Após afirmar que “família é homem e mulher”, Bolsonaro diz que “ideologia de gênero é coisa do capeta”

Redação Lado A 12 de Agosto, 2019 15h25m

Neste sábado (10) ocorreu em Brasília (DF) a Marcha para Jesus com a participação do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Em seu discurso do alto de um trio elétrico, Bolsonaro proferiu mais uma vez as declarações homofóbicas que comumente diz. Apesar de não se considerar homofóbico, Bolsonaro disse que “ideologia de gênero é coisa do capeta” e defendeu a família tradicional.

O termo “ideologia de gênero” é muito usado por pessoas conservadoras no Brasil, até mesmo por líderes políticos. De acordo com esse grupo conservador, a comunidade LGBT+ é a principal precursora da ideologia de gênero. Eles acreditam que a existência de diversas sexualidades e identidades de gênero não passam de ideologia. Assim, surgiram os boatos de que a comunidade LGBT+ tenta “pregar” a “ideologia de gênero”, principalmente no meio das crianças.

Ainda segundo a concepção de grupos conservadores e evangélicos no Brasil, a “ideologia de gênero” é uma ameaça à família tradicional brasileira. Esse grupo acredita que a única concepção válida de família é aquela assegurada na Bíblia Sagrada, formada por homem e mulher. Durante toda a sua campanha e carreira política, Jair Bolsonaro foi autor de diversas declarações LGBTfóbicas, acompanhado de outros membros de seu governo.

Durante a Marcha para Jesus, Jair Bolsonaro voltou a dar declarações preconceituosas. O presidente afirmou ainda que está cumprindo suas promessas de campanha voltadas aos evangélicos. Segundo Bolsonaro, seu governo não tem preconceitos, mas defende a família e a educação. “Um presidente que vai respeitar a inocência das criancinhas nas salas de aula. Não existe essa conversinha de ideologia de gênero, isso é coisa do capeta.”, disse. O presidente afirmou ainda que não pode admitir leis que firam os princípios religiosos, provavelmente se referindo à criminalização da homofobia.

Família: homem e mulher

Ainda no início desse mês, Bolsonaro voltou a defender a concepção de família segundo a Bíblia e a Constituição. Durante uma cerimônia do programa Médicos pelo Brasil, em 1º de agosto, a família formada por homem e mulher é embasada pelo 3º parágrafo do Art. 226 da Constituição, conforme afirmou Bolsonaro. O presidente disse ainda que quando alguém mudar a lei, ele poderá mencionar outras famílias.

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMENTÁRIOS