“Para maiores de 16 anos”: Netflix lança teaser de Super Drags e rebate críticas

Redação Lado A 30 de Agosto, 2018 16h16m

Em maio de 2018 a Netflix anunciou o lançamento da primeira animação brasileira LGBT. A série Super Drags está prevista para estrear até o fim de 2018 e já causou agito nas redes sociais antes mesmo de começar. Por um lado, a expectativa da comunidade LGBT em assistir uma divertida animação brasileira com drag queens. Por outro, as fake news e a ira de frentes conservadoras.

Super Drags conta a história de três jovens que trabalham juntos em uma loja e levam uma vida normal. Durante a noite, após seus expedientes, Patrick, Donny e Ramon se montam de drag queens. O trio sai para combater as forças do mal como as heroínas Lemon Chiffon, Safira Cian e Scarlet Carmesin.

A série cuja primeira temporada terá cinco episódios é fruto da criação de Anderson Mahanski, Fernando Mendonça e Paula Lescaut. Além disso, a obra contou com a produção da Combo Estúdio, do Rio de Janeiro. A animação terá a dublagem de drag queens brasileiras importantes como Silvetty Montilla e Pabllo Vittar.

Segundo os produtores, o mercado de animações no brasil é muito restrito, por isso, enfrentaram dificuldades para tirar Super Drags do papel. No entanto, todo o trabalho está sendo recompensado agora que conseguiram essa importante parceria com a a Netflix. A série será exibida para 190 países e poderá contribuir para a desconstrução do preconceito de forma divertida.

Polêmica

Alvo de constantes fake news e distorções, a série Super Drags virou uma grande polêmica nas redes sociais. Alguns movimentos começaram a espalhar que o desenho seria destinado às crianças, o que não é verdade. Apesar de se tratar de uma animação, a classificação indicativa de Super Drags é de 16 anos.

Em julho deste ano, a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) emitiu uma nota em que pedia a suapensão da série. Segundo a publicação, o bem estar infantil estaria ameaçado e a linguagem do desenho se assemelha a de um desenho infantil, apesar de não ser destinado a esse público. A Netflix, em contrapartida, declarou que a responsabilidade de seleção das produções destinadas às crianças é dos pais. O serviço de streaming argumentou ainda, que a plataforma disponibiliza inúmeros conteúdos, inclusive os de cunho LGBT.

Após essas polêmicas e protestos, a Netflix lançou em 29 de agosto mais um teaser sobre a Super Drags. O vídeo responde de forma divertida às reivindicações sobre a integridade das crianças que assistirem à série. O teaser enfatiza que a animação não é destinada às crianças e que a responsabilidade de não dar acesso dos menores à série é dos pais.

Confira

 

 

 

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMENTÁRIOS