Shopping de Curitiba é acusado de homofobia por casal de mulheres

Redação Lado A 25 de Janeiro, 2019 14h28m

A assistente comercial Yasmin Mena, de 20 anos, denunciou nesta sexta-feira através das redes sociais que foi vítima de homofobia dentro de um shopping. O fato aconteceu na quarta-feira, dia 23 de janeiro, por volta das 20 horas nas dependências do shopping Jardim das Américas em Curitiba.

Yasmin contou que estava acompanhada de sua namorada, a estudante de biomedicina Mariana Valle de Lima, também de 20 anos. Segundo relatos de Yasmin, as duas estavam se abraçando em um banco na frente de uma loja de camisas do shopping quando foram abordadas pelos seguranças.

Os seguranças teriam dito para o casal parar de se abraçar pois a demonstração de afeto estava “demais”. Além disso, Yasmin relatou que os seguranças consideraram os abraços como atitudes exageradas e lascivas. De acordo com os seguranças, o casal estava em “amassos”.

A vítima contou em sua publicação no Facebook que estava apenas abraçando a namorada e que nem beijos elas trocaram. Ao responder ao segurança que elas não estavam demonstrando nenhum comportamento exagerado, foram intimidadas. Conforme declarou Yasmin, mais três seguranças se aproximaram das jovens e as cercaram.

Devido às atitudes dos seguranças, as namoradas tiveram que deixar o local sob intenso constrangimento. Yasmin contou ainda que os seguranças perseguiram o casal nas dependências de todo o shopping e praça de alimentação. “Lamentável esse tipo de conduta num estabelecimento público onde vários casais heterossexuais estavam realmente “se pegando” e somente nosso abraço os incomodou.”, publicou Yasmin.

Shopping

A Revista Lado A entrou em contato com o shopping a fim de apurar o caso. Através de sua página no Facebook o Jardim das Américas informou que está levantando todas as informações para apurar o acontecido e tomar as devidas providências. “Nós lamentamos o relato, pois somos um shopping que não tolera qualquer tipo de preconceito ou violência.”, disseram.

A vítima Yasmin também publicou na página do shopping denunciando o ocorrido. Em resposta, a empresa disse que irá tomar providências para que isso nunca mais aconteça e pediu desculpas. Além disso, o shopping pediu os dados da vítima e informou que irá verificar o sistema interno de câmeras de segurança.

 

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMENTÁRIOS