Arquivo

Participe você também do Desafio contra machismo e homofobia nas redes sociais

Redação Lado A 20 de Fevereiro, 2016 14h46m

Um desafio que promete combater o machismo e a homofobia está rodando os perfis de usuários brasileiros no Facebook. A ideia segue o princípio do balde com gelo (contra a ELA): é preciso gravar um vídeo, onde homens, independente da orientação sexual, vestem roupas de mulheres e se empoderam do lado feminino que há neles. O presidente da Aliança LGBT, ONG curitibana, já entrou na brincadeira e conta um pouco mais para a Lado A sobre o espírito do desafio.
 

 

DESAFIO LANÇADO !!!o Brasil realmente como muitos países sofre com o MACHISMO e a HOMOFOBIA , vamos tomar uma iniciativa e mostrar que não importa a orientacão sexual(não sendo uma escolha claro) ou mulheres tendo a todo momento de mostrar que estão qualificadas tanto quanto nós homens para qualquer atividade…Desafio vcs Douglas Alberto Da Silva Jaff CamargoJeff GodoiDiego AlvesCleiton SilvaMárcio MarinsTom SallesAbimael SouzaGeovane DudzikRoby Barrosfazer um vídeo como o meu ( peguem vestido da mãe,irmã,vó,amiga,prima de quem for, e vamos mostrar que dentro de nós homens a uma mulher haha !!! E claro desafiar mais 10 amigos para o mesmo !#NãoAoMachismo #NãoAHomofobia #NãoAoPreconceito #TodosIguais #DireitosIguais

Posted by Thon Cris Paiva on Thursday, February 18, 2016

 
A campanha aborda o fato de que, no Brasil e em diversos países do mundo, mulheres e pessoas LGBTQs tem que provar seu valor constantemente. Não só isso, precisam lutar por direitos que, segundo o princípio da igualdade, já deveriam estar nas constituições. O foco maior da ação é lutar contra o machismo, uma vez que estatísticas mostram que mulheres tem menos oportunidades no mercado de trabalho e recebem, geralmente, 30% a menos do que os homens por cargos iguais. 
 
Thon Paiva conta que a brincadeira surgiu através de um amigo que o desafiou. “Através do lúdico, o vídeo pretende mostrar que não é feio homens brincarem de forma respeitosa com o universo feminino, que não tem nada de errado e que sim, reproduzir atitudes femininas faz bem”, comenta o presidente da ONG. Segundo ele, além dos 10 amigos desafiados, diversas outras pessoas demonstraram interesse em participar. A corrente, que está apenas começando, usa a identificação através das hastags: #NãoAoMachismo #NãoAHomofobia #NãoAoPreconceito #TodosIguais #DireitosIguais.
 
Para o ativista, o vídeo é uma maneira de esclarecer a importância de evitar piadas machistas e mostrar que é normal que homens também tenham suas feminilidades expostas. “Esse tipo de ação é importante para desconstruirmos brincadeiras machistas, que tomam conta das redes sociais. Brincadeiras essas que muitas vezes são praticadas pelas próprias mulheres, reproduzindo o machismo que a sociedade as impõe”, reflete Paiva.
 
Confira outra performance:
&

 

DESAFIO LANÇADO !!!o Brasil realmente como muitos países sofre com o MACHISMO e a HOMOFOBIA , vamos tomar uma iniciativa e mostrar que não importa a opção sexual(não sendo uma escolha claro) ou mulheres tendo a todo momento de mostrar que estão qualificadas tanto quanto nós homens para qualquer atividade…Desafio vcs Dionathan de Deus, André Luiz Moleta, Thon Cris Paiva, Alisson Andersen, Marcos Edwardo , Flavio Alves, Bruno Oliveira, Kai Iwin, Keylo Lebit e Lucas Albuquerque fazer um vídeo como o meu ( peguem vestido da mãe,irmã,vó,amiga,prima de quem for, e vamos mostrar que dentro de nós homens a uma mulher haha !!! E claro desafiar mais 10 amigos para o mesmo !#NãoAoMachismo #NãoAHomofobia #NãoAoPreconceito #TodosIguais #DireitosIguais

Posted by Carlos Silva on Tuesday, February 16, 2016

 
E aí, você também vai entrar nessa brincadeira? Desafiamos todos os leitores da Lado A a participarem 🙂
 
 
 
Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMENTÁRIOS