Jornalista gay que apresentou JN vai para a Record e sofre homofobia

Redação Lado A 15 de Maio, 2020 13h25m

COMPARTILHAR

TAGS


Matheus Ribeiro ficou famoso em todo o país ao se tornar o primeiro jornalista gay assumido a apresentar o Jornal Nacional no ano passado. O profissional então da TV Anhanguera, de Goiânia, foi um dos 50 convidados para ser âncora dos 50 anos do telejornal mais assistido do país. Este ano, ele deixou seu trabalho na afiliada da Globo após discordar da redução de salário.

Contratado em abril pela afiliada de Brasília da Rede Record, o jornalista entrou na empresa após a saída de outro profissional e a carta de apoio ao colega demitido trouxe referências homofóbicas ao novo contratado.

“Essa Redação, em grande parte, teve o privilégio de conviver com Luiz Carlos Braga por 12 maravilhosos anos. Perde a emissora, ao trocar o certo pelo duvidoso, e perdemos nós. Perdemos o convívio de alguém respeitoso, atencioso, leal e de caráter e reputação ilibadas. Braga nunca precisou de atenção midiática para ter relevância e nunca usou de sua orientação sexual para benefício próprio”, diz a carta que não chegou a ser enviada à direção da emissora, mas que foi revelada por um site especializado em TV.

“Sou um profissional movido a desafios. Neste momento, me sinto muito bem acolhido e valorizado nessa nova casa. Obrigado, RecordTV, pela confiança depositada no meu trabalho. Aos goianos, minha gente, a certeza de que continuaremos nos encontrando. Isso não é uma despedida, mas, agora, com muito esforço e o mesmo carinho que tenho pelo meu povo, quero conquistar a companhia dos brasilienses contando as principais notícias do dia de um jeito claro, direto e valorizando, sobretudo, a verdade”, publicou o jornalista que apresenta o principal jornal da Record do Distrito Federal, em seu perfil do Instagram.

O jornalista se assumiu gay no ano passado após ser escalado para o JN e ser alvo de ameaça de exposição de sua sexualidade.

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMPARTILHAR

TAGS


COMENTÁRIOS