Deputada diz que orientações sobre ISTs nas escolas “erotizam crianças”

Redação Lado A 14 de Agosto, 2019 16h41m

COMPARTILHAR

TAGS


Em meio aos números crescentes de infecção por ISTs no Brasil, a deputada Dra. Silvana criticou a educação sobre prevenção nas escolas. Filiada ao Partido Republicano (PR) e deputada estadual no Ceará, Silvana defende uma lei de fiscalização de conteúdos infantis na internet. Por outro lado, a deputada não concorda com educação sexual nas escolas que orientam sobre ISTs.

Nesta terça-feira, 13 de agosto, Dra. Silvana esteve na Assembléia Legislativa do Ceará para defender seu projeto de lei. De acordo com a proposta, os conteúdos veiculados por e para crianças na internet deverão ser monitorados. A deputada defende a ação para evitar que as crianças acessem conteúdos impróprios ou acabem se expondo de maneira inadequada na rede. “Como vamos pregar a pureza das crianças se na internet vemos toda baixaria publicada?”, questionou.

Mas a parte da fala de Dra. Silvana que mais chamou a atenção na assembléia foi sobre Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs). De acordo com a deputada, pretende-se ensinar na escola como prevenir infecções sexualmente transmissíveis e sobre o uso de preservativos. Na concepção de Silvana, o debate desses assuntos na escola não passa de uma desculpa para “erotizar crianças”. Dra. Silvana é deputada evangélica e faz parte de uma bancada de conservadores do Ceará.

Dados

Segundo informações do Ministério da Saúde, veiculadas no início desse ano, há um aumento nos casos de infecções através de sexo sem proteção no Brasil. De acordo com os dados, o número de infectados aumentou principalmente entre a parcela mais jovem da população. As infecções foram diagnosticadas entre jovens com 15 a 21 anos, consequência da falta de informação e preservação. Diante desses dados, é muito importante a educação sexual para a prevenção dentro das escolas, onde estão localizados os adolescentes que compõem os números cada vez mais altos de transmissão de doenças sexualmente transmissíveis.

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMPARTILHAR

TAGS


COMENTÁRIOS