Vítima de homofobia, cabeleireiro é morto com facada no peito na Avenida Paulista

Redação Lado A 24 de Dezembro, 2018 12h59m

COMPARTILHAR

TAGS


Mais um crime motivado por homofobia contribuiu para os índices de violência contra LGBTs no Brasil. O cabeleireiro Plínio Henrique de Almeida Lima, de 30 anos, foi esfaqueado por dois criminoso na noite de sexta-feira (21), na Avenida Paulista, em São Paulo. A região é muito conhecida e movimentada, no Centro da cidade, o que no entanto não intimidou os criminosos.

Plínio caminhava com o marido e mais dois amigos na região da Avenida Paulista próxima à rua Brigadeiro Luís Antonio. Os dois casais gays estavam voltando do parque do Ibirapuera, por volta das 22 horas. Dois homens se aproximaram e começaram a insultar o grupo com ofensas homofóbicas. Segundo familiares e testemunhas, a motivação do crime foi homofobia, pois Plínio era gay e estava de mãos dadas com o marido, com quem estava casado há pouco tempo.

Diante da confusão, de acordo com o Boletim de Ocorrência, um dos amigos começou a discutir com os homens homofóbicos. O amigo chegou a agredir um dos homens, o que gerou ainda mais confusão. Um dos criminosos então pegou uma faca e desferiu um golpe no peito de Plínio. O cabeleireiro chegou a ser levado ao Hospital das Clínicas mas não resistiu e faleceu.

Plínio comemorava o casamento com o marido. Trabalhava de cabeleireiro em casa e, para complementar a renda, fazia trabalhos de garçom e auxiliar de cozinha. Os amigos ficaram em estado de choque e não souberam muito bem descrever quais os insultos que os criminosos diziam. Mesmo assim, todos afirmam, inclusive a família da vítima, que o crime foi motivado por homofobia.

Investigação

O caso foi registrado no 78º Distrito Policial (DP) como homicídio qualificado por motivo fútil. A polícia está procurando os suspeitos que ainda não foram identificados. Para ajudar nas investigações, os investigadores terão que solicitar imagens de câmeras de segurança próximas ao local. Há informações de que os suspeitos fugiram em direção à Estação Brigadeiro, do metrô.

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMPARTILHAR

TAGS


COMENTÁRIOS