Voluntários reúnem doações e realizam casamentos lésbicos em Curitiba

Redação Lado A 24 de Janeiro, 2019 15h26m

Com o mandato do novo governo se aproximando, uma onda de casamentos LGBT começaram a acontecer no Brasil ainda em 2018. O governo de Jair Bolsonaro (PSL), presidente altamente LGBTfóbico, ameaça o direito conquistado sobre casamentos homoafetivos no Brasil. Assim, como forma de resistência e celebração do amor, dois desses diversos casamentos LGBT foram realizados em Curitiba com a ajuda de voluntários, num processo muito bonito de solidariedade e amor.

As duas cerimônias foram realizadas ainda em dezembro de 2018 e início de 2019. No dia 9 de dezembro, foi comemorado o casamento de Hadassa e Carol. Já a segunda cerimônia aconteceu logo em seguida, no dia 12 de janeiro, entre Pollyana e Vanessa. As voluntárias conseguiram realizar os eventos graças às doações que receberam em forma de dinheiro, equipamentos, espaço e voluntariado.

Uma das doações foi do Empório Vegetariano Veg Veg, que concedeu o espaço para a realização dos casamentos. Além desse estabelecimento, um dos donos da casa noturna Verdant, Nathan Ferr, também contribuiu para os casamentos com doações. Equipamentos de som foram emprestados, e a decoração foi comprada com o dinheiro arrecadado pelos organizadores.

Mulheres unidas

A ideia começou através de um grupo de WhatsApp, formado por mulheres contra Jair Bolsonaro. Um dos assuntos discutidos era sobre a recomendação da OAB sobre garantir o direito ao casamento realizando as cerimônias antes do novo mandato, o que inclusive gerou inúmeros outros casamentos LGBT. Entre as conversas sobre o novo governo, uma das integrantes lamentou o risco que o casamento homoafetivo estava correndo. Assim, a dona do grupo, Amanda, junto com outras mulheres do grupo, começaram a pensar numa forma de promover os casamentos.

Além das doações, as noivas e voluntárias arrecadaram dinheiro através da venda de pirulitos na rua. Amanda havia trabalhado por muito tempo em casa noturna, e por isso tinha vários contatos de pessoas que poderiam abraçar a causa e ajudar. Dessa forma, conseguiram arrecadar voluntários, doações, equipamentos e local para os casamentos.

Ao todo, foram mais de 30 voluntários, a maioria da comunidade LGBT+. Atendimento, bar, recepção, montagem da decoração, tudo foi feito de forma voluntária. Alguns não puderam comparecer aos casamentos, mas estiveram presentes em outras etapas do processo.

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMENTÁRIOS