Bolsonaro orienta pais a rasgarem conteúdo de educação sexual de cartilha para adolescentes

Redação Lado A 09 de Março, 2019 13h23m

COMPARTILHAR

TAGS


A Caderneta de Saúde da Adolescente, uma publicação do Ministério da Saúde que cuida, entre outros assuntos, da saúde sexual de meninas, foi criticada por Jair Bolsonaro (PSL). O presidente disse que o material destinado a meninas de 10 a 19 anos não é condizente com a idade de seu público.

Além de criticar o material, Bolsonaro orientou que os pais rasguem as páginas que versam sobre educação sexual. De acordo como presidente, outro modelo da cartilha está em fase de construção. Enquanto isso, fica a cargo dos pais evitar que suas filhas tenham contato com o conteúdo de saúde sexual do material.

Diante da situação brasileira em que cada vez mais jovens contraem Infecções Sexualmente Transmissíveis, a cartilha é mais do que necessária. Ela ilustra de forma didática a forma de se praticar o sexo seguro. Além disso, Bolsonaro ignora que na adolescência começam as primeiras descobertas sexuais. Por isso, evitar falar sobre o assunto coloca os adolescentes em situação de risco. O material fala também sobre a importância da prevenção.

Ainda sobre o material, Bolsonaro, além de criticar o conteúdo, criticou o governo anterior. A cartilha foi elaborada ainda no governo de Dilma Roussef e não sofreu alteração no governo de Michel Temer. Além disso, Bolsonaro afirmou durante toda a sua campanha que os governos petistas colaboraram para textos de educação sexual.

Nova cartilha

Jair Bolsonaro propôs que os pais que assim julgarem necessário rasguem as páginas sobre sexualidade. Além disso, o presidente disse que já está entrou em contato com o ministro da saúde para confeccionar uma nova cartilha. De acordo com Bolsonaro, o ministro Luiz Mandetta irá providenciar uma cartilha sem as ilustrações sexuais e mais barata. Depois de pronto, o material novo substituirá o antigo que será retirado de circulação.

O comunicado contra a atual cartilha foi feito através de um vídeo. Bolsonaro aparece criticando o conteúdo do material junto com outros aliados de seu governo. Para os representantes do novo governo, a cartilha representa um perigo para os jovens e é necessário a supervisão dos pais para barrar o acesso deles ao conteúdo do material.

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMPARTILHAR

TAGS


COMENTÁRIOS