Homem é preso acusado de cometer estupro corretivo contra um homossexual

Redação Lado A 31 de Janeiro, 2019 09h39m

COMPARTILHAR

TAGS


Um homem de 34 anos suspeito de cometer estupro corretivo contra uma homossexual de 30 foi preso nesta terça-feira, 29 de janeiro. O crime aconteceu no dia 10 desse mês, no Distrito de Guariba, no Mato Grosso.

De acordo com as investigações da Polícia Civil, o crime ocorreu por motivações homofóbicas. o suspeito Fábio Modesto dos Santos fez sexo anal na vítima sem o seu consentimento e alegou que pretendia tirá-lo da homossexualidade.

A polícia considera ainda que o crime foi premeditado, pois o suspeito provocou a vulnerabilidade da vítima. Durante uma festa de confraternização, Fábio convenceu a vítima a participar de uma brincadeira em que ele seria embriagado. Enquanto isso, o suspeito se manteve consumindo pouco álcool para permanecer sóbrio e cometer o crime.

À polícia, Fábio contou que ofendeu o homem ainda na festa com palavras homofóbicas. Essas informações foram também confirmadas por testemunhas. Segundo Fábio, a vítima devia “aprender a virar homem”.

Ao perceber que a vítima estava bêbada, Fábio ofereceu para levá-lo em casa. Durante o trajeto, não parou onde a vítima pediu e o levou para a sua casa. No local, convenceu o homem a entrar na residência onde ele foi agredido com um capacete e estuprado.

Investigação

A vítima, muito ferida, conseguiu fugir e em seguida procurou a polícia. Em poucos dias de investigação, a Justiça já pediu a prisão preventiva do agressor. Após realizar exames médicos, a polícia confirmou o estupro e as agressões sofridas pela vítima.

O delegado responsável pelo caso, Alexandre da Silva Nazareth, considera que o crime se trata de homofobia. Além disso, o delegado citou os artigo 123 e 226 do Código Penal que estabelecem penas para os crimes de estupro e estupro corretivo, respectivamente.

Apesar de os exames da perícia confirmarem os estupros, na delegacia, Fábio disse que apenas agrediu a vítima. Ele se afirmou heterossexual e disse que por isso não faria sexo com outro homem. Com passagens pela polícia por outros crimes, Fábio ficará preso até o julgamento pois a Justiça entendeu que ele é perigoso para a vítima e sociedade.

 

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMPARTILHAR

TAGS


COMENTÁRIOS