Motoqueiro realiza diversos ataques a tiros contra transexuais em São Paulo

Redação Lado A 24 de Dezembro, 2018 13h36m

COMPARTILHAR

TAGS


A população transexual de São Paulo está assustada com os constantes ataques violentos. Nos últimos dias, um motoqueiro está cometendo diversos crimes violentos contra essas pessoas. Um homem aborda as mulheres trans na rua montado em uma moto vermelha. Após localizar suas vítimas, o criminoso atira e foge.

As principais vítimas são mulheres que trabalham na rua, durante a noite em São Paulo. Os ataques acontecem na Zona Norte, no bairro Carandiru. O assassino se aproxima das vítimas e atira. Algumas conseguem escapar, mas outras são atingidas e levadas ao hospital ou são mortas.

Na noite de sete de novembro, uma transexual foi atacada na rua enquanto trabalhava. Ela contou que o homem passou por ela de moto por três vezes, fez a volta, e veio atirando. Foram três tiros até que a transexual conseguiu se esconder em um hotel. Durante a fuga, o criminoso efetuou mais dois disparos.

Um mês após o primeiro ataque, mais vítimas foram perseguidas. Na rua Voluntários da Pátria, bairro Carandiru, por volta da meia noite, três transexuais foram atacadas. O criminoso se aproximou e começou a dar tiros contra as transexuais que tentavam fugir. Uma delas, de 26 anos, foi atingida com um tiro no rosto. Ela foi socorrida e está consciente no hospital, mas pode perder a visão.

Características

Na fuga dos tiros, as transexuais não conseguiram pegar a placa da moto. Mas durante os ataques, algumas testemunhas viram o agressor e passaram algumas características para a polícia.  A moto, segundo as vítimas e testemunhas, é vermelha. Já o criminoso é um homem branco e alto. As transexuais estão assustadas e solicitam que as autoridades tomem providências para localizá-lo. Qualquer informação deve ser repassada imediatamente para a polícia.

 

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMPARTILHAR

TAGS


COMENTÁRIOS