DJ de Santa Catarina é encontrado morto em mata após dar carona a adolescente

Redação Lado A 28 de Janeiro, 2020 09h09m

COMPARTILHAR

TAGS


O corpo de Paulo Giovani Teixeira Gonçalves, o DJ Paulinho, 35 anos, foi encontrado pela polícia de Camboriú nesta segunda-feira, dia 27. Ele, que também trabalhava de motorista de aplicativo, foi encontrado morto em uma região de mata na região dos Macacos, em Camboriú. Paulinho era conhecido na cena LGBT catarinense e havia tocado naquela noite.

Morador de Porto Belo, ele saiu de casa na quinta-feira e na manhã da sexta-feira avisou a mãe que deu carona a um desconhecido e iria posteriormente para casa. A CNH e o carro de Paulinho foram encontrados pela PM no centro de Camboriú.

A polícia chegou até o adolescente de 16 anos que conheceu o DJ em uma festa na madrugada do crime durante uma ocorrência. A descrição batia com o rapaz que foi levado para prestar esclarecimento e confessou o crime. O rapaz levou a polícia até a localização do corpo, quase meia hora mata adentro. Segundo laudos preliminares, Paulinho foi morto por asfixia e pedradas.

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMPARTILHAR

TAGS


COMENTÁRIOS