O casamento gay brega e sem beijo de Carlinhos Maia

Redação Lado A 27 de Maio, 2019 07h57m

COMPARTILHAR

TAGS


Há poucos meses, surgiu o digital influencer Carlinhos Maia saindo do armário. O ato fez com que todos perguntassem quem era o moço. Não fique com vergonha se você não o conhecia, pois praticamente os LGBTs descobriram o rapaz alí. Ou então, prestaram mais atenção nele,  apenas depois que ele se assumiu. Dramas e revelações à parte – muito legal da parte dele aliás se assumir – o moço resolve se casar. Opa, casar não, ele faz uma baita cerimônia mas começa dizendo que é união e depois que não beijou o marido em respeito aos outros. Epa!!! Menos, colega!!!

Carlinhos Maia e Lucas Guimarães se casaram ao pôr do sol na última terça-feira, dia 21. A cerimônia foi em um restaurante à beira do Rio São Francisco, em Piranhas, interior de Alagoas. A festa avaliada em R$ 1 milhão teve uma lista infindável de VIPS, entre eles: Kevinho, Val Marchiori, Anitta, Gretchen, Simone (sem a Silmaria), além de Wesley Safadão, Alok e Banda Melim – que se apresentaram na festança.

Nada discreto

Estranhamente, os noivos entraram acompanhados dos pais. E 28 casais de padrinhos presenciaram a cena. Carlinhos entrou ao som de Dois Corações, da banda Melim. Já Lucas foi ao tom de Ave Maria. E Leo Dias, o rei das fofocas dos famosos, foi o mestre da cerimônia – perfeito. Até os cachorros do casal participaram da festa.

Além dos muitos girassóis, a extravagância estava no cardápio da festa. De hot dog e coxinha à lagosta e vieiras, mil bem casados e 500 flores de açúcar. Além de um grande lustre de cristais na recepção. O DJ Alok presenteou o casal com uma viagem para a Grécia, como presente de lua de mel. Uma queima de fogos com corações e a inicial dos dois foi um dos pontos altos da festa para 450 convidados que avançou noite à dentro.

Desserviço

Lindo, se a festa não fosse uma grande auto promoção. Afinal, não beijar o marido no próprio casamento e dizer ainda que é uma união apenas. Então não deveria ter se assumido ou feito disso um grande evento. Tudo foi doado por “amigos” e parece até que o medo do humorista é perder patrocinadores. Ser gay é identidade, fazer parte de uma comunidade. Ter vergonha e não entender que os direitos devem ser iguais é um desserviço. Mas viva o amor.

 

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMPARTILHAR

TAGS


COMENTÁRIOS