Você precisa ver essa homenagem da Quadrilha Girassol do Sertão em memória da travesti Dandara

Redação Lado A 30 de Junho, 2018 17h24m

Liderada pela coreógrafa transexual Cíntia Freitas, de 26 anos, a quadrilha Girassol do Sertão fez uma homenagem ao público LGBT. A apresentação aconteceu no bairro de Flores em Fortaleza, Ceará, no início de junho. Com elementos e músicas que se referem ao extermínio de minorias no Brasil, a dança contemplou a travesti Dandara dos Santos, morta em 2017.

No dia 15 de fevereiro do ano passado, Dandara dos Santos foi brutalmente espancada e morta a tiros no bairro Bom Jardim, na cidade de Fortaleza. As imagens do crime, gravadas por um dos envolvidos, chocaram o país e causaram revolta em toda a comunidade LGBT. Contudo, o assassinato só foi julgado mais de um ano após a morte de Dandara e condenou os cinco acusados à prisão.

A quadrilha de tema “Minha manifestação cultural também é política” repetiu as cenas do crime contra Dandara. Na apresentação, três homens e Cíntia Freitas atuam representando o crime bárbaro. Até mesmo o carrinho de mão usado para transportar Dandara durante as agressões apareceu na apresentação do Girassol do Sertão.

Dandara foi representada de forma séria e lúdica ao mesmo tempo. Além disso, outras abordagens da quadrilha foram a ditadura militar, machismo e repressão policial. Com músicas que remetem aos tempos de repressão como “Pra Não Dizer que Não Falei das Flores”, de Geraldo Vandré, a quadrilha levou as cores da bandeira brasileira em sua apresentação. Uma outra abordagem sobre machismo considerou a música “Geni e o Zeppelin”,além da música “Não recomendado” de Caio Prado, marcam a luta pelo respeito à população LGBT. Dandara surge então ressuscitada na apresentação, representada por uma mulher trans que pede a inclusão de todos.

Tradição forte no Nordeste, a quadrilha foi apresentada como um forte instrumento de transformação social e cultural. Misturando dança, música e teatro, a Girassol do Sertão conseguiu abranger diversos assuntos e foi aclamada pelo público. Contudo, a organização estava receosa porque o cunho político da atuação geralmente é criticado, o que felizmente não aconteceu.

Girassol do Sertão

A Quadrilha Girassol do Sertão iniciou suas atividades em 2006. Com iniciativas culturais, promove acolhimento de jovens da Flores e percorre o Ceará com suas manifestações e apresentações. A apresentação junina de 2018, ainda mais deslumbrante, venceu o Festival Russas Junino. A quadrilha levou os títulos de Melhor Rainha, Melhor Marcador, Melhor Casal de Noivos e Melhor Tema. Devido ao tema inédito, o festival Russas pagou a premiação de 4 mil reais para a Quadrilha Girassol. O evento contou com o apoio da Prefeitura Municipal de Fortaleza e Governo do Estado.

Confira o trecho de homenagem à Dandara da apresentação:

 

 

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMENTÁRIOS