Fotógrafo lança livro com imagens de soldados nazistas crossdressers

Redação Lado A 26 de Novembro, 2018 14h41m

Soldados nazistas tiveram imagens muito valiosas reveladas recentemente pelo fotógrafo Martin Dammann. O artista é responsável pelo achado de centenas de fotografias em que os soldados estão vestidos com roupas femininas. Conhecidos hoje como crossdressers, homens que tinham a prática de em sua intimidade ficar com roupas femininas, são comumente associados aos homossexuais.

Os crossdressers, no entanto, não são necessariamente gays. A prática consiste em se vestir com roupas femininas, geralmente em momentos íntimos,  podendo ser como fantasias sexuais ou não. Comumente confundido com transexuais e travestis, os crossdressers não se identificam com outro gênero, apenas o vivenciam com roupas femininas por determinado período.

No caso das descobertas de Martin Damman, as fotos chama a atenção porque o regime nazista era extremamente LGBTfóbico. Mesmo que o indivíduo que faça crossdresser possa não ser LGBT, a prática permite flexão de gênero. Nas imagens, soldados nazistas aparecem com roupas e objetos femininos em momentos de descontração.

O fotógrafo ficou tão impressionado com as fotos que encontrou quanto seu público. Uma curiosidade é que as imagens foram encontradas em álbuns pessoais de alemães. Dessa forma, entende-se que as imagens sobreviveram ao tempo e nunca foram destruídas. Assim, o artista supões que o crossdressing não era vergonhoso e até comum. A identidade ou informações sobre os soldados das imagens não foram encontradas.

É possível que a prática tenha começado inspirada pelo carnaval. No entanto, o fotógrafo Martin Dammann também acredita na sensibilidade das pessoas, que se permitiam outras vivências que não fossem o meio hostil em que estavam inseridos. O fotógrafo encontrou as imagens em álbuns de fotos da Segunda Guerra Mundial. Foram tantas as imagens que ele decidiu lançar o livro “Soldier Studies: Cros-Dressing In Der Wermacht”  sobre os soldados crossdressers.

Veja um vídeo sobre a descoberta com Martin Dammann

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMENTÁRIOS