Ativista LGBT é preso ao protestar na Rússia

Redação Lado A 16 de Junho, 2018 21h20m

O ativista LGBT Peter Tatchell, de 66 anos, foi detido na Rússia durante um protesto na quinta-feira (15). O homem foi levado pelas autoridades do local que impediram a continuidade de sua manifestação. Tatchell tentou se manifestar um pouco antes da abertura da Copa de 2018, na Praça Vermelha, Centro de Moscou..

A reivindicação de Peter era sobre a LGBTfobia na Rússia. O país não permite demonstrações de afeto entre pessoas do mesmo sexo, o que pode resultar em prisão. A Rússia ainda mantém uma lei de que nenhum conteúdo homossexual possa ser veiculado próximo às crianças.

“Putin não agiu contra a tortura de gays na Chechênia”, dizia o cartaz de Peter. O manifestante mostrou sua indignação pois o presidente Vladimir Putin foi conivente com as torturas. Nesta república existe uma forte perseguição contra LGBTs. No local, são comuns torturas e mortes que acontecem sem nenhum precedente, basta que se desconfie da sexualidade de alguém. Algumas pessoas são levadas à detenção onde sofrem torturas até a morte, e muitas famílias matam seus filhos homossexuais. O líder político da Chechênia, Ramzan Kadyrov, negou todas as acusações de tortura alegando que em seu território não existem gays.

A anfitriã da Copa do Mundo é conhecida como um espaço nocivo para os LGBTs. Desde o anúncio de que o país sediaria o grande evento de futebol, organizações a respeito dos direitos humanos têm se mobilizado para proteger os turistas LGBTs.

Peter Tatchell foi liberado da prisão horas depois de ser detido, sob o pagamento de fiança. Manifestações de qualquer natureza não são bem vindas na Rússia, principalmente o que diz respeito à comunidade gay. “É por isso que eu protestei. O presidente Putin poderia parar esta perseguição, mas não conseguiu fazê-lo. Vergonha!”, disse Tatchell no Twitter.

Peter Tachell

O ativista nasceu em 1952, em Melbourne, Austrália. Conquistou a nacionalidade britânica em 1989 e começou seu trabalho em movimentos LGBT, fundando o grupo de apoio OutRage. Em 2004 entrou para a política da Inglaterra e em 2017 foi selecionado com parlamentar de Oxford East, distrito da Inglaterra. Hoje, é líder de uma organização do Reino Unido que leva o seu nome, a Peter Tatchell Foundation.

 

Tweet publicado depois que o ativista foi solto :

 

 

 

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMENTÁRIOS