Defensoria Pública promove CineDebate sobre transgeneridade

Redação Lado A 20 de Junho, 2018 20h19m

COMPARTILHAR

TAGS


Curitiba terá CineDebate sobre transgeneridade. A iniciativa tem o apoio da Escola da Defensoria Pública do Estado do Paraná (EDEPAR) e do Núcleo Especializado de Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher (NUDEM). A promoção do evento também conta com a ajuda do Núcleo da Cidadania e Direitos Humanos (NUCIDH), órgão pertencente à Defensoria Pública.

O CineDebate receberá o psicólogo e pesquisador Matheo Berdinado. O palestrante estuda a transgeneridade, transmasculinidade e corporeidade. Berdinado será o mediador do debate e irá contribuir com os estudos que reuniu em sua pesquisa de mestrado sobre o assunto.

Para ilustrar o evento, será exibido o documentário “De Gravata e Unha Vermelha”, disponível no Vimeo. Lançado em 2015, o documentário conta com a participação de Laerte Coutinho, Candy Mel, Letícia Lanz, João W. Nery e outras personalidades representativas da questão transgênero.

Uma outra orientação da organização do CineDebate compreende algumas leituras. Estão disponíveis na internet os textos indicados como o título “Transgente: Mergulho nas significações de corpos transgressores”, de Ailton Dias Melo e Cláudia Maria Ribeiro. Outra indicação é o texto “Despatologizando as travestilidades e transexualidades: saúde mental e direitos”, de Adriana Sales, Herbert Lopes e Wiliam Peres. Por fim, o CineDebate orienta a leitura de “Ser uma pessoa transgênera é um ser um não-ser”, de Letícia Lanz.

Data e horário

O Cinedebate acontecerá no dia 29 de junho, às 14 horas. O local do evento é a Defensoria Pública do Estado do Paraná. O órgão fica localizado na Rua Cruz Machado, 58, Centro de Curitiba. Serão disponibilizadas 50 vagas que devem ser solicitadas através de inscrição gratuita. As inscrições devem ser realizadas pela internet até o dia 27 de junho. O evento fornecerá certificado de três horas de atividades complementares.

 

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMPARTILHAR

TAGS


COMENTÁRIOS