“Mulheres que fazem cinema”: Youtuber trans participa de série do Telecine

Redação Lado A 13 de Março, 2019 10h11m

COMPARTILHAR

TAGS


Em homenagem ao mês de março, em que é marcado o Dia Internacional da Mulher, o Telecine reuniu história de personalidades femininas. Mulheres como a jornalista Glenda Kozlowski, a repórter Andreia Saddi e a cineasta Laís Bodansky participaram da produção. O objetivo é que essa mulheres contem histórias de suas vidas que dariam um filme.

Uma das participantes que demonstra a inclusão do projeto com a comunidade LGBTI+ é a youtuber trans Thiessita. No vídeo ela conta sua história de superação sobre um relacionamento e que daria um bom roteiro. Thiessita contou que estava se relacionando com um rapaz que, ao descobrir que ela é trans, nunca mais apareceu. Depois de alguns meses de sofrimento ele voltou e depois que se relacionaram novamente foi ela quem o mandou embora. Dessa vez, ela quis mostrar que ela não era diferente de qualquer outra mulher.

Todas as histórias contadas por cineastas, jornalistas e youtuber são de superação. O objetivo é mostrar o empoderamento que essas mulheres vivem e que poderiam ser um roteiro de cinema. Além disso, os vídeos são de diversos gêneros e abordam comédia, suspenses, aventuras e dramas.

Thiessita

Thiessa é uma youtuber de 29 anos que veio de Catalão, no interior de Goiás. Desde muito pequena já sabia sobre sua condição de mulher, e enfrentou preconceito e discriminação por parte da família. Ela estudou Biologia na Universidade Federal de Goiás e depois se mudou para Uberlância, em Minas Gerais para trabalhar.

A youtuber conta que sempre teve uma relação muito conturbada com seu pai. Ele não aceitava a sua transição e chegou a agredi-la. Thiessa, porém, não se deixou abalar e fez um vídeo sobre o ocorrido, pelo qual ajudou muitas pessoas que passavam pela mesma situação.

Aos 20 anos ela começou sua transição e aos 24 realizou a cirurgia de redesignação sexual. Hoje, Thiessita só cresce com seu canal no Youtube e é símbolo de empoderamento e coragem para várias outras jovens trans.

Teaser da ação Mulheres que Fazem Cinema

Vídeo de Thiessita

 

 

 

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMPARTILHAR

TAGS


COMENTÁRIOS