Pauta LGBT volta à pasta de Direitos Humanos sob o comando de um pastor

Redação Lado A 04 de Janeiro, 2019 10h15m

Após a polêmica de que o Ministério da Família, Mulher e Direitos Humanos excluiu os LGBT de suas diretrizes, o novo governo publicou um novo documento. No Decreto nº 9.673, a população LGBT foi novamente citada especificamente e não dentro de um item sobre minorias sociais, como no documento anterior dessa nova gestão.

Apesar de amenizar a revolta que gerou a exclusão dos LGBTs da pasta de Direitos Humanos, uma outra situação preocupa o movimento. O pastor paraibano Sérgio Queiroz será responsável peça Secretaria de Proteção Global, que inclui as ações pra LGBTs. Antes, os assuntos LGBT estavam sob os cuidados da Secretaria Nacional de Cidadania. Na Secretaria de Proteção Global também estão inclusos os temas sobre tortura, anistia e trabalho escravo.

A mudança foi anunciada na quarta-feira, dia 2 de janeiro, durante o discurso de posse da ministra Damares Alves. Segundo Sérgio Queiroz, não haverá nenhuma mudança prejudicial quando às pautas LGBT. Além disso, Queiroz comemorou que as questões LGBT serão cuidadas pela nova secretaria. Já Damares disse que não haverá mudanças no que diz respeito aos direitos conquistados pela comunidade LGBT.

Sérgio Queiroz

Pastor da Primeira Igreja Batista do Bessamar e presidente da Fundação Cidade Viva, Queiroz também é procurador da Fazenda Nacional. O pastor participou da comissão de transição de governo de Jair Bolsonaro (PSL) e apoia a nova gestão. Apesar de Bolsonaro ser LGBTfóbico, Queiroz ficará com as questões LGBT.

Sérgio Queiroz é de João Pessoa, na Paraíba, e tem 46 anos. O pastor é graduado em Direito, Engenharia de Segurança do Trabalho e Engenharia Civil. Além disso, possui estudos na área de teologia, filosofia, política e ética. Através da Fundação Cidade Viva, Queiroz ficou muito conhecido em sua região de atuação e no Brasil. A entidade presta serviços sociais vinculados à evangelização através da igreja.

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMENTÁRIOS