Israel ganha ministro da Justiça assumidamente homossexual

Redação Lado A 06 de Junho, 2019 10h16m

COMPARTILHAR

TAGS


O advogado e deputado Amir Ohana se tornou o primeiro gay assumido a ser nomeado ministro de Israel. Ele assume o posto de ministro da Justiça. O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, indicou Ahana em anúncio feito nesta quarta-feira.

Com origem marroquina, deputado desde 2015, aos 43 anos, Amir Ohana é casado com  Alon Hadad. Eles tem dois filhos — gerados por uma barriga de aluguel nos Estados Unidos. Apesar dos conservadores apoiadores do primeiro ministro, a indicação política é vista como um fortalecimento da defesa do primeiro ministro. Netanyahu enfrenta três acusações na Justiça: fraude , suborno e quebra de confiança.

O deputado é um defensor do casamento gay (atualmente somente é reconhecido o casamento realizado em outro país). E também de uma lei que puna a LGBTfobia, que não tem legislação específica no país.

 

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMPARTILHAR

TAGS


COMENTÁRIOS