Arquivo importado

Titica, diva trans e angolana que faz sucesso na África

Redação Lado A 22 de Novembro, 2017 09h58m

COMPARTILHAR

TAGS


A cantora Titica está fazendo sucesso com o estilo musical Kuduro já há alguns anos mas é desconhecida dos brasileiros. Mulher transexual, Teca Miguel Garcia, ou simplesmente Titica, sonha em cantar com Pablo Vittar para unir as duas nações contra qualquer tipo de preconceito. Recentemente, a cantora se apresentou no Brasil durante o Rock in Rio, importante evento musical que acontece anualmente e reúne importantes artistas nacionais e internacionais. 
 
Em seu país, a cantora é referência quando se fala do ritmo musical que canta, o Kuduro. Originário da África, o estilo que significa “bumbum duro” é muitas vezes marginalizado e criticado, tal como o funk no Brasil, “porque não seguem os padrões impostos pela sociedade”, como diz Titica. Mas a cantora considera que a alegria do Kuduro é o que encanta e atrai cada vez mais adeptos. Foras as crianças que começaram valorizar e fazer decolar a carreira da cantora que conquistou todo o país.
 
Titica é uma mulher de coragem. Nasceu na periferia de Luanda e já exerceu várias profissões para garantir sua sobrevivência, mas sempre objetivou para si a arte.  “Nasci para brilhar e de qualquer jeito vou ser famosa”, determinou .Para começar sua carreira de artista, a cantora passou por muita discriminação e transfobia.  Aos 20 anos de idade, logo no início da vida artística, Titica era obrigada a esconder seus trejeitos femininos.  “Quinze anos atrás, apedrejavam, batiam. Eu já fui apedrejada, já me deram com garrafas na cabeça.”, disse. A cantora, no entanto, enfrentou o preconceito com muita força,  já que segundo ela, é preciso se impor enquanto mulher e artista, apontar a transfobia da sociedade para assim acabar com o preconceito. “Eu acho que as ações das pessoas têm que falar mais alto, não precisa bater de frente, e sim agir.”, opinou Titica. 
 
“Obrigada Brasil por ser receptivo comigo. Eu continuarei sendo a Titica que aguenta tudo e não tem medo de nada. Que bate na madeira e seca todo mau-olhado.”, declarou a cantora agradecendo a receptividade que encontrou no Brasil. A artista quer levar sua música para todo o mundo e no Brasil já gravou com o grupo Baiana System. Titica se mostrou fã da diversificada música brasileira, admirando grandes artistas como Alcione, Nego do Boréu e Pablo Vittar.  

Conheça a cantora:
 

 

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMPARTILHAR

TAGS


COMENTÁRIOS