Netflix estreia documentário sobre livraria gay de Los Angeles

Redação Lado A 15 de Maio, 2020 13h21m

O fechamento da histórica Circus of Books, em West Hollywood, foi filmada pela filha de Karen e Barry Mason. O documentário da Netflix mostra como os pais entraram no mundo pornô gay na década de 80 e diversas historias do fim de uma era pré AIDS e pré internet. Assistir Circus of Books é obrigatório para entender a cena gay que culminou no movimento de liberação dos anos 60. Embora fraco tecnicamente, o documentário é fortíssimo em seu enredo.

O casal de judeus começou distribuindo a revista Hustler e sempre manteve segredo de suas atividades. Se tornaram distribuidores e adquiriram uma livraria que na verdade era uma vídeo locadora e sex shop. Tudo entrou na vida do casal de forma natural e aos poucos eles perceberam o potencial da clientela gay.

Com naturalidade, eles mostram como apoiaram a comunidade por mais de 30 anos, passando de distribuidores de títulos a maior produtora de pornô gay do mundo. Tudo isso tentando preservar os três filhos que deveriam olhar para o chão quando entravam na loja.

O documentário tem várias reviravoltas, como o surgimento da AIDS, a acusação de comercialização de material obsceno pelo FBI, até a descoberta de que um dos filhos era gay. Karen, uma jornalista de sucesso que abandonou a carreira, e que é extremamente religiosa, se vê na obrigação de se reinventar mais uma vez.

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMENTÁRIOS