Arquivo

Unicorns Futebol Clube, time gay de São Paulo, completa dois anos

Redação Lado A 13 de Abril, 2017 14h11m

COMPARTILHAR

TAGS


Em 2015, um grupo de amigos gays que gostava de futebol, mas se sentia de certa forma intimidado ao jogar com heterossexuais, decidiu criar um time destinado exclusivamente para homens gays que gostam de se divertir jogando futebol, independente do nível de talento. Assim foi fundado o Unicorns Futebol Clube na Zona Sul de São Paulo, em Ipiranga. O time já está completando dois anos e sempre recebe pessoas novas. 

 
Ao total, são cerca de 50 integrantes que participam dos treinos e jogos. Os participantes relatam que já tentaram jogar um amistoso contra outro time de futebol formado por heterossexuais, mas que não deu certo. Segundo o fundador do time, o advogado Filipe Marquezin, a rivalidade era muito grande, o que tornava o jogo agressivo demais. 
 
A regra do time é diversão, qualquer pessoa pode entrar, independente do porte físico e nível de habilidade com o futebol. Os unicórnios, como são chamados, gostam de comemorar os gols de forma diferenciada, gritando um “arrasou, viado” ou até soltando uma dancinha extravagante. Beijos e abraços também rolam soltos durante as partidas. 
 
Além do time, há o fã clube, chamado de “bearleaders”, uma analogia entre cheerleaders e bears, ou ursos em inglês, como são chamados os homens grandes e parrudos. A iniciativa está rendendo frutos e contato com outros times gays da América Latina já começou a ser feito. O grupo começou a sonhar em criar uma Copa Gay América. A única regra é: “não falar mal da Madonna”.

Em Curitiba, um grupo de amigos gays mantém um time de futebol no Bigorrilho mas sem muito alarde.

 

 
Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMPARTILHAR

TAGS


COMENTÁRIOS