Sucesso de bilheteria nos EUA, filme “Com amor, Simon” estréia nos cinemas do Brasil

Redação Lado A 13 de Abril, 2018 11h46m

COMPARTILHAR

TAGS


O filme “Com amor, Simon” estreou em março no Brasil. Embora disponível em poucos cinemas no país, o que limita o acesso do público à obra, o filme reflete a vida de inúmeros adolescentes que assim como o personagem Simon estão descobrindo sua sexualidade. O filme é um retrato do livro “Simon vs A Agenda Homo Sapiens”, de Becky Albertalli, e proporciona um cenário de amor e comédia.

Simon é um adolescente de 17 anos, um jovem comum com uma rotina de família, amigos, diversão e escola. No entanto, o menino esconde um segredo e tenta descobrir sozinho como lidar com isso: ser gay. Sem saber como contar para sua família e amigos sobre sua sexualidade, Simon começa a se comunicar de forma anônima trocando e-mails sob o pseudônimo de Jacques com Blue, um outro jovem gay que estuda na mesma escola.

Enquanto desenvolve uma relação afetiva com Blue, com quem desabafa sobre ser um jovem gay que ainda não se assumiu e tem inúmeras dúvidas sobre como enfrentar a todos, Simon vive em um contexto comum. A mãe é bem instruída e humorada, mas que mais tarde terá  certa dificuldade em lidar com a homossexualidade do filho, mesmo que sem rejeitá-lo, como muitas mães ficam surpresas quando um filho se assume gay. O pai, um homem que sempre faz piadas homofóbicas e tenta induzir o filho a fazer “coisas de homem” é um dos personagens que preocupa Simon na tentativa de sair do armário.

Apesar de todo esse cenário de dúvidas e contradições, de facilidades e dificuldades, o filme aborda a questão da homossexualidade de forma leve e divertida. Simon nunca negou a si mesmo, aceita seus desejos e sexualidade, apenas está tentando chegar na melhor forma de contar ao mundo. Esse processo é interrompido quando suas conversas com Blue se tornam públicas e as coisas saem de seu controle.

Com direção de Greg Berlanti, o longa é delicado e sutil e faz uma mediação com o drama e o humor, prendendo a atenção do público com um pouco de suspense. Contemporâneo, o filme usa referências da cultural atual como Harry Potter, Mulher Maravilha, Tinder, Beatles, entre outros elementos.

O contexto favorável de Simon, com pais esclarecidos e um amigo gay que enfrenta com coragem e autoafirmação o preconceito dos colegas da escola, ajuda a tratar a sexualidade do personagem de forma natural e divertida. “Com amor, Simon” é um verdadeiro retrato da realidade de vários jovens, pitando de forma simples os desafios de sair do armário em um contexto acolhedor.

Em Curitiba, o filme está em cartaz nos shoppings Mueller, Estação, Curitiba, Pátio Batel, Barigui, Jardim das Américas, Palladium e no Espaço Itaú de Cinema. Confira o trailer de “Com amor, Simon”:

[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=H0ByZNE6LQ4[/embedyt]

 

 

 

 

 

 

 

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMPARTILHAR

TAGS


COMENTÁRIOS