o parlamentar.


O editor da Lado A fez uma petição on line. Na internet, twitteiros colocaram o trend topic #forabolsonaro entre os mais populares. Hoje, os deputados federais do Rio de Janeiro Brizola Neto (PDT) e Jean Willys (PSOL) prometeram entrar com representação na Câmara dos Deputados contra Bolsonaro por causa da declaração.


O filho de Bolsonaro, o deputado estadual Flávio Bolsonaro, partiu em defesa do pai que afirmou em nota que não entendeu direito a pergunta e ainda sugeriu em entrevista que a edição do CQC poderia ter trocado a pergunta. No CQC, Bolsonaro disse ainda que não corria risco de ter um um filho gay, pois seus filhos tiveram “uma boa educação, com um pai presente”. Ele também afirmou que não participaria de uma Parada Gay pois “eu não participo de promover os maus costumes”.


O presidente da OAB-RJ (Ordem dos Advogados do Brasil do Rio de Janeiro), Wadih Damous, também manifestou sua revolta e afirmou que a OAB pedirá a cassação do parlamentar. “As declarações do deputado Jair Bolsonaro são inaceitavelmente ofensivas, pois têm um cunho racista e homofóbico, incompatível com as melhores tradições parlamentares brasileiras”, afirmou Damous.


Para ler e assinar nossa petição, clique aqui.


Assista a participação lamentável e polêmica de Bolsonaro no CQC:





Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMPARTILHAR


COMENTÁRIOS